Troquei uma feia cabeça por uma gostosa tapadinha

Tive uma namorada que, apesar de feia, era gostosa. Eu nunca fui apaixonado por ela.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Pergunta: "Caro Dr. Love

Tive uma namorada que, apesar de feia, era gostosa. Eu nunca fui apaixonado por ela, porém nós tínhamos uma boa e saudável relação, ela era uma pessoa bem madura e inteligente.

Acontece que eu a troquei por minha atual namorada, que é muito gostosa e linda! Mas ela faz o estilo menininha, não tem muita maturidade, e às vezes brigamos por motivos bobos.

Não que eu tenha me arrependido de fazer a troca, não é isso, mas algumas vezes sinto falta de alguns comportamentos da primeira, apesar de nunca ter sido apaixonado por ela como sou pela atual.

Será que fiz certo em trocar? Qual sua opinião?"

- Anônimo

Caro Anônimo,

você fez muito bem em trocar. E isso não tem nada a ver com beleza.

Relação saudável é bacaninha. Mas bacaninha, na minha opinião, é uma bosta.

tres
Nenhuma de nós é linda, mas somos diversão em triplo

O que você está fazendo é conhecer os vários lados da moeda. Ora uma garota com atitude que te agrade, ora uma garota absurdamente linda. Dessa maneira vai aprender duas coisas:

1. A colocar o devido peso em cada uma de suas prioridades

2. Nenhuma mulher é perfeita

E mesmo nenhuma delas sendo perfeita, você vai conseguir se aproximar cada vez mais daquela que te agrade em todos os sentidos. Quem não faz a fila andar, se torna refém do próprio medo ou comodismo.

Aproveite sua atual relação, aprenda com os buracos e lombadas que encontrar que pelo caminho. E lembre-se, quando chegar na próxima encruzilhada, de que você é livre. Tanto para seguir pela mesma rodovia, quanto para pegar o desvio pro caminho de terra.

Dr. Love, consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas


publicado em 20 de Fevereiro de 2008, 06:03
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura