A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

[18+] Bom Dia, Karina Wenceslau

A Karina foi fotografada pelo Cesar Acosta para o Bom Dia

Nota editorial: estamos em busca de Bom dias com homens e com mais diversidade de corpos e peles — aqui explicamos em mais detalhes o contexto atual da série, suas origens, obstáculos e nossa visão de futuro para ela. Se você é fotógrafo(a) ou tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo jader@papodehomem.com.br .

* * *

Quando era pré-adolescente, meu corpo começou a evoluir. Os peitos cresciam de forma rápida demais para a minha idade e meu corpo mudou muito rápido.

Tive que entender o que era ser uma mulher na prática, de forma rápida, sem saber direito o que fazer e como eu iria mudar. De repente, me vi em um corpo diferente, mas com marcas da minha transição, estrias nos seios, nas nádegas, celulite. Eu queria me aceitar, mas olhava nas revistas e na televisão e só via mulheres perfeitas, o Photoshop era a "tendência" e eu não me identifica com a moda porque eu comecei a me tatuar cedo.

 

 

 

 

Eu tenho um corpo jovem marcado por vários acontecimentos da vida. Queimaduras, cicatrizes etc. Mas não queria ter vergonha dele. Eu queria me sentir livre para ser o que quisesse que as minhas amigas que tivessem os mesmos problemas que eu se sentisse a vontade consigo mesmas também.

Uns anos atrás um fotógrafo, que virou meu amigo, me convidou para posar e eu topei. Eu tinha vergonha até da minha vagina e foi super complexo me libertar pra primeira sessão de fotos da minha vida. Anos depois, posei para mais alguns fotógrafos, a convite, e com o tempo entendi que o problema nunca tinha sido eu e sim uma sociedade que valoriza fazer as mulheres enlouqueceram pra chegar em um padrão que não existe nem pra mim que sou magra.

Em 2015 eu comecei meu Tumblr oficialmente e usei o espaço para divulgar as fotos que eu fazia a trabalho e/ou não e alguns nudes. Para minha surpresa, comecei a receber mensagens de muitas meninas que se identificavam com o que eu passava, que por mais que fossem padrão de certa forma sempre estavam sujeitas a críticas porque não era perfeitas e a partir daí eu usei esse blog como um espaço pra me sentir livre e desconstruir todo tipo de visão deturpada que eu construí ao longo da minha vida. 

Esse ano eu tive o prazer - e honra! - de ser fotografada pelo Cesar Acosta, um fotógrafo incrível que também virou amigo nessa caminhada. Tinha parado de fazer nu por algum tempo devido a alguns problemas que tive com fotógrafos do meio. Mas uma amiga minha me indicou para posar com o Cesar e ela que já tinha posado me mostrou as fotos. Quando eu vi o trabalho dele, tanto com ela tanto com outras modelos, que inclui meninas de todas as formas eu me senti à vontade pra fazer mais um set com o estilo de foto que foi o primeiro que eu fiz, agora alguns anos depois, mais confiante comigo mesma e feliz.

O set ficou incrível e foi bom pra mim do início ao fim, porque ele me passou confiança e profissionalismo o que fez toda a diferença no resultado final.

As fotos são do Cesar Acosta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Boa semana a todos.


publicado em 05 de Dezembro de 2016, 00:00
Perfil

Karina Wenceslau

a.k.a. Kawence, 22 anos, tatuadora (ocasionalmente modelo); carioca sagitariana morando em São Paulo por amor ao caos. Voce pode encontrá-la no Tumblr e Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura