Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

51 Perguntas na fila do Consultório

Hoje percebi que era hora de dar um jeito na vida ou minha caixa de emails não ia mais aguentar tantas perguntas.

51, uma boa idéia. Quer saber, hoje é dia de folga. Vamo beber que cachaça é remédio!

Atualmente há cinquenta e uma na fila de espera. E todo dia chegam novas. Incrível como as pessoas adoram ser esculachadas por um estranho na internet. Falar que o tempo médio de resposta são 10, 15 ou mesmo 30 dias não seria suficiente. Na verdade seria uma piada.

Até a questão de ontem, todas - sem exceção - foram respondidas na ordem de chegada. Não pulei nenhuma, nem as estúpidas. Mas agora não dá mais. Chegou a hora de fazer uma triagem e passar a faca na gordura.

A partir de agora, irei responder aqui na coluna somente as perguntas mais interessantes e/ou bizarras

Ou seja, quanto maior a riqueza de detalhes fornecida em seu caso, maior a chance de receber uma resposta.

No entanto, meu coração é grande e seria uma afronta simplesmente deletar as mensagens não selecionadas. Por isso o generoso Guilherme criou uma nova sessão no fórum da Papo de Homem. O nome é Dr. Love e lá vou postar todas as perguntas que não forem respondidas aqui.

Deixo em aberto para todo mundo dar palpite e ver o circo pegar fogo.

Por hoje podem ir lá no fórum se registrar e conferir a primeira pergunta rejeitada, enviada pelo digníssimo Marcelo. Vamos lá opinar, pessoal.

Se precisarem de mim, é só chamar. Vou estar ali no bar tomando uns drinks, ok. Amanhã tem mais, criançada.

Dr. Love, espalhando o amor pelo mundo

MSN: dou.tor.love@hotmail.com

(o formulário para envio de perguntas volta amanhã)


publicado em 02 de Maio de 2007, 22:02
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura