Aprenda a Fumar Charuto - Parte II

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Continuação da primeira parte do artigo com nosso passo-a-passo para conhecer os prazeres do charuto.

Os cuidados

Fora a forma como os charutos devem ser armazenados, não existem muitas regras à respeito de como se deve fumá-los. Em geral, não se traga um charuto como um cigarro.

O prazer está no ritual

Isto significa que a fumaça é presa na boca de modo que você possa identificar as distintas sensações que o mesmo proporciona. A não inalação do fumo do charuto é outro fator que derruba o mito da alta suscetibilidade de ocorrência de câncer ou enfisema pulmonar em seus usuários.

Observe a textura

Diversos fatores resultam na degustação perfeita de um charuto, desde a escolha do tipo adequado até o acompanhamento: um bom vinho, um conhaque etc. No entanto, alguns fatores são fundamentais para que o ritual da degustação seja ideal, como o armazenamento, o corte, e a maneira de acendê-lo.

Os charutos mais famosos são os provenientes da “isla bonita” de Cuba. Nomes como Cohiba, Partagás, Montecristo,Trinidad, Romeo y Julieta são ícones em todo o mundo. A ótima reputação é resultado de uma série de cuidados durante a sua produção.

Um cubano legítimo em toda sua glória

Os Havanos são feitos a mão, um por um. Profissionais cuidam, por exemplo, para que todas as unidades de uma caixa (geralmente 25) tenham a mesma cor e para que os anéis com a marca estejam alinhados.

Os Havanos devem ser conservados entre 16 e 18 graus Celsius com umidade entre 65% e e 70% para que não desidratem. Caso contrário se tornam quebradiços e secos, podendo até mesmo ter a capa rompida quando acesos.

Logo, para acondicioná-los corretamente existem uma série de umidores, caixas especiais, armários e outros produtos especiais para acondicionar corretamente seu charuto.

O corte

O corte depende de preferência pessoal do apreciador e do formato do charuto. Na maioria das vezes a ponta do charuto é fechada e para que o fluxo de fumaça possa transcorrer corretamente para o interior da sua boca, o corte do bico deve ser bastante reto e preciso.

A extremidade que será acesa é a oposta à da ponta cortada. Caso você não possua um cortador específico, não hesite em pedir para sua namorada arrancar o bico com a boca. Essa é outra cena pra lá de excitante.

Acendendo seu charuto

As moças também podem

Finalmente, para acender o charuto você deve utilizar preferencialmente fósforos de madeira ou isqueiros do tipo maçarico. Também há cargas de isqueiros específicas para o acendimento do charuto. Quando em contato com a chama, você deve lentamente girar o charuto na mão para que ele seja aceso uniformemente ao longo de todo o seu raio.

O acendimento assimétrico do Havano não só queimará irregularmente as folhas, estragando o charuto, como também fará com que a fumaça chegue prejudicada ao interior de sua boca.

Fumar um charuto é um grande prazer. Descobrir seus aromas e sabores, se perder na fumaça após cada baforada. Tudo nos leva a momentos de reflexão e aproveitamento. É mais um utensílio que, ao lado de seu Whisky, pode levá-lo a terrenos inexplorados onde irá desfrutar de paz, tranqüilidade e relaxamento, deixando de lado o caos da rotina nas grandes cidades.


publicado em 28 de Abril de 2007, 10:05
3861595431ec39c257aee5228db3092a?s=130

Rodrigo Almeida

Engenheiro, apaixonado pela vida e por qualquer coisa com um motor potente, nostálgico entusiasta de muitas daquelas boas coisas que já não mais se fazem como antigamente.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura