10 Dicas para se dar bem numa Briga

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Muita gente lê a Papo de Homem em busca de artigos de saco roxo, aqueles tipicamente masculinos, ao melhor estilo Chuck Norris bata-primeiro-pergunte-depois. Mas será que o pessoal aqui já brigou de verdade?

Você saberia o que fazer caso a situação se apresentasse?

Foi pensando nisso que preparamos esse artigo - como prometido na Sexta - com 10 dicas para se dar bem numa briga e não acabar no hospital por conta de sua pose de machão.

10- Não pense que você sabe lutar: você não sabe

briga-na-escola
Olha aí os durões brigando na escola

Se você nunca brigou, então não sabe brigar. Se só brigou no colégio, na 6ª série, porque o Godô quis roubar o seu lanche, então também não sabe brigar. Se não é treinado pelo exército, ou faixa preta de alguma arte marcial crível, ou se nunca brigou numa situação de perigo real contra alguém que estava disposto a te causar dano extremo, então você definitivamente nunca brigou, e não sabe brigar.

Sugiro que se acalme, e saia de fininho, a não ser que o outro cara seja tão inexperiente como você.

9- Corra

corra
Procure a saída mais próxima antes que seu nariz pague o preço

Não fique lá.

É a única maneira 100% eficaz de não se ferir. A mais sábia das artes marciais se chama 100 metros rasos. Caso esteja sozinho, e sem precisar carregar nada, então ponha sebo nas canelas e saia de lá como se você estivesse no Carandiru e ouvisse a Choque entrando pela porta pra dar bom dia.

Só um idiota se lança numa situação de perigo real contra um absoluto desconhecido tendo outras alternativas.

8- Se lembre de que agressão é crime

preso
A pose de valentão vai embora bem rápido

Só brigue se estiver certo.

No mínimo, Chegar às vias de Fato ( Lei de Contravenções Penais, Capítulo Especial, Artigo 21 , Parágrafo Único) , que é agredir alguém sem feri-lo, causa de 15 dias a 3 meses de prisão ou multa. Isto inclui um empurrão, soco, gravata, ou algo que o valha.

Lesão corporal dá de 3 meses a 1 ano, se causar dano grave, de 2 a 8 anos, e se for lesão seguida de morte, de 4 a 12 anos de cadeia.

E lá na cadeia você que tanto adora brigar vai ter bem o que quer. Mas lá vai ser por algo bem mais significativo do que alguém ter pisado no seu Puma. Vai brigar quem sabe pela sua vida e/ou virgindade anal.

Brigue somente em caso de legítima defesa e ponto final, seu cuzão encrenqueiro.

7- Lembre-se da santa trindade

crucifixo
Não estamos falando de rezar

Estão vindo com tudo? Não tem como fugir? Estão querendo te machucar pra valer?

Então lembre-se da santa trindade: Saco, Olhos, Garganta.

Acerte aí, mas só em casos de vida ou morte, caso contrário vai para a cadeia. Não existe herói ou faixa preta que aguente uma porrada forte em algum destes lugares. Dedo no olho vale. Joelhada no saco também. É a lei da natureza.

6- Improvise

bonitao
Se virou briga de verdade, sem regras

Saleiro? Cadeira? Garrafa? Use.

Quando a luta é pela própria vida, vale absolutamente TUDO. Se está brigando e não é pela própria vida, então você é um idiota e merece a surra que vai levar.

Caso contrário, use o que estiver em mãos: faca, pedaço de pau, pimenta, bastão de baseball, copo de vidro, cadeira, mesa, monitor de computador, qualquer coisa que tiver à disposição.

5- Fique somente o tempo necessário

luta-em-massa
Alguém vai apanhar muito

Derrubou o cara? Saia daí. A polícia, os amigos dele, ou ele mesmo podem vir e te pegar ainda.

Atrás de um grande homem sempre tem mais uns três ou quatro homens maiores ainda.

4- Se for brigar, enlouqueça

loucos-brigando
Se for pra entrar, vá sem dó

Já ouviu o ditado "Pago pra não entrar, mas dou o dobro pra não sair"? Pois é.

Ninguém quer briga com alguém louco. Meu irmãozinho, um moleque de 58kgs, certa vez foi ameaçado por três caras enormes, que não queriam deixá-lo passar no corredor do seu dormitório. Ele foi para o quarto, voltou com um bastão de baseball, e desceu o na canela de um dos infelizes.

Nunca mais ninguém sequer olhou torto para ele.

Babe, xingue, grite morda, arranhe, chute, aja como se você fosse a Regan e o outro cara fosse o Padre Merrin com um frasco de água benta.

3- Quem anuncia é marca

bons-amigos
Aja como se fossem bons amigos

Faça cara de que não é com você... chame o cara pertinho com cara de quem quer conversar na paz... e POW!, desça um bem no queixo dele. Um soco bem dado nessa região derruba qualquer um. Vá no queixo, e ponha o cara pra dormir.

2- Analise bem a situação

nerd-fazendo-conta
Mas vê se analisa rápido, pensar demais é um atalho entre a sua cara e o punho do outro

Antes de mais nada: examine o cara. Se ele tiver mais de 100kgs, um braço da grossura de um barril, tatuagens de prisão e uma cicatriz do tamanho de um taco de sinuca da ponta do pé até a testa, brigar não é o caminho mais indicado. Não. Você quer ser amigo dele. Amigo. Amigo. Shhhh. Isso. Amigo. Bom menino.

Examine o ambiente: você é um travesti afro-brasileiro que fala "oxente", e está num bar de skinheads? Então saiba que se você tossir errado na direção de alguém , vai brigar com trinta.

O cara é pitboy? Os amigos dele não estão longe. Veja se os amigos dele estão por perto, dificilmente um parceiro vai deixar outro apanhar, portanto uma briga de um contra um em muitos casos vira a cena do Burly Brawl de Matrix Revolutions.

Só que você não é Neo e a vida não é Matrix. Você não vai ganhar de dois ou três caras a não ser que eles sejam molengas, leigos, frouxos, ou azarentos.

Calma aí, Escolhido.

1- Não brigue

super-herois
Algumas pessoas acham que são super-heróis

Precisa dizer? Um embate físico expõe você a qualquer tipo de dano, inclusive mortal. Você não é Neo, Rickson Gracie, Mike Tyson , ou Bruce Lee. Uma lutinha à toa pode te colocar na cadeira de rodas pro resto da vida.

O melhor que pode acontecer numa briga é você sair ileso! Tem tudo a perder, e nada a ganhar.

Menção Honrosa: “Não soque a cabeça de alguém que está te mordendo”
Um sábio ditado africano.
Se você não entendeu, sugiro que guarde suas surras para as namoradas.

Igor Alexandre é o mais novo contribuidor da Papo de Homem. Praticante de jiu jitsu, estudante de publicidade, e acha que as únicas pessoas que merecem apanhar só por existir são os skinheads.


publicado em 03 de Setembro de 2007, 08:06
B316df57e10890d51abccbaf59cfb2c3?s=130

Igor Alexandre

Igor Alexandre ainda não nos disse nada sobre ele. Sim, também estamos curiosos.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura