Você se veste de acordo com o seu biótipo?

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo jockey

Existe um fator determinante para estar bem vestido: conhecer o seu biótipo.

Biótipo, WTF?

Como reconhecer o seu biótipo

De frente para o espelho (e de preferência só de cueca), seja crítico com você mesmo:


  • Qual a sua altura? Mais de 1,75 você é considerado alto. De 1,65 pra menos você é considerado baixo.

  • Pescoço fino ou grosso? Comprido ou curto?

  • Ombros largos ou estreitos? Musculoso, magricelo?

  • Braços finos ou gordos? Comprido ou curto?

  • Tórax com peito saliente?

  • Barriga e cintura magricela, malhada ou com pancinha de breja?

  • Quadril na mesma linha dos ombros, menor ou maior?

  • Bunda, bundão ou bundinha?

  • Coxas de Ronaldo, Mion ou Mionzinho?

  • Panturrilha de pinóquio ou de fazendeiro carga pesada?

  • Pés de princesa ou de abominável homem das neves?

  • No fim das contas, suas pernas tem mais ou menos o mesmo tamanho do seu tronco, ou um deles é bem mais comprido?

Muitas perguntas, eu sei, mas cada uma dessas respostas pede um tipo de peça diferente. Vale pedir ajuda da namorada, irmã, mãe ou amiga nessa hora. Elas com certeza sabem mais desse tema do que você – e claro, o veem "de fora", notam aquilo que você não enxerga.

"Oi Clara, aqui é o Felipe. Tudo bem? Seguinte, preciso da sua ajuda urgente! Tenho que descobrir quem eu realmente sou, é algo muito importante pra mim. Você pode me dar uma mão? Depois posso fazer o mesmo contigo..."

"Então, Clara, o seu biótipo é..."

Como já comentei antes, vestir-se bem é um exercício. E um bom jeito de iniciar esse treinamento é reparar em caras que se vestem com o estilo que você curte ou que tenham um corpo parecido com o seu. Porém, mostrar na prática todas as combinações possíveis de características corporais é inviável. Sem mencionar que se eu levar em conta as estações do ano e diferentes ocasiões, vira um livro.

Já que a trupe do PdH não passou no teste (ainda), selecionei alguns caras que mandam bem no quesito estilo, levando em conta o biótipo, para mostrar alguns truques na hora de se vestir.

Barriguinha de respeito

O Plan B estourou com essa música, mas o ponto é que ele se veste com muito apreço quando não está na cadeia.

"Sim, sou rapper, sou fino e ainda posso abraçar a Florence de vez em quando."

Pra disfarçar a pancinha, repare que a lapela do terno vai até onde a dita começa. Não é mais, não é menos. Isso serve para qualquer tipo de agasalho que você use também: deixe fechado até essa altura.

Cores escuras ou de tons semelhantes são sempre favoráveis para quem está acima do peso. Por isso ao usar um terno escuro, você pode (e deve) caprichar na gravata mais chamativa. Tirar a atenção do centro do corpo com um acessório e puxar o olhar para o seu rosto é excelente. Novamente o mesmo serve para roupas casuais. Evite estampas, bolsos e outros possíveis volumes nessa área, já bastam seus pneuzinhos por lá.

O Zach optou pelos tons semelhantes, mas se tivesse escolhido deixar a jaqueta ou cardigan um pouco mais aberto teria ficado muito melhor.

De codinome Bambu

Você é magro ou pior, magro de ruim. Sabe por que toda mulher quer ser assim também? Porque isso quer dizer que ela pode fazer uso de todos os artíficios e novidades da moda sem se preocupar. Não tem estampa ou vestido bufante com mil terecotecos que a impeça.

Então que tal usar isso ao seu favor, assim como o Daniel Day-Lewis?

Até como o açogueiro em "Gangues de Nova Iorque" o cara estava estiloso.

Quem tem esse tipo de corpo pode abusar de peças com tecidos mais estruturados, texturizados e volumosos, como a jaqueta da segunda foto. Repare que o ator sempre tem o pescoço coberto, seja por uma gola ou cachecol, isso tudo porque o pescoço dele é fino. Passando isso para as roupas casuais e mais leves, camisetas polo surtem o mesmo efeito.

Tons contrastantes também ajudam a quebrar em segmentos esse tipo de corpo, dimuindo a sensação que você é magrelo ou comprido. É possível utilizar essa tática com camisetas de listras horizontais ou com sobreposições que darão peso ao corpo tão leve.

Em versão mais tropical, temos o ator Paulo Vilhena. Carioca malandro, usa na medida as peças com um tamanho um pouco maior. O mais comum é ver homens magros com peças muito maiores – não sei de onde eles tiraram que isso pode deixá-los com uma aparência melhor...

Pegador profissional, ator nas horas vagas

Veja só, o Paulo usou de tudo: tecidos brilhantes, estampados (padronagem), cores contrastantes, segmentação da figura, sobreposições e arrematou de vez com o uso de acessórios. Cinto chamativo, colar e carteira. Tá de parabéns.

Agora um ponto em comum que vale a pena ressaltar aqui entre o Daniel e o Paulo é o calçado. Ambos optaram por opções mais pesadas. Esse é um daqueles detalhes que adicionam peso à figura. Pode ser com tênis, botas ou até mesmo chinelos, daqueles com as tiras mais grossas.

Tampinha

Ele definitivamente não é 100%, mas é um bom exemplo. Bono Vox segue à risca os truque de estilo para favorecer a sua figura. Mas vamos esquecer os óculos bizarros nessa história, ok?

"Sarkozy, qual a altura do salto do seu sapato? O meu tem 4cm."

A primeira imagem é impagável: dois caras super baixinhos e líderes mundiais, vestidos iguais. Sem gravata, camisa um pouco aberta, terno de botão simples ou duplo, cinto no tom da calça, calça com cintura no lugar e gancho bem rente à virilha, modelagem ajustada ao corpo, usando cores monocromáticas ou de tons similares e sapato social com salto. Sem estampas, peças simples, sem muitos detalhes. Praticamente irmãos gêmeos!

Tudo isso não é mera coincidência. Todo cara de estatura baixa deveria fazer uso desses artifícios.

O próprio Bono dá o exemplo de como utilizar isso em ocasiões informais. No primeiro visual ele mostra como os agasalhos, jaquetas e similares devem ser: fechamento simples. O boné militar, assim como o chinelo com solado grosso, acrescentam alguns centímetros no pequeno irlândes. A única coisa que poderia ser melhor é a camiseta, de gola V alongaria mais um pouquinho e daria destaque ao rosto.

Já no segundo, novamente seguindo cores monocromáticas e desta vez todo em blue jeans (vale falar, “zuper” tendência), Bono acerta novamente. A calça de modelagem reta e com lavagens suaves mais lavagem de bigode de gato (linhas horizontais de “desgaste” na altura da virilha) são perfeitas para homens quem tem entre 1,70 e 1,65 pra menos. E a bota, com um saltinho disfarçado na barra da calça mais comprida, é o toque final.

Outra dica, mais veraneio, é usar bermudas mais curtas, daquelas que acabam um pouco acima do joelho ou exatamente na altura do mesmo. Mais do que isso você perderá a perna. E repito: vamos esquecer os óculos bizarros nessa história.

O seu estilo aproveita o seu biótipo?

Agora eu quero ouvir dos marmanjos leitores PdH: já tinham reparado em detalhes assim? Sabiam que eles fazem essa diferença toda? Que outros caras vocês admiram pelo estilo? (Ou têm vergonha de admitir?)


publicado em 04 de Maio de 2011, 13:01
0cbcda5e3fe5852ce3927eadbf27ae9d?s=130

Verônica Gunther

Sofre de Wanderlust agudo, e faz de tudo nessa vida pra continuar assim. Já trabalhou com moda, marketing, social media e agora acha que é redatora de UX (oi?). Viciada em psicologia da felicidade, fundou a Usina da Forma com uma galera e tem como propósito a felicidade em rede. Stalkeie por aqui.

Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há oito anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura