11 filmes pra assistir em outubro

Desde tirar o atraso de setembro até passar no cinema depois do trabalho pra estreia da semana

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Em setembro a gente viu Que horas ela volta?

O filme estreou no finalzinho de agosto e a interpretação da Regina Casé como Val impressionou. Ela foi premiada como melhor atriz no Festival de Sundance, junto com Camila Márdila, que interpretou Jéssica, sua filha. A crítica em forma de película é boa e foi a escolhida para represntar o Brasil no Oscar 2016.

Só saberemos se o filme será indicado ou não em janeiro e, até lá, vai rolar muita coisa boa no cinema. Enquanto isso, sugiro uma lista de 11 filmes pra assistir no próximo mês.

Convido todo mundo pra continuar essa lista nos comentários, com outras indicações que acharem interessantes, sejam elas de filmes novos ou antigos.

Primavera chegando, domingos ensolarados pela frente... Cai bem uma caminhada até o cinema de tardezinha, não?

1. A festa de despedida

O filme israelense só chegou no Brasil no último dia 17.

Numa casa de repouso pra idosos, Yehezkel se vê diante de um dilema moral quando a colega Yana, cujo marido está numa cama de hospital pede pra ele inventar uma máquina que permita aos pacientes o suicídio no aperto de um botão.

Pra quem curte enxergar as questões profundas da vida de forma leve, essa comédia dramática pode cair bem. Além disso, vale dar uma chance pro cinema israelense.

2. Tristeza e alegria

Esse dinamarquês também estreou dia 17, mas vem com um tom mais melancólico.

A história não é exatamente original – Johannes e Signe perdem o filho e precisam, juntos, achar força pra seguir em frente.

O que traz o filme pra essa lista é seu diretor, Nils Malmors, símbolo do país na indústria cinematográfica. Vale descobrir a profundidade que ele deu pros seus personagens e até onde a dor da perda de um filho é igual pra todo mundo.

3. De cabeça erguida

O filme francês estreou no mesmo dia que os dois anteriores.

Contando com nada mais, nada menos que Catherine Deneuve, aqui a história do Malony é contada desde a infância. O menino começa a apresentar comportamentos violentos e problemas na escola desde os seis anos e causa dor a quem está a sua volta.

Uma juíza de menores e um educador, Florence e Yann, apostam na recuperação do moleque e se prestam a ajudar.

Em tempos de manifestações pela redução da maioridade penal, pode ser uma boa reflexão.

4. Evereste

Esse aqui tá pra estrear no próximo dia 24.

É matador pra quem curte sentar na sala do cinema e sentir o coração acelerar de medo. O trailer já dá o tom – cheio de quase-quedas, ameaças de tempestades e aventura.

Os efeitos especiais podem ser outro ponto a favor. A combinação de gente de verdade com programação digital tem tudo pra dar muito certo.

Preciso dizer que é sobre gente que quer escalar pra chegar no pico do Evereste?

5. Um senhor estagiário

Tudo bem, eu entendo, esse título em português não colabora com o longa que vai estrear dia 24.

Mas se Robert de Niro, Anne Hathaway e Nancy Meyers no roteiro e direção não forem suficientes pra te convencer a dar uma chance, eu não sei o que vai.

Esse talvez não seja pra tardes de domingo ensolaradas, mas pra sábados à noite com sorvete. Levíssima, a comédia americana é sobre Ben, que não se satisfaz com a aposentadoria e torna-se estagiário num site de moda.

Se não quiser um mindblower, vá nessa mistura estranha de Robert de Niro com Anne Hathaway.

6. A travessia

O que é que te move?

Em A travessia, que também estreia dia 24, o que move Phillip é a adrenalina. O artista atravessa, a pé, cabos pendurados em alturas desesperadoras. Em 1974 ele estava pendurado entre as torres gêmeas, no World Trade Center.

Espero que a imagem do trailer já não seja o suficiente pra te deixar tonto.

7. Peter Pan

Peter Pan estreia dia 8 do próximo mês e segue a tendência que as adaptações de histórias infantis vêm mostrando: aventura e fantasia assumindo um quê do assustador, do que é tão mágico e novo que espanta.

O novo modelo tá atraindo todo o tipo de público. Se antes os adultos na sala eram pais de família, hoje tá rolando de tudo.

A história do orfão que vai para a Terra do Nunca para se tornar heroi tem, dessa vez, Hugh Jackman dirigido por Joe Wright na produção.

8. A colina escarlate

Rapaz, pra esse aqui, que estreia dia 15 de outubro, eu poderia dizer que a direção é do Guillermo del Toro e encerrar minha fala porque esse direitor não tá pra brincadeira.

Se tem uma coisa que é difícil é fazer filme de terror decente, mas ele consegue. Se ainda não viu, corra pra Los Ojos de Julia e O Orfanato.

O melhor é que, neste filme, não há falsas tentativas de verossimilhança que acabam por falhar lamentavelmente. A película assume sua fantasia e o caráter de terror e usa dos elementos estéticos pra isso. Dá pra sacar no trailer.

A história? Uma escritora que, tentando fugir de um amor do passado e um homem bizarro, vai pra uma mansão literalmente sinistra.

Só é uma pena que os filmes de Guillermo não sejam mais na língua espanhola. Tem charme maior que sussurar em espanhol?

9. Ponte dos espiões

Guerra fria, Steven Spielberg e Tom Hanks. Dia 15 de outubro nos cinemas. Aguardo vocês lá.

Nesse filme, um piloto estadunidense fica retido na União Soviética e o advogado de seguros James é recrutado pela CIA com a missão de resgatá-lo.

Não vou nem listar toda a filmografia de Spielberg e Tom Hanks. O que posso dizer que esse faz o maior estilo filmaço, pra ver com o seu pai no cinema com um sistema de som foda e um saco de pipoca cheia de gordura na mão.

Ou, pelo menos, é o que vou fazer com o meu.

10. Um amor a cada esquina

Explico porque este filme tá na lista: depois de Guerra Fria, gente escalando o Evereste, eutanásia, jovens com transtornos de comportamento e a sua rotina de trabalho, até os deuses precisam de um respiro.

É justamente lá pro meio do mês, quando ele estreia – também no dia 15 – que o cansaço mental começa a bater à porta e passa pela sua cabeça a ideia de rever a primeira temporada de Friends. É fácil, descomplicado, fluido.

Não reveja a série, rapaz. Aqui, a Jennifer Aniston é a psicóloga de uma prostituta. A moça se envolve com um produtor que quer tirá-la da profissão.

O filme ainda tem Owen Wilson. Pastelão.

11. Sr. Holmes

1947, Dr. Watson já era. Sherlock, aos 93 anos, não conta mais com a sua ajuda pra solucionar o último de seus casos. O processo todo é dificultado pela sua própria mente, que já não é mais tão ágil, mas ele divide as reflexões com o menino Roger.

Sherlock é clássico. Também estreia dia 15.


publicado em 19 de Setembro de 2015, 00:00
10710799 10152759290008996 1807417555040828999 n

Marcela Campos

Tão encantada com as possibilidades da vida que tem um pézinho aqui e outro acolá – é jornalista pela USP, professora e instrutora de saúde reprodutiva. Modera uma comunidade de quase quinze mil mulheres e não tem preguiça de bater um papo bom.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: