Esqueçam a fase aguda da AIDS

Caros leitores da PdH, mais uma orientação. Para variar, sobre a campeã de dúvidas desta coluna, a maldita AIDS.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Caros leitores da PdH, venho por meio desta fazer um pedido e dar mais uma orientação. Para variar, sobre a campeã de dúvidas desta coluna, a maldita AIDS.

Uma das coisas legais do blog, é o feedback que tenho recebido, em forma de dúvidas, e também questionamentos. Eu nem saberia da questão da rubéola se não tivesse recebido emails perguntando.

Pedido

O pedido é o seguinte: o 1º artigo sobre AIDS aqui do site está com mais de 2000 comentários. O problema é que tenho recebido emails sobre a dificuldade em abrir a página, pois já ficou muito pesada. Peço a todos que lá discutem, que transfiram sua discussão para este artigo agora. Daqui a pouco, ninguém mais consegue sequer ler aquele.

Orientação

Hoje quero falar sobre a fase aguda do HIV.

E já vou entrar rasgando: ESQUEÇAM A FASE AGUDA.

dr-health
Ai, Dr. Health, não entra rasgando! Vai com calma...

Mas por que isso, Dr Health?

1º - Porque não acrescenta nada.

Os sintomas da fase aguda do HIV são semelhantes à milhares de outras doenças, inclusive estados gripais. Gripe se pega a toda hora. Inclusive é mais fácil a pessoa pegar uma gripe qualquer do que manifestar a própria síndrome de soroconversão.

Alguns vão perguntar: Ah, Dr, mas e a linfadenopatia? Linfadenopatia não é exclusiva do HIV, uma série de processos infecciosos pode causar tal sintoma.

2º - Somatização.

Um padrão muito comum que identifico nos emails é a somatização. O cara tem um contato, fica com medo, lê sobre AIDS, acaba desenvolvendo um sintomazinho qualquer em comum, e pronto, “Estou com AIDS”.

Nada disso. Somatização é a capacidade do organismo desenvolver um sintoma de acordo com a sua psiquê. Quer um exemplo prático? Se alguém falar que está com piolho na sua frente, eu creio que logo você sentirá coceira na cabeça. O bocejar quando alguém boceja funciona de forma semelhante, pois você não está com sono. Isto é somatização.

3º - “Oba, não tive a fase aguda!!!”

Que bom, mas isso não quer dizer NADA. Muitos HIV positivos sequer conseguem recordar como pegaram o vírus. A fase aguda pode simplesmente não ocorrer e o HIV estar lá, bonitinho, lépido e fagueiro.

Por fim...

Bom, meus caros, sem muitos detalhes hoje, mas até por ansiedade, muitos me mandam email desta forma:

“Dr., tive um contato de risco, e uns 6 dias depois, desenvolvi febre e fiquei de cama. Pode ser a fase aguda?”

E se frustram quando minha resposta é vaga. E não tem como ser diferente, afinal, eu não sou adivinho ou um oráculo do HIV.

oraculo
Óoooo, poderoso Dr. Health, minha genitália vai ou não vai crescer após a puberdade??

Conjecturações sobre ter ou não ter a fase aguda da AIDS não acrescentam nada. A gente até entende que a pessoa está buscando um refúgio para sua ansiedade, agarrando-se a qualquer evidência contrária, mas a verdade é que o diagnóstico é feito pela sorologia.

Sim, tem que esperar a janela imunológica. Conjecturar pode até melhorar o estado de espírito, mas não fecha diagnóstico algum.

Dr Health


publicado em 13 de Novembro de 2008, 16:23
7375567d0f2c379b7588ce618306ff6c?s=130

Mauricio Garcia

Flamenguista ortodoxo, toca bateria e ama cerveja e mulher (nessa ordem). Nas horas vagas, é médico e o nosso grande Dr. Health.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura