Hérnia de Disco,como tratar?

Doutor, sou policial e nesses 11 anos de serviço, descobri ter hérnia de disco, algo que comprime o saco dural e uma tal de uncoartróse.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Pergunta: “Doutor,

sou policial e nesses 11 anos de serviço, descobri ter hérnia de disco, algo que comprime o saco dural e uma tal de uncoartróse.

Amo o que faço, amo o combate e não consigo me ver fora dele. Por isso lhe peço orientações sobre quais os tipos de exercícios que posso fazer,correr etc.

Não tenho por hábito de me entregar as dificuldades. Me oriente e me ajude a ganhar mais essa!”

- Policial

E aí, pessoal? Não, eu não morri no carnaval em Porto Seguro, tô vivinho e aqui de volta para minha amada coluna.

Por falar em coluna, vamos hoje conversar sobre um monstrinho muito em moda na atualidade, mas que nem todo mundo entende direito. A tal da hérnia de disco.

Que diabo é isso? Como funciona? Por que se fala tanto dela?

hernia-disco
Entenda o que é a hérnia e como identificá-la

Nossa coluna vertebral é composta de 33 vértebras, incluindo as sacrais e coccígeas, que são fundidas.

Entre uma vértebra e outra, com a função de amortecer os impactos que a coluna sofre devido ao ser humano ser bípede, existem os chamados discos intervertebrais. Esses discos são uma espécie de esponja, mais espessa na parte externa, e mais gelatinosa na parte interna.

Quando a carga sobre tais discos é excessiva, eles podem sofrer ruptura, o que permite que o conteúdo gelatinoso do disco extravase.

Em Medicina, a saída do conteúdo de um lugar para outro é chamado de hérnia. E aqui temos a hérnia de disco. Ela é mais comum nas colunas cervical e lombar, pelo fato destas serem lordóticas, o que impulsiona o conteúdo discal para trás.

E atrás do disco, situam-se as estruturas nervosas que “frequentam” a coluna. Vamos chegar lá.

A medula espinhal passa pelo meio da coluna, na parte posterior desta, e em posição posterior aos discos. Saindo da medula, encontram-se as raízes de inúmeros nervos, e que, ao sair, passam adjacente ao disco intervertebral.

No caso de uma hérnia, o conteúdo extravasado pode atingir a medula (ou o saco dural, pois abaixo da 2ª vértebra lombar não há mais medula), ou então as raízes nervosas, causando dores intensas e comumente irradiadas.

O que sente alguém com hérnia de disco?

A pessoa, numa hérnia lombar, comumente se queixa de dor e queimação na parte posterior da perna, ou mesmo sintomas de fraqueza. A perna não tem problema nenhum, o problema é lá na coluna, pois o disco extravasado irrita o nervo, e o sintoma se manifesta mais abaixo.

Já ouviram falar da tal “ciática” ? É isso que acabei de descrever. Além disso, a fonte de dor pode ser o disco, propriamente dito, mesmo se não há acometimento de raízes.

ma-postura
Esse animal está fazendo duas coisa ao mesmo tempo: engolindo o notebook e destruindo sua coluna.

Agora que vocês são experts em hérnia de disco, vamos ao caso do leitor:

Meu caro leitor, você omitiu uma informação importante para mim: Você tem sintomas?

Porque se não tem, é bem possível que o seu quadro seja apenas um achado anatômico. Sim, porque se fizermos ressonância magnética em toda a população, além de falir o sistema de saúde, descobriríamos que 98%, independente da idade, têm alguma alteração degenerativa, o que inclui hérnias e uncoartrose.

É o preço que pagamos por sermos bípedes. Felizmente, a maioria é totalmente assintomática. E alteração degenerativa, como o próprio nome diz, é conseqüência da idade e sobrecarga. Reverter, só nascendo de novo.

Teoricamente falando, se você não sente nada, tudo bem. Só não deveria fazer esforços como saltar, ficar longos períodos em pé, carregar peso. Tudo isso contribui para o aparecimento dos sintomas, mas também se enquadra no que eu chamo de ONSPPN (Orientação que não serve pra p... nenhuma), porque ninguém vai se restringir por não sentir nada.

Como eu digo para os meus pacientes, o objetivo do tratamento da hérnia de disco é ensinar você a conviver o mais harmoniosamente possível com ela. Você PODE fazer atividade física, se tem uma hérnia assintomática. Pode, mas não deve, entende ? Aí você assume seus riscos, pode ser que não aconteça nada, ou....

Já se existem sintomas, a notícia não é boa

Hérnia discal tem, no máximo, controle. Mesmo que seja feito tratamento cirúrgico, a coluna deixa de ser sã, a dor pode diminuir, mas as outras vértebras ficam sobrecarregadas, e novos problemas podem ocorrer.

Mesmo que o tratamento seja eficaz em controlar a dor, caso se retorne à atividade anterior, corre-se o risco de reativar o quadro. Infelizmente.

Mais uma vez, valem todas aquelas orientações posturais que coloquei aqui no meu primeiro artigo sobre coluna.

Dr Health, que depois que viu a maravilhosa Claudia Leite cantando “Exttravasa” em Porto Seguro, fez questão de usar repetidamente essa palavra neste texto.


publicado em 18 de Fevereiro de 2008, 17:23
7375567d0f2c379b7588ce618306ff6c?s=130

Mauricio Garcia

Flamenguista ortodoxo, toca bateria e ama cerveja e mulher (nessa ordem). Nas horas vagas, é médico e o nosso grande Dr. Health.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura