25 músicas para mergulhar no mundo do cinema

As trilhas sonoras clássicas que fazem seus filmes inesquecíveis

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Asm selo png
  • 130x50 jpg

No momento em que o cinema mudo deu lugar ao cinema falado, a sétima arte deixou de ser simplesmente uma sobreposição de fotos que causava a ilusão de movimento para se tornar o reflexo e uma catarse da vida dos espectadores. Esta é uma lista com 20 músicas sem as quais seus filmes perderiam totalmente o sentido.

1. Tema de Psicose (1960) 

Produzida por Bernard Hermann, a clássica trilha da cena icônica do suspense de Alfred Hitchcock não poderia ocupar outro lugar que não o primeiro.

Mesmo as pessoas que nunca viram o filme com certeza já ouviram essa sequência de sons estridentes que pontuam as facadas que a moça no chuveiro recebe dentro de um dos quartos do Bates Motel. 

2. I Will Always Love You O guarda-Costas (1992)

Originalmente escrita e cantada por Dolly Parton, a música, gravada em 1974 , ganhou o mundo interpretada por Whitney Houston para a história de amor entre uma estrela pop perseguida por um fã obcecado e seu segurança pessoal.

Curiosamente, a canção do filme indicada ao Oscar foi I Have Nothing. Mas o que continua marcado é a vogal aguda e contínua no refrão de I Will Always Love You.

3. Marcha Imperial – Star Wars V: O império contra ataca (1980)

A saga de George Lucas,recentemente comprada pela Disney, é um caso silimar do nosso primeiro lugar da lista: você não precisa ter visto nem ao menos um filme nem ser um fanático que acompanhou todos eles para reconhecer o som austero e compassado assim que ouvir suas primeiras notas. Trilha criada por John Williams.

4. Tema de Tubarão (1975) 

 

Também produzida por John Willians, a trilha sonora é do filme dirigido por Steven Spilberg sobre um tubarão assassino com uma mandíbula gigante.Junto com Star Wars iniciou a era de blockbusters, levando milhões ao cinema e sequências intermináveis. Além da indicação de melhor trilha sonora,ganhou também nas categorias de melhor filme e melhor montagem de edição. 

5. Eye of the Tiger – Rocky III (1982)

A música dos anos 80, que ajudou a contar a história do pugilista Rocky Balboa, ficou tão marcada que ainda inspira esportistas e amadores a darem o melhor de si. Interpretada pelo grupo Survivor, foi indicada pela academia como melhor musica de 1982 e acabou ganhando o Grammy do mesmo ano. 

6. My Geart Will Go On  – Titanic (1997)

Mais um clássico do cinema que todo mundo conhece e canta, mesmo sem saber a letra. Interpretada por Celine Dion para o filme de James Cameron e um sucesso de bilheteria só superado por Avatar em 2010, a canção romântica e melancólica se mantém na memória de todos.

7. Por una cabeza – Perfume de Mulher (1992)

Dirigido por Martin Brest, é refilmagem de uma película italiana de 1974 de mesmo nome. A cena de Al paccino, que ganhou o prêmio máximo do cinema daquele ano como melhor ator, dançando um tango de Carlos Gardel pelo salão de um sofisticado restaurante de Nova Iorque dispensa qualquer explicação e traz aquela sensação de: “Eu já ouvi essa música em algum lugar.”

8. Tropa de Elite (2007)

Impossível pensar na música da banda Tihuana e não pensar no filme fenômeno de público de José Padilha. A banda acabou ganhando um disco de platina em 2008 pela canção.

9. Girl, You'll Be a Woman Soon – Pulp Fiction (1994)

Dirigido por Quentin Tarantino, Pulp fiction é um filme de várias histórias interligadas fora de sua ordem cronológica. A cena em questão é a dança solitária da personagem de Uma Thurman pela sala antes da situação ficar bem complicada. Foi regravada pela banda americana Urge Overkill e originalmente por Neil Diamond em 1967. 

10. The Circle of Life – O Rei Leão (1994)

Quem passou a infância nos anos 90 também vibrou com a cena inicial desse blockbuster da Disney. Escrita por Elton John, a canção é originalmente interpretada por Carmen Twillie. No Brasil foi traduzida para Ciclo da Vida e cantada pela também atriz Zezé Motta. Indicada ao Oscar, acabou perdendo para outra música do mesmo filme, Can You Feel The Love Tonight.

11. Stayin' Alive – Os Embalos De Sábado À Noite (1978)

Ambos, filme e música, marcaram uma geração. O primeiro dirigido por John Badhan e com John Travolta no papel principal, e a canção interpretada pelo grupo Bee Gees.

12. 9ª Sinfonia de Beethoven – Laranja Mecânica (1971) 

Essa obra prima do diretor Stanley Kubric acompanha a vida do sociopata Alex DeLarge, através de sua deturpada visão de mundo e diversão, sendo um de seus prazeres ouvir Beethoven. A mesma música que mais adiante seria causa de grande sofrimento ao protagonista.

13. Summer Nights – Grease (1978)

Não poderia faltar um musical nessa lista. Interpretada por John Travolta e Olivia Newton John. Filme leve, sobre a juventude dos anos 50. Um perfeito conto de“Sessão da tarde”.

14. Tema de Drácula de Bram Stoker (1992) 

Melancólico e até mesmo sinistro, o tema de amor de um dos maiores monstros do cinema é, sem dúvida, uma peça única criada por Wojcieh Kilar para o filme de Francis Ford Copolla. A cena é do vampiro encontrando sua antiga paixão Mina, papel de Winona Rider, reencarnada séculos depois. 

15. Tomorrow Never Dies – 007: O amanhã nunca morre (1997)

Bond. James Bond. Ele não pode faltar em uma lista sobre trilha sonora do cinema. Um agente secreto com permissão para matar, cercado de mulheres lindas, viajando pelo mundo, nos lugares mais caros e sofisticados, para resolver assuntos a serviço da Rainha da Inglaterra. As canções que abrem os créditos são sempre a respeito de mulheres, armas, morte e martinis. Interpretada por Sheryl Crow, Tomorow Never Dies não é diferente.

16. Bittersweet Symphony – Segundas Intenções (1999)

Filme cult do início dos anos 2000, Segundas Intenções é inspirado no livro Ligações Perigosas de Chordelos de Laclos. História envolve sedução e traições. Bittersweet Symphony da banda The Verve , é a “cereja do bolo” na cena do desfecho do filme.

17. O Tempo Não Para – Cazuza: O tempo não para (2004) 

Canção do filme biográfico dirigido por Sandra Werneck e Walter Carvalho sobre o cantor e compositor que teve uma breve vida, retrata sua participação na banda Barão Vermelho e em carreira solo. 

18. Stop Crying Your Heart Out – Efeito Borboleta (2004) 

Musica da Banda Oasis para esse thriller que questiona a consequência das nossas atitudes se pudéssemos mudar o destino. Apesar do filme ser de 2004, a musica foi gravada em 2002 para o álbum Heathen Chemistry.

19. Over The Love – O Grande Gatsby (2013)

Clássico do cinema e da literatura mundial escrito por F. Scott Fitzgerald e dirigido por Baz Luhrman. Over the love, música de Florence and the Machine, retrata a esperança de Gatsby conseguir viver sua história de amor com Daisy Buchanan do ponto onde haviam parado, anos antes. 

20. Where Is My Mind? – Clube da Luta (1999)

O indie rock alternativo da banda Pixies se encaixou perfeitamente como tema dessa perturbadora trama de David Fincher. Escrita pelo vocalista da banda, sobre suas experiências de mergulho, retrata também a pergunta que o protagonista do filme se faz o tempo todo: onde está a minha mente?

21. Chopstisks – Quero ser grande (1988)

Mais um filme da infância de (quase) todo mundo. Com uma melodia tocada por 10 a cada 10 estudantes de piano. Composta no séc. XIX, Euphemia Allen foi marcante para esse filme, dirigido por Penny Marshall, sobre um garoto de 12 anos que deseja ser adulto e acaba tendo seu pedido realizado. Um jovem Tom Hanks rouba a cena o filme inteiro.

22. Tema de Superman (1978)

Produzida por John Williams, recebeu as indicações de melhor som e melhor trilha sonora no mesmo ano. Impossível ouvir e não olhar para o céu se perguntando: será um passáro? Um avião? 

23. World Collapsing – Branca e Neve e o Caçador (2012)

Produzida por Danny Cocke, World Collapsing foi utilizada logo na apresentação da trama ao público, através do trailer e representa bem essa versão sinistra de um clássico infantil. Com acordes sinistros e um coro feminino ao fundo, denota a maldade e a avidez da rainha má pela juventude e pela caçada ao coração de Branca de Neve.

24. If There Is Something – Memórias De Um Tolo (2008) 

Daniel Graig não se resume a 007. Nesse filme bem pouco divulgado no Brasil, ele interpreta um ator em decadência que retorna à terra que foi criado após a morte do seu melhor amigo de infância para tentar resgatar suas raízes. Música de Brian Ferry com sua banda Roxy Music. Vale muito a pena conhecer a história.

25. Romeo and Juliet Overture – Romeo e Julieta (1968)

Filme ítalo-britânico de Franco Zeffirelli, mostra a trágica trama dos dois jovens apaixonados, separados pela briga de suas famílias. Música leve e romântica com toques melancólicos do destino traçado. Música de Tchaikovsky.


publicado em 12 de Março de 2016, 00:05
11889449 857323694336569 490442557496450007 n

Jorge Lindenberg

Estudante de Jornalismo e Direito. Apaixonado por cinema, música, livros e cultura em geral. Apesar do senso de humor ácido, acredita que o Brasil ainda tem jeito.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: