[18+] Bom Dia, Loli

A Loli foi fotografada pela Marina Araujo, com diagramação do Yuri César

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg

Nota editorial: estamos em busca de Bom dias com homens e com mais diversidade de corpos e peles — aqui explicamos em mais detalhes o contexto atual da série, suas origens, obstáculos e nossa visão de futuro para ela. Se você é fotógrafo(a) ou tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo jader@papodehomem.com.br .

* * *

Tenho 29 anos e trabalho com o nu desde 2010. No começo foi uma ideia de um amigo apaixonado por fotografia, ele me convidou para fazermos um ensaio para o site suicide girls.

Nunca havia feito esse estilo de foto, mas confesso que fiquei bastante a vontade e gostei muito do resultado, fizemos ao todo 3 photosets para o site.

 

 

 

 

 

 

 

O nu é algo delicado a ser trabalhado, depende muito de como a modelo vê seu corpo e de como o fotógrafo vai usar isso a favor das fotos, para que não fique algo forçado demais. Depois de um tempo me interessei pelo nu na sua forma mais natural, os trabalhos feitos para o suicide girls era algo mais sexual e erotizado, passei a usar como referência a revista eletrônica Cheads magazine.

Amo esse tipo de trabalho, a fotografia sobre o nu é muito sincera, não há trapaças, é só você e seu corpo da forma mais natural e bonita. Fico lisonjeada de servir de inspiração para muitas meninas da minha cidade que sentem vontade de fazer o trabalho com o nu também, muitas me procuram pedindo dicas e opiniões.

Ser fotografada pela Nina foi incrível, as fotos foram tiradas na minha casa numa manhã ensolarada e o clima foi de muita descontração, adorei o resultado conjunto, fotos mais diagramação feito pelo Yuri César e ver que conseguiram deixar algo bem natural, ousado e bonito.

As fotos são da Marina Araujo, com diagramação do Yuri César.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Boa semana a todos.


publicado em 30 de Outubro de 2017, 00:00
Bio jpg

Lolita Matias

A Lolita é feminista e foi fotografada pela Marina Araujo, com diagramação do Yuri César.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: