O que é uma mulher? (Ou 11 dicas de garotas next-door)

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Perguntei "O que é uma mulher?" para 11 amigas lindas e, ainda assim, comuns, facilmente encontradas andando por aí – atrás de você no escritório ou no apartamento ao lado. Muito mais do que ouvir a Angelina Jolie falar sobre o que é ser mulher, eu quero saber o que as garotas next-door têm a dizer.

Com vocês, 11 mulheres falando no modo papo de homem: curtas, diretas e precisas. OK, às vezes nem tanto. Generosas, muitas transformaram suas falas em dicas para aqueles homens sedentos por manuais de sedução. Não sei se é uma pegadinha, cabe a vocês testarem.

"Mulher é o seguinte..."

"Mulher é o seguinte: no primeiro encontro seja gentil, pague a conta e abra a porta. No segundo encontro faça a moça rir, sorrir de lembrar de coisas bobas durante o dia seguinte e sentir vontade de estar do seu lado pra vocês rirem juntos de novo.

E no terceiro encontro: ah, mermão, faça ela ajoelhar! That's it!"

–Fernanda, 26 anos

o_beijo_gustav_klimt
"Em 1907, Gustav Klimt já sabia do que nós gostamos."

"Loucas porque..."

"Mulheres são tão loucas que chegam até a se interessar por homens. Se fossem sãs, ficavam se amando, completas, lindas e perfeitas como são."

–Sandra, 33 anos

"Uma ideia que você cria..."

"Mulher é uma ideia que você cria na sua cabeça. Considera que é de porcelana, frágil. Ou prefere achar que faz parte do esteriótipo de moderna, independente. Mulher é, friamente falando, um resultado bioquímico como você, influenciada por um bando de hormônios e mais um monte de sonhos, ideias desconexas e um punhado de sentimentos.

Mulher pode até te remeter àquela sensação de fragilidade, inocência, mas no final as mulheres são uma bela combinação de contrastes e, por isso, não têm definição."

–Luma, 23 anos

"Uma personagem por dia..."

"De Dona Flor a Velma Kelly, uma personagem por dia em uma sinceridade que exala. Mas eles, loucos que são, se interessam por elas e mais: por desvendá-las. De Madonna a Simone, Julia, Cameron, Angelina, Jennifer, um pouco de cada, inimigas entre si, numa cumplicidade que se estranha. O que são mesmo? Perguntam os meninos assustados entre saltos e saias. A resposta se perde entre pares de lábios."

–Mariana, 27 anos

"Sangue e sexo..."

"Assim de supetão, mulher é sangue e sexo; loucura e doçura; força, alguma fragilidade e umas estrofes daquela música do Gil."

–Júlia, 32 anos

"Decide, delibera e despacha..."

"Um amigo gay me falou que eu sou daquelas mulheres tipo "viado do avesso". Fica meio feio de falar, mas é a verdade. Agimos como mulheres que, para a sociedade machista, parecem homens, sem no entanto isso ter reflexo nas nossas escolhas sexuais (talvez tenha e Freud explique que nós também preferimos os homens porque nos são mais iguais ou pela falta do falo).

Na hora de de agir à francesa, com sedução, fazer biquinho e discutir a relação, meu tipo decide, delibera e despacha. Mas não abrimos mão de nada: maternidade, casamento, saltos altos e maquiagem, numa incongruência e numa vivência de múltiplos papéis que provam que temos dois cromossomos X."

–Soraia, 37 anos

mulher_privada
"Eu estou no vaso sanitário e ainda assim você pensou em sexo? É, nós temos esse poder."

"Muita areia, sereia, perua, deusa..."

"É alguém que pode ser chamada de Maria. E pode usar cor de rosa choque. É também conhecida como: muita areia, sereia, perua, deusa, formosa, bruxa, vida, diva, patroa e mainha. Violão, avião, galinha, vaca, cobra, frágil, fêmea, esposa, loura... e pomba gira. Gira na lua cheia, minguante, nova e crescente.

Mulher é um bicho esquisito, todo mês sangra, como diz a Rita Lee. E todo mês chora sem saber por quê. Mas quando passa: 'Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça, num doce balanço, e o mundo inteiro se enche de graça e fica mais lindo por causa do amor'..."

–Mona, 46 anos

"Saiba pegar..."

"Perceba alguma coisa nela (o cabelo, os olhos, brinco, roupa) e elogie discretamente. Ao abraçar passe a sensação de que é homem, forte, que vai protegê-la. Às vezes ceda, às vezes, mande... rs... Tenha qualidades dignas de admiração. Fato é que precisamos admirar o homem com quem estamos.

E saiba pegar, tocar. Se não souber, faça um curso!"

–Laura, 42 anos

"Mesmo que você siga todas as dicas..."

"Mulher: é surpresa! Ela adora receber surpresas e surpreender. Não queremos pensar em nada, então não deixe a decisão por conta dela. Mas nem pense em não saber o que ela gosta, isto você tem que descobrir, mesmo que seja perguntando. Mulher é cuidado. Ela vai cuidar de você e quer ser cuidada. Ela é forte, mas quer que você abra o vidro de azeitona.

Mulher é respeito, acima de tudo ela quer ser respeitada pelo que ela é. E mesmo que você faça algo que ela diz não gostar, ela pode aceitar se você conduzi-la com carinho para isso. Uma mulher só vai te amar se você amá-la primeiro. E além disso tudo, mulher é confusão. Mesmo que você siga todas as dicas, você ainda vai errar."

–Sara, 25 anos

jamesjean_maze
Maze, de James Jean, dispensa legendas com comentários bobos.

"Um pacote de incertezas..."

"Uma mulher é um pacote de incertezas, embrulhado em um papel de incoerências, com um laço de beleza, acompanhado de um cartão cheio de charme e liberdade. Meninos, não tentem entender ou explicar, apenas desfrutem o presente."

–Stela, 30 anos

"Em queda livre..."

"Uma mulher precisa viver intensamente, em queda livre, mas com a certeza de que haverá um belo e atencioso cavalheiro fazendo as vezes de rede de segurança.  É alguém que vive ligada no 220, emocional ao extremo, que xinga sem perder a doçura, realiza mil tarefas ao mesmo tempo e nunca deixa passar nada.

O que as mulheres querem? Que os homens obedeçam, se ajoelhem perante elas. Mas só quando a questão for assuntos práticos do dia a dia, pois em quatro paredes a história tem de ser outra.

Bem, acho que mulher é muito mais que isso, mas foi o que consegui agora. Porque, pra falar a verdade, nem nós mesmas sabemos quem somos."

–Andréia, 24 anos


publicado em 05 de Agosto de 2009, 08:51
Gitti

Gustavo Gitti

Professor de TaKeTiNa, autor do Não2Não1, colunista da revista Vida Simples e coordenador do lugar. Interessado na transformação pelo ritmo e pelo silêncio. No Twitter, no Instagram e no Facebook. Seu site: www.gustavogitti.com

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura