Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

A loja de dissabores

-- Bom dia! Senhor... Ashby. É esta a pronúncia?

-- Sim sim, é sim. Ah…. bom dia.

-- Vejo que está muito nervoso. É sua primeira vez?

-- Sim, nunca fiz isto antes.

11

-- Não há com o que se preocupar. Somos bastante experientes e o sigilo é nossa principal diretriz. Já tomou conhecimento dos procedimentos?

-- O mesmo amigo que me indicou contou algumas coisas, mas gostaria que os repassasse, se for possível.

-- Mas é claro, Senhor Ashby. Como bem sabe, somos procurados por diversas pessoas de renome nacional e internacional. Músicos, escritores, pintores, artistas em geral, todos procurando discrição e privacidade.

-- Certo.

-- Fornecemos o que a maioria das pessoas não pode ter na hora que quer. Não poderia ser mais simples. Temos um catálogo com diversas opções à sua escolha, e a customização é inclusa nos pacotes Premium e VIP.

-- Customização?

-- Exato, Senhor Ashby. Cor do cabelo, pelos ou a ausência deles, podemos encontrar, inclusive, alguém parecido com antigos companheiros ou companheiras. Basta nos entregar uma foto se assim for o caso.

-- Entendi, mas acredito que não precisarei disso….

-- Tem certeza? Temos descontos especiais para quem foi indicado por algum cliente.

-- Vocês têm?

-- Temos sim.

-- Então, digamos… se eu quiser alguém parecido com, uma suposição, Sigourney Weaver, vocês conseguirão encontrar?

-- Faremos o nosso melhor. Caso não conste ninguém assim em nosso banco de dados, logo o informaremos e faremos a devolução do valor investido.

-- Certo.

-- Desculpe, mas ainda não disse com o que trabalha.

-- Eu sou escritor.

-- Bloqueio criativo?

-- Exatamente. O livro não sai do lugar.

-- Qual o tamanho desejado e até onde escreveu?

-- É um romance, umas trezentas páginas apenas. Não escrevi nem a primeira centena.

-- Entendo. Bom, acredito que o pacote ideal seja mesmo o Premium, com intensidade de sofrimento 7 da nossa escala.

-- E como seria isso?

-- Promessas não cumpridas, cobranças desnecessárias. Eventual perda de desejo sexual e admiração. Crescente aumento de ciúmes e outras desconfianças e, por fim, jogos de poder totalmente desnecessários levando a um fim de relacionamento desgastante e depressivo. Caso queira, podemos subir a escala para 8 e adicionarmos o componente da traição, que pode ser com um desconhecido ou amigo próximo, chegando a 9 pontos na nossa escala.

-- Quero 9 pontos, por favor. Preciso mesmo pagar a hipoteca da casa.

-- Perfeitamente, Senhor Ashby. Deixe-me apenas imprimir o contrato para que possa assinar.

-- E qual a duração?

-- Depende do senhor. O contrato diz que precisamos de 45 dias para encontrarmos alguém compatível com suas exigências. A partir daí, quando nossa funcionária, treinada especialmente para isso, perceber sinais de afeto e apego, começamos o procedimento.

-- Está ótimo pra mim. Onde eu assino?

-- Aqui. Aqui também. Isso. Muito bem. Fez uma ótima escolha, Senhor Ashby. Em breve ligaremos para marcar um encontro entre você e sua futura ex-companheira. Tenha um bom dia e cuide-se. Volte sempre que precisar.

-- Se funcionar, pode ter certeza que voltarei.

-- Ah, Senhor Ashby. O senhor já é nosso cliente. Apenas não sabe disso ainda. Dê tempo ao tempo. Em breve estará aqui novamente, em busca de uma dor ainda maior para continuar produzindo. Esperaremos. Até lá, tenha um bom dia.


publicado em 01 de Agosto de 2014, 06:00
84c92c7dbd9517fc526bb2df06362501?s=130

Marco Magalhães

Marco Magalhães é escritor, nascido e criado no concreto brasiliense. Acredita que isso já diz muito mais do que gostaria sobre si mesmo. Escreve em seu site e no Facebook


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura