Code Red: dois surfistas australianos enfrentam ondas mortais em Teahupoo

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

O evento era o Billabong Pro Teahupoo, importante competicão profissional de surfe que acontece todos os anos em Teahupo'o, Taiti. O ano foi nosso último, 2011.

Essa parede de água tem muito a contar e mais ainda a ensinar

Antes da prova, um enorme swell (pra contextualizar, swell são ondas gigantes geradas pelos ventos que chegam do oceano, que podem ocorrer próximos, ou não, da costa) causou a paralisação do evento para a segurança dos atletas, que poderiam se machucar seriamente com o tamanho e violência das ondas geradas. A chapa tava tão quente que o governo francês, responsável pelo Taiti (a maior ilha da polinésia francesa), chegou a fechar as águas para grandes embarcações.

Agora, se os barcos de tamanho descomunal poderiam se enrascar nessa brincadeira da natureza, imagina um surfista metido a bonzão que se arriscasse a entrar nessas águas alucinadas?

Teria que ser alguém bem otário, cuja a vontade de desafiar o mar pudesse ser maio que qualquer razão, mesmo que fosse a maior de todas as razões: a sobrevivência.

Os "big riders" (caçadores de ondas gigantes) australianos, o novato Laurie Towner e o veterano Dylan Longbottom, não ficam pensando muito nessas convenções de quem quer viver e quem quer se arriscar e, mesmo com tudo fechado, adentraram nas águas revoltadas daquela parte do Oceano Pacífico e mandaram ver nas ondas ignorantes daquele maravilhoso evento.

O resultado foi o curta editado pela própria Billabong, mostrando as atrocidades cometidas pelos dois surfistas sem noção, mas com talento sobrando. O nome é Code Red pois a guarda costeira Taitiana declarou esse o nível de perigo para o mar naquela ocasião.

Code Red, na íntegra

Link YouTube | Dá pra ver que não é nada fácil surfar nessas ondas, desde a preparação pro evento até o surfe em si. Assista o vídeo em 720p ou 1080p. É lindo.

Eu mesmo já falei por aqui sobre o trabalho de ser um surfista de ondas grandes e até da maior onda já surfada no mundo.

Tudo isso causa muita excitação no imaginário de qualquer pessoa, sobre estar onde quase ninguém (ou, em muitos casos, ninguém) jamais esteve e desafiar os limites é uma das coisas que qualquer homem deveria fazer em sua vida. Mas não ache que isso deve ser algo incrível e quase impossível. Cada homem sabe dos melhores caminhos para amplificar sua própria jornada. Que esses casos do surfe sirvam de grandes inspirações e não como bloqueadores de tentativas.

As chances estão nas tuas mãos, amigo lenhador. Basta ver uma "onda meio cheia".


publicado em 03 de Maio de 2012, 16:32
10593198 731684930200051 6780156370076319432 n

Jader Pires

É escritor e editor do Papo de Homem. Lançou, nesse ano, seu primeiro livro de contos, o Ela Prefere as Uvas Verdes e outras histórias de perdas e encontros.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura