Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

[18+] Bom Dia, Emme White

A Emme, cantora e dançarina, foi fotografada pelo Ivan Stamato

Nota editorial: estamos em busca de Bom dias com homens e com mais diversidade de corpos e peles — aqui explicamos em mais detalhes o contexto atual da série, suas origens, obstáculos e nossa visão de futuro para ela. Se você é fotógrafo(a) ou tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo jader@papodehomem.com.br .

* * *

Corpo, nudez e sensualidade nunca foram assuntos tabu para mim. Desde cedo sempre estive inserida no mundo artístico por meio do canto e da dança e, já acostumada com a exposição em cima dos palcos, posar nua não foi algo difícil, afinal, considero o nu uma forma de arte como outra qualquer. Porém, infelizmente, sei que nem todos enxergam dessa forma. Por isso, demorei tanto pra finalmente tomar a coragem de posar nua e expor isso à sociedade. 

De uns tempos para cá tenho acompanhado o trabalho de alguns fotógrafos e percebi que o nu anda bem em voga, algo mais natural, que se deixa ver a personalidade da pessoa fotografada. E, de tanto admirar o trabalho de alguns desses fotógrafos e modelos, começou a crescer a vontade de também fazer parte desse universo posando nua. Sempre gostei do meu corpo, sempre me senti à vontade com ele. Então, por que não se deixar ser retratada por um desses profissionais que admiro e ver no que isso vai dar?

Foi aí que resolvi me desprender da preocupação do que os outros iriam pensar ou dos preconceitos que poderia vir a sofrer e decidi entrar em contato com o Ivan Stamato para um ensaio sensual e sem edição. E aí vai uma confissão minha à vocês: num primeiro momento, rolou uma autocrítica nada construtiva. Meus olhos, já viciados pelo que a mídia impõe como imagem de um corpo feminino perfeito, foram logo procurar os "defeitinhos". Rolou um desconforto ao ver certas marcas de expressão, as dobras naturalmente causadas no corpo por determinadas posições, bateu a crise do "não tinha reparado nisso antes, ai meu Deus, a idade tá chegando, tô ficando velha" (estou com 34 anos, o tempo passa). Depois caí em mim e percebi que estava me julgando com conceitos errôneos.

Curioso que, no começo dos ensaios, lembro que senti o mesmo friozinho na barriga que sentia quando subia no palco pra cantar ou dançar. É você se expondo e, nesse caso, literalmente desnudando-se para o outras pessoas, na busca de passar algo além do que apenas a pura e simples exposição. 

Boa semana a todos.


publicado em 19 de Outubro de 2015, 00:00
Emme

Emme White

Gaúcha morando em Sampa. Tenta sempre colocar a razão acima da emoção, mas já está cansada de lutar com o fato de que, no final das contas, quem manda mesmo é seu coração.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura