"Casa dos Autistas" e os limites do humor

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Existem limites à liberdade de expressão? Se não, deve haver? Por quê? Quais são ou deveriam ser esses limites? Quais as consequências para aqueles que os ultrapassarem?

O assunto não é novo e ao que tudo indica está longe de deixar a ordem do dia. No entanto, nos últimos anos tem ganhado mais e mais notoriedade uma das facetas mais interessantes e atraentes da liberdade de expressão: o humor.

As "vítimas" da vez são os autistas. O programa Comédia MTV exibiu, há cerca de um mês, um quadro parodiando o antigo reality show do homem do baú, "Casa dos Autistas", cujo teor é o que segue:

Link YouTube

Confesso que não assisti e sequer tinha tomado do programa até ler o artigo do amigo Jairo, publicado na segunda-feira. No dia seguinte, a própria MTV se pronunciou sobre o ocorrido.

Segundo o comunicado:

"A MTV Brasil entende que a esquete 'Casa dos Autistas' ultrapassou limites aceitáveis do humor. Portanto, pedimos desculpas a quem quer que tenha se sentido ofendido pelo conteúdo exibido." [grifos meus]

Particularmente, não tenho opinião formada. Por minhas convicções filosófico-políticas tendo a defender a liberdade de expressão doa a quem doer, mas ao mesmo tempo consigo imaginar algumas situações insustentáveis.

Sobre o programa, achei sem graça e de mau gosto, mas não sei até que ponto errado ou ilegal, se é que foi.

Todo artista que participa de reality show é autista. É essa a tentativa de piada?

Mais uma vez, o que pensam vocês sobre tudo isso?


publicado em 27 de Abril de 2011, 13:52
7bad5b31f4d700d0a7b1550a64b104e4?s=130

Danilo Freire

Advogado que não lida bem com prazos. Estudante de Filosofia que tem déficit de atenção. Cadeirante, era ruim em matemática, calculou mal um mergulho e desde então é tetraplégico. No Twitter, responde por @danilotetra.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura