Receita simples de Torta Capixaba pra Páscoa

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Pedindo licença ao Dr. Cook, venho mostrar pra vocês como fazer um dos pratos mais típicos da minha região, a Torta Capixaba, totalmente tradicional, para o almoço de domingo de páscoa.

Um pouco da história

Como informa o site Folha Vitória:

"A Torta Capixaba é um prato tão presente na história do nosso Estado que até Pero Vaz de Caminha comentou nas cartas sobre o hábito dos índios de comerem uma mistura de frutos do mar com palmito.
Segundo o historiador Adilson Vilaça, a mistura indígena não era a torta como conhecemos agora, mas com certeza foi o que podemos chamar de “tataravô” da atual.
É somente por volta do século IX que a torta como conhecemos começa a tomar forma. Os portugueses já tinham o hábito de comer frutos do mar e com a forte influência que a igreja católica possuía sobre o povo lusitano, o hábito de não comer carne na Semana Santa era seguido à risca.
Foi nessa época que os portugueses tiveram a ideia de acrescentar o marisco e o bacalhau à mistura feita pelos índios. Nascia a Torta Capixaba."

Os Ingredientes


  • 7 ovos ( a quantidade de ovos é proporcional ao tamanho do recipiente)

  • ½kg de palmito-doce, tem de ser o doce não pode ser o de conserva de jeito nenhum!

  • 200gr de siri desfiado

  • 200gr de caranguejo desfiado

  • 200gr de camarão

  • 200gr de ostra

  • 200gr de sururu

  • 500gr de bacalhau desfiado

  • Cebola, azeite, azeitona, limão, coentro, cebolinha verde (a gosto)

Modo de preparo

O Palmito-doce é necessário cozinhá-lo durante cinco minutos, apenas com água. Após o cozimento pegue um pano de prato branco e seque o palmito, o espremendo ate ficar bem sequinho.

Com o bacalhau é preciso retirar todo o sal, cozinhando previamente para depois desfiá-lo.

O siri, o caranguejo, o camarão, a ostra e o sururu, devem ser feitas pequenas moquecas separadamente. Logo após retira-se todo o caldo, deixando-os o mais seco possível.

Prepare um refogado com a cebola, azeite de oliva, azeitona, limão, coentro, cebolinha verde. Em seguida junte com o palmito e leve ao fogo até que desapareça a água e crie uma certa consistência.

Adicione os mariscos ao refogado e novamente mexa até desaparecer a água. Paralelamente faça clara em neve com 6 ovos. Com o refogado seco e a clara em neve pronta, desligue o fogo para o refogado esfriar um pouco. Enquanto esfria, junte a clara em neve. Adicione agora o bacalhau e misture bastante.

Coloque tudo em uma panela de barro (caso não tenha uma, use um refratário de cerâmica).

Faça uma clara de neve agora com o ovo que sobrou e cubra a torta com ela. Pegue algumas cebolas e algumas azeitonas para decorar a parte superior. Coloque algumas rodelas da cebola e uma azeitona no meio delas (Decoração tradicional).

Leve ao forno até que a espuma esteja bem corada.

Esta receita satisfaz 6 pessoas, perfeitamente.

Deixem suas dúvidas e comentários por aqui. Bom apetite!


publicado em 03 de Abril de 2010, 13:44
3dac94fe5d397bdcc9ba506de6f437dc?s=130

Diego Rebuli

Estudante de Engenharia de Produção na UVV, amante da tecnologia, abnegador do futebol, eterno desastrado, antiparadigmático e o coreano mais falsificado do recinto.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura