O vídeo que vai acabar com seu dia

A discussão sobre os direitos dos animais já é algo mundialmente conhecido. Mas o que você acha de tudo isso?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Não sou e acho que nunca serei vegetariano, mas respeito e entendo quem é. 

A relação entre homens, animais e a carne já é de longa data. Alguns vídeos da série fodástica da BBC Human Planet, publicados aqui essa semana, mostram que mesmo grupos de pessoas isoladas de qualquer civilização usam a carne como fonte primária de proteína e vitaminas. Isso comprova, da forma mais crua possível, que também fazemos parte da cadeia alimentar e que se alimentar de animais é algo intrínseco ao ser humano.

Mas, graças à evolução da tecnologia e dos meios de produção, paramos há muito tempo de ter que ir à caça para podermos ter a chance de comer um pedaço de bife ou de fazer um churrasco no domingo. Hoje, o maior perigo que enfrentamos ao ter que trazer comida para a mesa é o tamanho da fila do supermercado.

"Nada como o triunfo de uma caça bem sucedida"
supermarket

O grande problema de tudo isso é que, por conta da alta demanda, da concorrência e da obrigação de manter os preços baixos, os fazendeiros e produtores de alimentos acabam tendo que estabelecer padrões cada vez mais questionáveis de lida com os animais.

Assista se você tiver estômago.

Link YouTube | Se estiver lento, selecione "320p". Se não souber inglês, clique aqui.

Não acho que a humanidade deva e nem acredito que um dia ela vai parar de comer carne. O que precisa acontecer é uma mudança nas leis que regulam a forma com que os animais sejam tratados em cativeiro. Não só no Brasil, não só nos Estados Unidos, mas no mundo todo.

Na Inglaterra, por exemplo, já existem em todos os supermercados – e a preços bem populares – produtosfree-range, alimentos originados de fazendas onde os animais foram criados ao ar livre, em condições não tão estressantes como as mostradas no vídeo. Apesar disso, ainda são muitos os produtores que mantém os métodos cruéis de criação de animais.

Aqui em casa, minha mulher já me convenceu a sempre optar pelo free-range há algum tempo. Sei que essa ainda não é a solução, mas é, ao menos, uma alternativa que, se contar com o apoio popular, pode acabar trazendo a discussão à tona.

Agora, quero saber de vocês, leitores PdH, o que acham desse tipo de tratamento a que os animais estão sujeitos? Acham essa história de defesa aos direitos dos animais apenas baboseira ou algo que deve ser mudado urgentemente?


publicado em 25 de Fevereiro de 2011, 07:56
E4c14111fbfb81a75b22984e3520ada9?s=130

Thiago Rocha Kiwi

É nosso correspondente em Londres. Jornalista, nascido e criado na selva paulistana, gosta das oportunidades desafiadoras. Apaixonado por informação e conhecimento, enxerga o trabalho como uma forma de evolução e a internet como revolução. No Twitter, @thiagokiwi.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura