14 Dicas de um Pai há 14 anos

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Depois de 14 anos, quando troquei a primeira fralda da minha filha - e durante todo este tempo - pude perceber que estou em um MBA constante.

Cada dia é uma nova forma de encarar a vida de ser pai, cada fase de crescimento de um filho é uma prova, com risco de tirar nota baixa e nem ter chance de recuperação.

Nestes tempos modernos, quando as mulheres estão tomando seus espaços no mercado de trabalho (adoro trabalhar com mulher, principalmente quando ela é chefa) e os homens estão assumindo mais e melhor a relação com os filhos, resolvi dar minha contribuição...

Não sou ligado a numerologia, mas 14 anos de pai, merecem 14 dicas!

1. Recebeu a notícia de que você esta grávido?

jovem-pai2
Sem desespero!

Depois de suar frio, o mundo girar e a vista escurecer, relaxa. O que tá feito, tá feito e não é tão ruim assim, pelo contrário. É claro que a relação com a outra parte, a mãe, pode influenciar no padrão dos sintomas pós-informação, mas se pensar na felicidade que vem pela frente, tudo muda. Vai por mim, saber que poderá ajudar a construir uma vida, da melhor forma do mundo, é extremamente gratificante.

2. Independente do tempo entre a informação e o dia do parto, já comece a estudar e planejar a mudança de sua vida consumidora.

Como escrevi no texto "Uma Caixa de Cerveja custa um Pacote de fraldas", as prioridades de gasto mudarão completamente. Mas se você pode se planejar, reserve pelo menos uns 20% de tempo e recurso para gastar com você. Não posso negar que na paternidade existe um grau de estresse, mas nada que não se possa contornar com este percentual.

3. Aqui depende muito da relação com a mãe, do seu filho, é claro.

Mas sendo boa ou ruim, é extremamente importante que conversem muito antes do baby dar o primeiro choro, sobre como vocês encaram a educação, o que pensam sobre o crescimento e combinem bastante como será o discurso de cada um, estando juntos ou separados. Isso é muito importante para evitar filhos que dão a desculpa de viver em um "lar desfeito e bagunçado" para justificar as cagadas que farão na vida.

4. Fotos, tire muitas fotos.

jovem-pai
Aproveita que a cria é sua

Aproveite que a tecnologia ajuda, com câmeras digitais e impressoras caseiras, para registrar em foto e vídeo cada fase de crescimento do rebento. Quando eu era bem pequeno, meus pais tinham a mania de gravar em um cassete (é, sou quase um lobo) eu e meus irmãos conversando, rindo e brincando, e até hoje elas são ouvidas com delicioso saudosismo. E monte álbuns e mais álbuns. Pode parecer babaquice, mas depois de alguns anos, entenderá esta dica.

5. Fralda, sempre ela.

Sim, sua unidade monetária a partir da gravidez será fralda. Faça uma lista de todas as farmácias das redondezas e visite-as uma vez para conhecer os balconistas, além de fazer uma lista das marcas que cada uma vende, com os preços para realizar comparações. Não se intimide, faça um leilão mesmo, conte para uma farmácia do preço de outra, jogue uma contra a outra, ameace denunciar todas por cartelização, jogue sujo....vai por mim, a sujeira que o baby fará nas fraldas me dará razão!

6. Sendo menino ou menina, não importa, na hora da brincadeira se jogue no chão e se misture com todos os brinquedos.

É nessa hora que se aprende muito, tanto você quando o rebento. Como tenho filha, conhecia todas as Barbies e encarei várias vezes o personagem Bob, que sempre casava com a Barbie Loira. Conheça todos os brinquedos, heróis, carrinhos, bonecas, jogos, games, etc. Cante as músicas dos programas de tv, dos desenhos animados, faça as coreografias mais ridículas, ou seja, viva o mundo do pequeno ou da pequena.

7. Isso parece dica de Super Nany, mas é fato.

jovem-pai-4
Olho no olho

Na hora de falar grosso, ou mesmo na hora de falar manso, faça isso no mesmo nível - olhos nos olhos. Se abaixe até a altura do herdeiro e fale firme. Aquela história de que filhos são tiranos, é verdade! Não se espante com as armações para se dar bem nas suas costas. Ele ou ela estarão testando sua capacidade de ser adulto e super-herói.

8. Ainda em se tratando de chão, um filho faz exatamente tudo copiando os pais.

Então, se quer um rebento saudável, tem que ter práticas saudáveis e uma delas é a alimentação, principalmente de frutas. Não tem coisa mais gostosa e divertida do que comer uma grande manga no chão da cozinha - ou no quintal, se for o caso - se permitindo toda lambança. É uma prática que não se esquece.

9. Seja coerente, firme, mas mostre que pode ser flexível e assuma o erro, quando acontecer.

Como escrevi algumas linhas acima, cada dia é uma prova de MBA, sem muitas chancer de corrigir o erro. Se disse sim, tem que ser sim, mas justificando e dando uma excelente razão para isso. Se for não, a regra é a mesma. Se errar, assuma imediatamente o erro e mostre que apesar de super-herói, você é humano também.

10. Sexo, Drogas e Rock 'n Roll têm que ser tema constante dentro de casa.

Principalmente quando perceber que alguns interesses começarem a surgir. É claro que saberá medir o nível da informação de acordo com o nível de percepção da idade da criança, mas não venha com aquela história da abelhinha que pega o pólen...etc etc etc. Aliás, quando ouvir a pergunta "Pai, o que é sexo?", responda na hora de maneira clara e transparente, não mude de assunto.

11. Se for pai solteiro...

jovem-pai-3
Isso mesmo, hora de brincar de escalada

Por coisas da vida, não deixe de ir ao parque de manhã tomar sol com o filhote, não deixe de ir a reuniões de pais na escola, não deixe de levar o garoto nas peças de teatro infantil, não deixe de levá-lo nos parques de diversão, se é que você me entende...

12. Se for pai casado...

Não deixe que seu filho queira dormir na cama com vocês dois, não deixe que ele passe da hora de estar na própria cama, não deixe de sair pelo menos uma vez a cada 15 dias com sua esposa e se ele ou ela, pegarem você agarrado com a patroa, não dê um pulo como se tivesse fazendo algo errado, pelo contrário, mantenha a calma e aja naturalmente.

13. Seja motorista.

Cara, não tem coisa melhor do que levar seu filho na casa dos amigos, nas festas, ou seja, em qualquer lugar que ele queira ir - e é claro, se puder. Mas o bacana é ver a alegria do filhote da filhota quando aponta para você e fala para os amigos "É meu pai!".

14. Por fim, seja homem.

jovem-pai5
Um filho é o orgulho de uma vida

Emocione-se com o crescimento de uma nova vida!

Bem, estas foram as 14 contribuições que imaginei para começar. É claro que tem muito mais, e gostaria de dividir com todos mas para facilitar, se alguém se interessar em saber mais, posso responder perguntas de pais de primeira viagem, de filhos e filhas sobre o relacionamento com pai, de garotos sobre como lidar com o pai da namorada, e até de garotas sobre como lidar com a futura sogra e sogro....e por aí vai.

Espero poder ajudar.

Ricardo Cabianca é Publicitário de formação acadêmica, mas prefere dizer que é Profissional de Comunicação e Marketing. Ajuda empresas a entender e planejar sua comunicação para vender mais, mas não peça uma dica, porque ele segue a frase “Não me peçam para dar a única coisa que tenho para vender” (Cacilda Becker).

Mantêm o blog Ca’bianca Comunicação & Relacionamento que daqui a pouco vai ganhar um upgrade.


publicado em 08 de Novembro de 2007, 09:54
1177a79bf176a0a4207403ad74e2b209?s=130

Ricardo Cabianca

Cabianca é um super-herói, pai e consultor de marketing. Conheça mais sobre ele no excelente blog Cabianca Comunicação.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: