A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

14 maiores lutas de boxe de todos os tempos

Houve um tempo em que os boxeadores não lutavam só por dinheiro

Na noite deste sábado, Floyd 'Money" Mayweather e Connor 'The Notourious' McGregor, subirão no ringue em Las Vegas para ganhar uma luta e muito, muito dinheiro.

Falamos um pouco dessa luta neste outro post, mas agora chegou a hora de reviver outros confrontos históricos dos ringues e perceber que já houve um tempo onde os lutadores não brigavam só por dinheiro. Havia muito mais em jogo.

Confira:

1. Jack Johnson vs James Jeffries

Quando: 4 de julho de 1910

Onde: Reno, Estados Unidos

Vencedor: Jack Johnson, por desistência de James Jeffries

Chamada pela primeira vez de "A luta do século" ainda em 1910, o confronto entre Jack Johnson e James Jeffries se tornou a luta dos brancos contra os negros.

Numa época de grande preconceito racial nos Estados Unidos, o duelo foi inflamado o tempo inteiro por frases de Jeffries do tipo "os brancos são melhores do que os negros e eu vou provar". A torcida entrou na onda e gritou "mate o negro" durante quase todo o duelo, mas Johnson não se abateu e venceu o confronto após levar o oponente a pedir desistência da luta.

Com a vitória, os negros tomaram as ruas para comemorar, mas foram reprimidos violentamente pela polícia em confrontos que deixaram 25 mortos pelas ruas da cidade de Reno, no estado de Nevada, nos Estados Unidos.

2. Jess Willard vs Jack Johnson

Quando: 5 de abril de 1915

Onde: Havana, Cuba

Vencedor: Jess Willard, por nocaute no 26º round

Passados cinco anos da luta contra James Jeffrie, Jack Johnson se viu novamente num duelo contra um caubói branco, mas dessa vez teria que defender o cinturão de campeão.

Esperava-se um massacre de Johnson, afinal seu oponente já tinha 29 anos e não era reconhecido por ser lá muito talentoso. A luta, prometida para durar até 45 rounds(!), não chegou a tanto. Jess Willard não só resistiu aos golpes de Johnson como desbancou o campeão.

3. Jack Dempsey vs Luis Àngel Firpo

Quando: 14 de setembro 1923

Onde: Nova Iorque, Estados Unidos

Vencedor: Jack Dempsey, por nocaute no 2º round

Essa luta entrou pra história como uma das mais agitadas de todos os tempos. O combate durou apenas 2 rounds, mas, somados, os dois atletas ficaram de cara com a lona pelo menos 12 vezes.

Ainda no primeiro round, o argentino Luis Àngel Firpo derrubou o americano Jack Dempsey e chocou a plateia. O campeão respondeu levando o adversário sete vezes consecutivas ao chão antes de ser novamente derrubado e chegar a cair do ringue. Tudo em menos de cinco minutos.

Na segunda parte, porém, o desafiante não resistiu mais à luta franca com o campeão e Dempsey manteve o cinturão.

4. Joe Louis vs Max Schmelling

Quando: 22 de junho de 1938

Onde: Nova Iorque, Estados Unidos

Vencedor: Joe Louis, por nocaute no 1º round

Novamente a questão racial foi preponderante no duelo. Joe Louis, um afro-americano, enfrentava Max Schmelling, um alemão, em plena escalada do nazismo.

A luta ainda envolvia um histórico: Schmelling, um completo azarão, tinha vencido Louis dois anos antes contrariando uma desvantagem de 10 a 1 nas bolsas de apostas. No ano seguinte, Louis pediu a revanche e venceu, mas continuou marcado pela derrota. Desta vez, porém, o confronto de desempate não deixou restarem dúvidas: Schmelling beijou a lona no primeiro round.

5. Rocky Marciano vs Joe Louis

Quando: 26 de outubro de 1951

Onde: Nova Iorque, Estados Unidos

Vencedor: Rocky Marciano, por nocaute no 8º round

Mais de uma década depois, Joe Louis já era considerado uma lenda do esporte, mas começava a decair. Foi quando Rocky Marciano, o primeiro campeão invicto dos pesos penas, teve a chance de enfrentar o rival e herdar seu trono.

O duelo durou 8 rounds e terminou com a vitória de Marciano para a aposentadoria de Louis dos ringues.

6. Rocky Marciano vs Jersey Joe Walcott

Quando: 23 de setembro de 1952

Onde: Filadélfia, Estados Unidos

Vencedor: Rocky Marciano, por nocaute no 13º round

No ano seguinte, foi a vez de Marciano entrar no round novamente para enfrentar outra estrela do boxe. Jersey Joe Walcott tinha acabado de conquistar o cinturão dos pesos pesados, mas não durou muito tempo com ele e foi derrotado por Rocky Marciano.

Mas engana-se quem pensa que foi fácil. Se a luta tivesse tido os 12 rounds tradicionais, provavelmente Walcott venceria por decisão unânime dos juízes já que massacrou o adversário durante quase o tempo inteiro. Mas Marciano resistiu e acertou um belo golpe para derrubar o campeão e toma-lhe o cinturão.

Após isso, Marciano ainda defendeu o título diversas vezes antes de se aposentar com um cartel intocável de 49 vitórias em 49 lutas, igualado recentemente por Floyd Mayweather que terá no confronto de hoje a chance de superá-lo pela primeira vez. 

7. Sugar Ray Robinson vs Carmen Basilio

Quando: 25 de março de 1958

Onde: Chicago, Estados Unidos

Vencedor: Sugar Ray Robinson, por decisão dividida dos juízes

Uma das maiores rivalidades da história do boxe foi travada na década de 1950 entre Sugar Ray Robinson e Carmen Basilio. Os dois já tinham se enfrentado em 1957, quando Basilio tomou o cinturão de Robinson. Este, por sua vez, pediu a revanche que foi marcada para 25 de março de 1958.

Naquela noite, aos 37 anos, Robinson sabia que não estava mais no auge e adotou uma postura diferente do que lhe levou ao cartel de 140 vitórias, dois empates e seis derrotas em toda a carreira. Com golpes rápidos, ele comprometeu a visão do oponente, mas não conseguiu derrubá-lo. Basilio resistiu até a contagem dos pontos, mas teve que devolver o cinturão à Robinson, ainda que sob protestos.

8. Joe Frazier vs Muhammad Ali

Quando: 8 de março de 1971

Onde: Nova Iorque, Estados Unidos

Vencedor: Joe Frazier, por decisão unânime dos juízes

Os dois exímios boxeadores vinham em plena ascensão de suas carreiras e chegaram ao duelo, ambos, invictos. Pior para Muhammad Ali que encontrou sua primeira derrota depois de 15 assaltos e a decisão unânime dos juízes.

Vale lembrar que esta foi a luta em que Ali tentava recuperar o cinturão de campeão depois de tê-lo perdido por se recusar a servir ao exército americano na Guerra do Vietnã. Não deu. Mas haveria revanche.

9. Muhammad Ali vs Joe Frazier

Quando: 28 de janeiro de 1974

Onde: Nova Iorque, Estados Unidos

Vencedor: Muhammad Ali, por decisão unânime dos juízes

Alguns anos depois, Ali e Frazier voltaram a subir juntos no ringue para a tão aguardada revanche. Desta vez, porém, nenhum dos dois estava invicto. Ali tinha perdido para o próprio Frazier, em 1971, e este acabara de perder o cinturão para George Foreman.

O duelo serviu inclusive para definir quem seria o desafiante de Foreman na próxima defesa do cinturão e, desta vez, pior para Frazier: vitória de Ali por decisão unânime dos juízes após 12 rounds.

Houve tempo para mais uma luta entre os dois antes do fim da carreira para desempatar o duelo particular e Ali levou a melhor novamente ficando com saldo positivo num dos confrontos de maior rivalidade da história do boxe.

10. Muhammad Ali vs George Foreman

Quando: 30 de outubro de 1974

Onde: Kinshasa, no Zaire (atual Congo)

Vencedor: Muhammad Ali, por nocaute no 8º round

A luta anterior de Ali contra Frazier tinha garantido a ele o direito de disputar o cinturão novamente, mas Foreman era tido como favorito, sobretudo, por ser 7 anos mais novo que Ali.

O confronto que permeia o imaginário de todos os amantes de boxe e já rendeu livros, filmes e documentários premiados foi marcado para ser disputado no Zaire, atual República Democrática do Congo e ganhou o apelido de "Rumble in the Jungle".

Carismático, Ali ganhou o apoio da torcida local antes da luta e não perdeu mesmo ficando apenas na defensiva durante sete rounds completos. No oitavo, porém, com Foreman cansado de tanto golpear sem conseguir derrubar, Ali acertou um golpe de direita que levou o então campeão direto ao chão.

11. Sugar Ray Leonard vs Marvin Hagler

Quando: 6 de abril de 1987

Onde: Las Vegas, Estados Unidos

Vencedor: Sugar Ray Leonard, por decisão dividida dos juízes

Avançando no tempo, chegamos a 1987 quando a luta entre Sugar Ray Leonard e Marvin Hagler novamente parou o mundo do boxe.

De um lado, Leonard, ex-campeão afastado por três anos do ringue por um descolamento de rotina. Do outro, Hagler, famoso pela sua mãe pesada e sem perder há mais de uma década(!). Um duelo que prometia ser equilibrado e realmente foi. Não à toa, a decisão dividida dos juízes ao final do confronto fez com que o derrotado Hagler não aceitasse o resultado e decidisse abandonar o boxe.

12. Julio César Chávez vs Meldrick Taylor

Quando: 17 de março de 1990

Onde: Las Vegas, Estados Unidos

Vencedor: Julio César Chávez, por nocaute no 12º round

Outro confronto histórico marcado pela polêmica com a arbitragem aconteceu em 1990 entre Julio César Chávez e Meldrick Taylor.

Chávez era o atual campeão pelo Conselho Mundial e Taylor detinha o cinturão da Federação Internacional. O confronto entre os dois colocou frente a frente, a mão pesada de Chavéz e a velocidade e esquiva de Taylor. O segundo saiu na frente e parecia vencer por pontos quando a luta chegou ao 12º round. A ele restava segurar a pressão do rival e comemorar a vitória. Mas o mexicano fez um golpe poderoso passar pela guarda do americano e levá-lo ao chão faltando menos de 20 segundo pro final da luta. Taylor até tentou se levantar, mas o juiz decretou nocaute técnico restando apenas 2 segundos no cronômetro.

13. Evander Holyfield vs Mike Tyson

Quando: 28 de junho de 1997

Onde: Las Vegas, Estados Unidos

Vencedor: Evander Holyfield, por desclassificação de Mike Tyson

Talvez a luta mais famosa da história do boxe seja esta disputada entre Evander Holyfield e Mike Tayson em 28 de junho de 1997.

Tyson, um campeão em fim de carreira, polêmico dentro e fora do ringue, já tinha sido derrotado por Holyfield antes e pediu a revanche. Mas o terceiro duelo entre eles mostrou que Tyson não só estava ultrapassado como desesperado: em clara desvantagem no duelo, o americano mordeu a orelha direita do rival, levando-o à loucura. O juiz porém apenas advertiu Tyson e mandou a luta recomeçar quando Tyson partiu pra cima e mordeu, dessa vez, a orelha esquerda de Holyfield, arrancando-lhe um pedaço.

Mike Tyson foi, portanto, desclassificado e banido do esporte por 1 ano sem nunca mais voltar ao topo.

14. Manny Pacquiao vs Floyd Mayweather

Quando: 2 de maio de 2015

Onde: Las Vegas, Estados Unidos

Vencedor: Floyd Mayweather, por decisão unânime dos juízes

Desde então, o boxe deixou de desfrutar de tanto prestígio quanto já teve antes e foi sendo parcialmente substituído na preferência do público por outros esportes. Mas houve tempo para que, em 2015, uma superluta fosse organizada e colocasse frente a frente Floyd Mayweather Jr (campeão de cinco categorias e invicto, até então, por 47 lutas) e Manny Pacquiao (campeão de oito categorias e único a unificar os cinturões do peso meio-médio).

Envolto em muito marketing e dinheiro, estima-se que os lutadores dividiram uma bolada de US$ 250 milhões. Dentro do ringue, a luta também foi um sucesso, mas por decisão unânime e polêmica dos juízes, Mayweather venceu o duelo e aumentou sua invencibilidade que mantém vivo seu sonho de quebrar o recorde histórico de Marciano. O que pode acontecer hoje se ele voltar da aposentadoria e, aos 40 anos, derrotas o irlandês Connor McGregor num crossover com o MMA que pode quebrar todos os recordes de arrecadação da história das duas modalidades.

Bônus: Acelino Popó Freitas vs Anatoly Alexandrov

Quando: 07 de agosto de 1999

Onde: Le Cannet, França

Vencedor: Acelino Popó Freitas, por nocaute no 1º round.

Para o Brasil, especificamente, a luta mais marcante deve ter sido aquela em que Acelino Popó Freitas derrotou o russo Anatoly Alexandrov e conquistou pela primeira vez um título mundial.

O duelo foi marcado pela superioridade de Popó que derrubou o então campeão nos primeiros segundos. O russo, baqueado, conseguiu se levantar, mas foi derrubado novamente pelo brasileiro para não voltar mais. No fim das contas, Alexandrov ficou 'apagado' por cinco minutos, bem mais que os 94 segundos que a luta durou.

***

E aí? Alguma chance de Mayweather vs McGregor entrar nessa lista?


publicado em 26 de Agosto de 2017, 00:05
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura