80 anos de Clint Eastwood, nossa homenagem

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Sábado perdemos o lendário Easy Rider Dennis Hopper, aos 74 anos.

Hoje celebramos e prestamos nossas saudações aos 80 anos de Clint Eastwood. Assim caminha a humanidade.

clint
Aos 26.

O sujeito nascido em 1930, com de 1,92m de altura, ar de valentão e olhar fulminante não percorreu trilha de bom moço até alcançar o topo de Hollywood.

Teve os primeiros flertes com a fama após os 30 anos, quando já tinha 11 filmes no currículo. Estrelou Por um Punhado de Dólares, que inaugurou o gênero bang-bang à italiana, dirigido por Sergio Leone.

Leone, aliás, sintetizou com sagacidade seu apreço pela interpretação de Clint:

Ele só tem duas expressões, uma com chápeu e outra sem chápeu.

Uma série papéis subsequentes na pele do herói, anti-herói, justiceiro destemido – com ou sem coração – catapultaram Clint ao cume do Olimpo Testosterônico. Homens admiravam-no, mulheres sonhavam estar a seu lado; homens queriam ser Clint.

Chupar o saco de um suposto mito é idiotice, Peruzzo já abordou com habilidade o tema.

Nossos cumprimentos se dirigem à obra do Sr. Eastwood. Ele foi, acima de tudo, um realizador. Foi lá e fez. Fez grandes sucessos, magníficas interpretações, dirigiu belíssimos filmes e outros nem tanto. Teve sete filhos com cinco mulheres diferentes. Foi prefeito da cidade onde mora – Carmel, California – entre 1986 e 1988.

dina
Hoje é casado com Dina Ruiz. Enquanto vovôs vegetam estéreis em casas de repouso, ele segue firme, reproduzindo.

Como especula sua biografia não-autorizada, provavelmente também mentiu, teve casos amorosos extra-conjugais, obsessão pelo dinheiro e pouco profissionalismo. Será mesmo? Não sei dizer. Inimigos fazem parte da lista de obstáculos de um homem ao longo da vida. E não espere que seus desafetos vão falar bem de você quando tiverem a chance de se manifestar.

Não se contorça na cadeira dizendo que cultivar desafetos é um péssimo caminho. É um caminho inevitável, seu frouxo. O mundo é uma selva e, ao contrário das estradas e ruas da sua cidade, não vem com sinalização. Pisar e ser pisado são ônus da rota. Aguente o tranco de frente.

Essa mensagem perpassa a filmografia de Clint e suas famosas frases.

Abaixo, traduzo parte de sua excelente entrevista concedida à Esquire ano passado. Na sequência, cenas memoráveis.

Algumas máximas de Clint na entrevista…

"Em primeiro lugar, eu era mais alto do que a maioria das crianças. Em segundo, estávamos sempre nos mudando. Redding. Sacramento. Pacific Palisades. De volta à Redding. Sacramento. Até Hayward. Niles. Oakland. Então estávamos sempre na estrada e eu sempre era o garoto novo na escola. Os valentões sempre pensavam, “chegou esse grandão mal-encarado, vamos derrubar ele”. Sabe como as crianças são. Temos que testá-lo. Eu era um garoto introvertido. Mas muito da minha infância foi gasto socando esses valentões.

Eu tinha um pressentimento que “Faça meu dia” iria ressoar, como foi em “Está se sentindo com sorte, punk?”, no primeiro filme.

Ainda tenho isso, muito.

À medida que envelhece, não tem medo da dúvida. Dúvida não é conduzir o show. Você joga fora toda a própria pena.

O que podem fazer com você depois que chegou nos 70?"

clint2
Fodão. Mas humano, como todos nós.

"Até mesmo nas aulas de gramática te ensinavam a ir com sua primeira impressão. É como múltipla escolha. Se começar a ir e voltar, nunca vai se convencer de nada e vai acabar fazendo a escolha errada. É só uma teoria. Nunca li estudos sobre. Mas acredito nisso.

Como Jerry Fielding costumava dizer, “Chegamos até aqui, não vamos estragar tudo pensando.”

Meu pai teve uns dois filhos no começo da Grande Depressão. Não havia muitos empregos. Não havia muito seguro-desemprego. As pessoas mal seguiam em frente. Elas eram mais fortes.

Vivemos em uma geração maricas agora, onde todo mundo se acostumou a dizer, “Bem, como lidamos com isso psicologicamente?”. Naqueles dias, você simplesmente socava quem fosse e aguentava. Mesmo se fosse mais velho e pudesse te dar uma surra, pelo menos você seria respeitado por revidar, e te deixariam em paz.

Não sei se consigo dizer exatamente quando a geração maricas começou. Talvez quando as pessoas começaram a se perguntar sobre o significado da vida.

Se tivesse tido boa disciplina, poderia ter entrado no ramo da música.

Lembro de ter ido a uma gigantesca queda d'água numa geleira da Islândia. As pessoas estavam numa plataforma rochosa no alto, observando. Estavam com seus filhos. Havia um local que não estava selado, mas tinha um cabo que impedia as pessoas de avançarem após certo ponto. Pensei comigo mesmo, “Sabe, nos EUA eles teriam selado aquele local com cimento, cercas e concreto, porque teriam medo de que alguém caísse e advogados aparecessem.” Lá (na Islândia), a mentalidade era como na America, nos velhos tempos: se você cair, é estúpido.

Meu pai morreu subitamente aos 63. Simplesmente caiu morto. Por um bom tempo depois, iria me perguntar: “Por que não o chamei para jogar golfe comigo mais vezes? Por que não passei mais tempo com ele?". Mas quando está tentando chegar lá, você esquece e deixa essas pequenas coisas de lado. Te dá um certo arrependimento mais tarde, mas não há nada que possa fazer à respeito. Então apenas segue em frente.”

Pequeno detalhes são de menor importância. Vamos seguir com o que de fato importa.

O que aconteceu foi que estava indo à faculdade em 1950. LA City College. Um cara que conhecia estava fazendo aulas de atuação nas Quintas à noite. Ele começou a me contar sobre todas as lindas mulheres e disse, “Porque não vem comigo?”. Então provavelmente tinha outras motivações além da vontade de me tornar um ator. E com certeza, ele estava certo. Havia muitas delas, e poucos homens. Pensei, “É, precisam de mim aqui.” Acabei contratado pela Universal.

As pessoas amam velho-oeste em todo o mundo. Há algo fantasioso sobre um indivíduo lutando contra os elementos. Ou mesmo caras maus e os elementos. É um tempo mais simples. Não há leis organizadas e outras coisas.

clint_eastwood
"Se quer uma garantia, compre uma torradeira."

Ganhar as eleições é algo como boas-notícias, más-notícias. Okay, você é prefeito. A má notícia é: agora você é o prefeito.

Você deve realmente conhecer alguém, realmente se tornar amigo. Digo, minha esposa é meu amigo mais próximo. Claro, sou atraído por ela de todas as maneiras possíveis, mas essa não é a resposta. Porque já fui atraído por outras pessoas e não conseguia mais suportá-las após um tempo.

Tenho filhos com outras mulheres. Tenho que dar a Dina o crédito por juntar todo mundo. Ela nunca teve aquela coisa de ego da segunda mulher. O instinto natural poderia ser de matar todo o resto. Sabe, a mentalidade de mulher das cavernas. Mas ela uniu a todos. É amigável com minha primeira mulher, com minhas ex-namoradas. Ela saiu de seu caminho pra nos unir. Foi de extrema influência em minha vida.

À medida que envelhece, gosta de crianças bem mais.

Não, não preciso praticar aquele ruído. Você apenas faz. Quando está no personagem, está no personagem. Não fica lá pensando, vou grunhir aqui ou aqui."

"É por isso que não ensaio muito e costumo gravar bastante de cara. Tenho ideias sobre quero levar o personagem, e acabamos seguindo juntos.

Você observa Velázquez em seus anos negros e se pergunta, “Como diabos ele ficou daquele jeito?” Tenho certeza de que ele não disse a si mesmo, “Estou em meu período negro agora, então vou pintar desse jeito.” Ele apenas fez. É aí que a verdadeira arte tem a oportunidade de acontecer.

Menina de Ouro ganhou o Oscar. Foi ótimo. Mas você não mergulha nisso. Muitos filmes fantásticos não ganharam o Oscar, então não tem tanto peso. Cartas à Iwo Jima foi indicado. Não ganhamos, mas ainda assim foi um filme tão bom quanto consigo fazer. Merecia menos do que algum outro filme? Na verdade não. Mas há outros aspectos que entram. No final das contas, deve ficar feliz com o que realizou. É onde está."

Cenas memoráveis


Fuga de Alcatraz, cena do chuveiro


O Destemido Senhor da Guerra, aplicando disciplina

dirty-harry
Dirty Harry
, “está se sentindo com sorte?”
Por um Punhado de Dólares


, “Prepare três caixões.”


Dirty Harry

–Não vamos deixar vocês saírem daqui.
–Quem é nós?!
–Smith, Wesson e eu.
BLAM.

--

Não tem nada para fazer no feriado? Alugue qualquer um dos filmes abaixo:

1971 - Perversa Paixão

1972 - O Estranho sem Nome

1973 - Breezy

1975 - Escalado para Morrer

1976 - Josey Wales, o Fora-da-Lei

1977 - Rota Suicida

1980 - Bronco Billy

1982 - Raposa de Fogo

1982 - Honkytonk Man

1983 - Impacto Fulminante

1985 - O Cavaleiro Solitário

1986 - O Destemido Senhor da Guerra

1988 - Bird

1990 - Coração de Caçador

1990 - Rookie - Um Profissional do Perigo

1992 - Os Imperdoáveis

1993 - Um Mundo Perfeito

1995 - As Pontes de Madison

1997 - Poder Absoluto

1997 - Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal

1999 - Crime Verdadeiro

2000 - Cowboys do Espaço

2002 - Dívida de Sangue

2003 - Sobre Meninos e Lobos

2004 - Menina de Ouro

2006 - A Conquista da Honra

2006 - Cartas de Iwo Jima2008 - A Troca

2008 - Gran Torino

2009 - Invictus

--

E você, é fã do cara? Qual foi a cena mais memorável de seus filmes?

Compartilhe nos comentários.


publicado em 31 de Maio de 2010, 10:09
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: