Dois erros ao começar um namoro

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Sim, gente nova no pedaço. Prazer, O Libertino.

Eu estou vivendo – de terceiro – uma situação onde não poderia deixar de analisar. Caras, estou falando do começo de um relacionamento.

O que acontece é que estou vendo um amigo meu, novato em relacionamentos, começando um. Pensem, um cara que nunca namorou na vida, começando o próprio namoro – claro Libertino, se não fosse dele, de quem mais seria? – e como de costume, de maneira um pouco... errada.

Não estou pra julgar ninguém, mas não poderia evitar a análise do caso. Vamos a ele...

O cara pegava algumas mulheres pela vida, sempre teve bom gosto, e caso tenha se arrependido no dia seguinte por ela “ser uma baranga”, foram raras as vezes. É, o cara sabe se valorizar, fato. Aí um belo dia, conhece uma garota, bonita, toda “certinha”, não bebe, não fuma e que adora estudar. Ta, eu sei, estou pra achar uma dessas também. É aqui que começa a confusão e falta de entendimento das coisas, explico melhor nas linhas abaixo.

Rapazes, meu amigo. Antes de conhcer ela, claro...
Rapazes, meu amigo. Antes de conhcer ela, claro...

Os dois começam a sair, ficam, e quando notam, estão apaixonados.

Se tem uma coisa que você deve saber é que: o começo de um namoro ditará como será todo o resto, na gigantesca maioria das vezes. Agora me pergunte como anda o relacionamento deles?

“Libertino, como anda o relacionamento deles?”

Começando errado, meu caro. Duas coisas deixam isso evidente...

“Você é tudo pra mim, meu amorzinho”

Traduzindo seria mais ou menos, “meu bem, eu sou um coitado sem uma vida que realmente me agrade e de bônus pra você, tenho um pinto do tamanho de um grau de arroz”.

É isso mesmo. Que porra é essa? Se conhecem faz pouquíssimo tempo e já se chamam de amorzinho, trocam SMS dez vezes ao dia só pra perguntar “o que você ta fazendo?”, ou pior “só pra lembrar que eu amo você”. Não, espera. Falar que ama logo de cara?

Quer mandar SMS? Não há nada de errado nisso, mas tenha bom senso e criatividade.

E depois de uma discussãozinha qualquer...
E depois de uma discussãozinha qualquer...

Mas o melhor mesmo são as declarações em público. Frases exageradas falando em “sempre” no orkut e msn. Quer falar que vai durar pra sempre? Fale, mas espere mais algum tempo, mas eu aviso, não dura, ok?

E logo, com esse mimo todo, o sujeito para de sair com os amigos, futebol de quarta-feira a noite vira lenda e aquela gelada no bar junto com aquela conversa com os brothers, ixe, isso não passa mais pela cabeça.

O cara vira um “fofinho”, o relacionamento deles é “fofinho”, e sabe o que ela vai falar para as amigas quando elas perguntarem? “Aaah, ele é normal, fofinho”. Que grande merda.

“Eu respeito ela”

É aqui que chega a parte onde eu falarei sobre ela ser “certinha”. Meu amigo, deixa o Libertino te contar uma coisa.

Ela não fumar, não beber e adorar estudar, não significa em nenhum lugar desse gigantesco mundo que ela não gosta de dar. É cara, a sua mulher também adora dar.

Não venha com essa de que você respeita ela e então você não faz nada demais na cama com a sua namorada. Eu te garanto, o respeito que ela vai querer na hora H é outro.

Ela vai querer que você respeite ela dizendo sacanagens no ouvido dela, puxando ela pra você, colocando ela de quatro e a fazendo se sentir a pessoa mais segura do mundo depois no papai-mamãe abraçando-a com firmeza. Respeite-a como mulher, que tem uma sede muito grande de prazer.

Quer saber de mais uma coisa? Oral. Isso. Faça um belo de um oral nela e depois peça um da parte dela. Você talvez não saiba, mas sexo oral significa para as mulheres muitas vezes mais intimidade com o parceiro do que a penetração em si.

Façam o que tiverem vontade, praticamente tudo é liberado nessa hora. Ela é a sua mulher, e como sua, você tem o dever de explorar e lhe ensinar algumas coisas também. Ela não vai querer um cara “fofinho” na cama. Mostre que você é, primeiramente, homem. Mostre isso pra ela na cama e não brigando pela rua, como um ogro idiota que vive falando “amor, ganhei 2 cm de bíceps esse mês”.

Dê a ela o respeito que merece como uma mulher de verdade.
Dê a ela o respeito que merece como uma mulher de verdade.

Se você não mostrar do que é capaz na cama, dar a ela o sexo que ela merece, logo logo a fase do “fofinho” passa e eu te garanto, ela vai procurar outro. Ela pode até não te deixar, mas o sexo em si, será feito com outro. Portanto, grave isto: sexo bem feito salvará o teu relacionamento em épocas de crise.

Guarde isso, é ouro.

Se eu tenho uma dica para lhe dar, essa com certeza é...

Ame a sua própria vida

Isso quer dizer que você tem que ir atrás daquilo que realmente te agrada. Arrume um emprego que te deixa de pau duro só de acordar e saber que hoje terá tais e tais coisas pra fazer por lá.

Entre numa academia. Não só para ficar “bonitinho”, mas sim como uma massagem para tua auto-estima. Isso dá uma diferença absurda, meu caro.

Tenha séries de TV favoritas, acompanhe elas. Aprenda a fazer algo realmente bom na cozinha. Tenha seu tempo sozinho também. Tenha um lugar que só você conhece e leva ali as pessoas mais especiais. Lugares altos são perfeitos para isso.

Acabe o dia e fale “caramba, eu fiz isso, isso e isso”. Se admire, se valorize, se respeite, se ame.

E nunca, mas nunca, deixe de ler a Papo de Homem.


publicado em 19 de Fevereiro de 2009, 23:45
48bc022609ebcd940452ce15256ca997?s=130

O Libertino

Me chamam de devasso, imoral, incorreto. Eu diria somente que sou um belo aprendiz da vida.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura