Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

[18+] Bom dia, E.Wolf

As fotografias "amadoras" dela são sua paixão e de muita gente, inclusive do João paulo Ramos, que foi atrás da E.Wolf para fotografá-la. E deu certo

Nota editorial: estamos em busca de Bom dias com homens e com mais diversidade de corpos e peles — aqui explicamos em mais detalhes o contexto atual da série, suas origens, obstáculos e nossa visão de futuro para ela. Se você é fotógrafo(a) ou tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo jader@papodehomem.com.br .

* * *

Eu conheci o trabalho dela pelo Instagram, com o nome de usuário @bvpig, E.Wolf retrata em sua conta na rede social tanto fotografias autorais quanto autorretratos. E foram eles, os incrivelmente verdadeiros e apaixonantes autorretratos que me fizeram contactá-la um ano atrás. Foi o que eu chamo de “paixão fotográfica” a primeira vista. 

E.Wolf se retrata com independência e não poderia se importar menos com a opinião alheia. Segura, linda, extremamente sexy e inteligente num corpo de apenas 20 anos. Após longo tempo de contato virtual, programando ensaios que se desencontravam por motivos de força maior, recebo Wolf em meu apartamento, no Rio de Janeiro, para finalmente fazermos as fotos. Um amor de pessoa, um delicioso papo e uma sensualidade fora do comum marcaram nosso ensaio.

"Estudei fotografia desde os meus 15 anos e acreditei que poderia fazer, da minha paixão, uma carreira. Há quem diga que posso, mas não sei se estou pronta. Algumas semanas atrás conversei com um fotógrafo conhecido e ele me disse algo sobre a palavra “amadora”, é o que remete a “amor”, a fazer o que se adora e, portanto, é o que se encaixa perfeitamente em mim.

Voltei para o Rio de Janeiro há quase dois anos, mas sou fruto de Brasília, o quadradinho de Goiás, cerradão true love. Lá cursei dois semestres na faculdade tecnóloga de fotografia (que larguei ao chegar no Rio), fiz grandes amigos, mas algo me faltava. Sempre fui uma apaixonada pelo corpo feminino, pela sensualidade e pela leveza que a mulher carrega, seja ela como for e como quiser passar sua imagem.

Quando fotografo, é o sentimento que procuro passar.

O João falou comigo há um ano, ou um pouco mais que isso. Coincidentemente foi quando conheci minha mais nova paixão: viajar. Pegava meu carro e ia pra qualquer lugar que fosse, com dinheiro ou sem, eu ia. Sou expert em dormir no carro e ficar super confortável.

Então eu nunca estava no Rio por muito tempo.

E finalmente conseguimos! Quando estava em Brasília combinamos nossa tarde de sábado, e quando cheguei em seu apartamento ele me recebeu super bem, tomamos um café e trocamos uma ideia maneira. Foi uma experiência agradabilíssima, me senti totalmente a vontade para modelar.” 

– E.Wolf, para o Papo de Homem.

Aos leitores, recomendo uma visitinha não somente ao perfil no Instagram dessa gata carioca mas também uma olhada em sua página no Tumblr.

Boa semana a todos.


publicado em 25 de Maio de 2015, 09:00
File

João Paulo Ramos

Fotógrafo carioca apaixonado por cada traço e cada curva da beleza feminina. Em 2012 decidiu mudar a vida e se mudar pra Los Angeles, onde iniciou sua primeira residência artística, seguido de Nova York e foi nos EUA que ingressou profissionalmente na fotografia. De volta ao Brasil, vive na ponte Rio - São Paulo, mas não abandonou LA e hoje é colaborador das revistas californianas NIF e Arsenic Magazine.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura