A pequena devoradora e o *** de Itu.

Meu problema deve ser, no mínimo, esdrúxulo. Me ajude, o que faço?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Pergunta: "Boa noite, Doutor.

Meu problema deve ser, no mínimo, esdrúxulo. Se você foi ao mercado nos últimos dias, pode ter visto o novo formato do ovo de páscoa baton: como o chocolate, em versão Itu Extra Large.

Eu não consigo vê-lo sem pensar no meu namorado. Tenho certeza que você pode imaginar porquê.

O membro dele é enorme e grosso. Ao contrário do que se pode pensar, isso não é apenas delicioso, mas também um aglomerado de inconvenientes. Eu tenho quadris estreitos e sou pequena e magra, então o lubrificante se faz necessário toda e cada vez.

A maioria das posições que eu aprecio envolvem profundidade e força, uma combinação infeliz e improvável nas atuais condições.

Somos jovens, mas ele tem relativa inexperiência sexual, e é visível sua frustração e o estado de miséria que fica cada vez que me machuca, mesmo sem ter tido a intenção.

Eu sou uma mulher, agradar faz parte do meu modus operandi. Vê-lo sentir-se mal por causa destes pequenos percalços acabou por me deixar tensa e inquieta, e eu me sinto incapaz de tranqulizá-lo quanto a situação toda.

Além do sexo oral, que muito me diverte, mas nele é bizarro: mal e mal consigo abrir a boca suficiente, e tentar não roçar os dentes é tarefa hercúlea.

Não se engane, ele me dá muito prazer; Tamanho não é uma lenda entre as mulheres sem motivo.

Por favor, me ajude se puder.

Como falar com ele, posições sexuais, técnicas obscuras de oral, uma piada bem sacada, marca de um lubrificante com odor agradável, qualquer contribuição é bem-vinda."

- The Chocolate Lass (tradução livre: uma mulher negra muito gostosa)

Minha querida,

lembra-algo
Ai, não sei porque, mas toda hora lembro do meu namorado...

"Se você foi ao mercado nos últimos dias, pode ter visto o novo formato do ovo de páscoa baton: como o chocolate, em versão Itu Extra Large."

Não gosto da Páscoa.

"Eu não consigo vê-lo sem pensar no meu namorado. Tenho certeza que você pode imaginar porquê."

Prefiro não.

"O membro dele é enorme e grosso. Ao contrário do que se pode pensar, isso não é apenas delicioso, mas também um aglomerado de inconvenientes. Eu tenho quadris estreitos e sou pequena e magra, então o lubrificante se faz necessário toda e cada vez. "

Curioso, para as mulheres, falar "membro grande e grosso" aparenta ser o equivalente masculino de "peituda de bucetinha apertada". Ambos os sexos se divertem com essas combinações e têm grande prazer ao fantasiar sobre.

"A maioria das posições que eu aprecio envolvem profundidade e força, uma combinação infeliz e improvável nas atuais condições."

Encare como um desafio. A vagina é elástica, ainda que varie de tamanho de mulher para mulher. Você feita para suportar diferentes tamanhos e seu corpo foi projetado para acomodar os mais diversos tamanhos de pinto.

O caminho no seu caso é muuuuuita prática e experimentação. A palavra-chave é estágios. Avance progressivamente. Mas no começo, reduzam tanto a força quanto a profundidade.

Assim como as preliminares aumentam o tesão do homem e fazem o pau do sujeito endurecer como uma sequóia, elas lubrificam e preparam a vagina da mulher para receber o que vem pela frente - ou por trás.

A. Técnicas Psicológicas para ele

"Somos jovens, mas ele tem relativa inexperiência sexual, e é visível sua frustração e o estado de miséria que fica cada vez que me machuca, mesmo sem ter tido a intenção."

Quando isso acontecer, diga exatamente o que você falou em sua pergunta:

"Não se engane, ele me dá muito prazer; Tamanho não é uma lenda entre as mulheres sem motivo."

E se o frescurento ainda continuar murcho, diga que até se machucar de leve com ele é bom, que você aprecia isso e não trocaria o pau dele por nada.

A técnica dourada

Fale a palavra "pau" acompanhada de qualquer adjetivo elogioso quantas vezes puder. Os homens não se cansam de ouvir isso. Nunca.

sex-shop
Encontre um bom sex shop e fique por dentro das novidades, as vendedoras costumam ser bem amigáveis e entendidas

B. Técnicas Práticas para o casal

Você está de frente para o Itu, em toda sua glória. Excitada, completamente molhada, com o lubrificante já aplicado, praticamente implorando pra ser penetrada até sentir o saco dele batendo em você enquanto geme e se contorce com o mais absoluto tesão.

*** Calma ***

Não você, mas o mancebo. Ele deve penetrá-la aos poucos e lentamente, fazendo sentir toda a fricção, enquanto você sente todo o relevo do pau dele. A cada nova entrada, ele vai um pouco mais fundo.

Nessa hora o auto-controle deve ser do cara. A mulher vai enlouquecer pedindo mais. O sujeito deve manter o sangue frio a apreciar a "tortura". No fundo, elas adoram ser provocadas e adoram mais ainda homens capazes de fazê-lo.

Quando ele finalmente enfiar tudo, ele deve aplicar uma pressão contínua, mas sem retirar e colocar toda a extensão novamente. Como já está devidamente acomodado, não vai doer. Vai na verdade ser extremamente prazeroso para você.

Uma posição...

A missionário, tradicional papai-mamãe, com ele por cima e você com as pernas fechadas. O contato e a pressão no o clitóris serão intensos e vocês podem ter controle da profundidade.

Vide Kama Sutra, há muitas outras que devem ser testadas. Descubram sem pressa.

Rapidinhas

Com todas as contigências possíveis, não dá para se privarem eternamente da beleza do sexo rápido e descompromissado. Quando precisarem de algo rápido e não tiverem um vidro de KY por perto, você vai se tornar uma mulher com uma missão.

Desça, chupe e despeje o máximo de saliva possível no pau dele. Quanto mais, melhor. Lembre-se do seu lema, agradar é o modus operandi feminino.

Limites

Sexo anal.

Só quando você estiver absolutamente bêbada, excitada e/ou sobre influência de psicotrópicos. Caso contrário, prepare-se para sofrer.

Oral.

Cuidado para não quebrar seu maxilar. Sério. Sei que as mulheres têm absoluta satisfação em chupar um pau, mas no teu caso vai encontrar certos limites. É a vida.

Dr. Cock, quer dizer, Dr. Love, espalhando amor pelo mundo


publicado em 04 de Março de 2008, 19:10
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura