Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

[18+] Bom Dia, Rhaenys

A Rhaenys é uma Hopeful Suicide Girl e foi fotografada por três pessoas, a Bruna Prata, o Cadu Corrêa e o Felipe Guilherme

Nota editorial: estamos em busca de Bom dias com homens e com mais diversidade de corpos e peles — aqui explicamos em mais detalhes o contexto atual da série, suas origens, obstáculos e nossa visão de futuro para ela. Se você é fotógrafo(a) ou tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo jader@papodehomem.com.br .

* * *

Desde criança sempre tive o sonho de ser modelo. Nunca vi em mim a menina alta, magra e loira que via nas revistas, o que fez tudo parecer um sonho muito distante. Quando comecei a investigar melhor, descobri o que me daria a chance de conseguir realizar esse meu desejo: A fotografia

Eu era, até então, leiga em relação à fotografia e modelagem. Queria fazer aquilo porque me sentia frágil, feia, e nunca vi em mim o tipo de mulher que demonstraria ser com os anos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Bruna Prata

Comecei a valorizar a arte fotográfica quando me vi trabalhando com isso. A visão que cada fotógrafo demonstrava sobre minha imagem me dava a possibilidade de compreender uma nova versão de mim, e a cada foto eu enxergava uma essência nova, diferente de tudo que eu via no espelho durante muitos anos. Tudo era único e perfeito mesmo composto de diversas imperfeições.

Comecei a mudar minha visão sobre as coisas. Posar nua mudou minha vida, hoje vejo como a objetificação da mulher e a industria da beleza fazem com que nós mulheres nos vejamos de uma maneira deturpada, quando a realidade é que a singularidade de cada uma de nós é o que nos faz bela e interessante. Triste é ver como mesmo nos dias de hoje as pessoas não compreendam o que é e o que representa a fotografia na vida de muitas pessoas, tanto fotógrafos como modelos.

Graças às pessoas que conheci, e aos trabalhos que fiz, hoje sei que a beleza não significa apenas ser alta, magra e loira, mas sim ser você mesma. Gorda, magra, ruiva, morena, negra, grávida, com ou sem estrias, somos belas porque somos história, porque somos sorrisos, porque somos luta, porque somos nós mesmas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Cadu Corrêa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Felipe Guilherme.

Boa semana a todos.


publicado em 27 de Junho de 2016, 00:00
Foto (17)

Isabelle Gomes

21 anos, musicista, modelo independente e tatuadora aprendiz. Apaixonada por video games, séries e gatos. Sempre disposta a cerveja e bom papo a qualquer momento.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura