Como se transforma a paternidade no Brasil? Faltam apenas 4 dias para o PAI: Os desafios da paternidade atual.
Compre já o seu ingresso!

[+18] Bom dia, Lass Suicide

A Lass é uma escocesinha (porque aqui em Minas tudo que é bom é no diminutivo) de Glasgow que, pelo seu segundo nome, já dá pra entender que ela é ou era uma Suicide Girl. Se não dá, entenda: foi lá que ela começou a posar para as câmeras, para delírio e contentamento geral da nação.

De todos os milhares de motivos que eu poderia citar para uma pessoa se apaixonar pela Lass, acho que o que define tudo é só um. A Lass é ruiva? Sim, ela é ruiva. O resto é lucro. "Ela é linda? Ela é ruiva. Ela tem montes de tatuagens? Ela é ruiva. Ele tem olhos verdes profundos? Ela é ruiva" e por aí vão respondendo os embasbacados e hipnotizados pobres meninos e meninas.

Lass na verdade é um alterego, uma personagem, uma fantasia, um nome que circula anexado a imagens desta linda moça. E a gente se apaixona em ficar imaginando quem, na verdade, é a Lass.

A grande verdade é que, a não ser que você a conheça pessoalmente, ela é quem você quiser que ela seja.

Link Vimeo

Link Vimeo

593bf944fb095be06d76474d2cce3fd5
600full-lass-suicide
600full-lass-suicidfde
600full-lass-susdicide
3613_275325599293357_1915310491_n
5310_165047230321195_1607808962_n
6683_187813421377909_1566351114_n
12883_121972551295330_1685808474_n
1014576_209650452527539_569085412_o
1268006_223893047769946_1055819331_o
10155329_291202821038968_6596487944430455346_n
10300809_292367310922519_8293890990707716029_n

Xzg05Q2


publicado em 19 de Maio de 2014, 05:14
B9498b3efdb966524f6c815280974424?s=130

Neto Macedo

Fotógrafo e professor. Autor do projeto Libertine.Nu. Foi fotografar no Pólo Norte e o único nu que trouxe foi de um idoso. Anda de bike para encontrar novas locações. Nasceu na roça inocente, puro e besta. Agora é só besta. Seu site é o netomacedo.com


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura