A virgindade que fascina

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Virgindade, essa coisa que sempre desperta um certo fascínio seja em homens, seja em mulheres. Nem sempre, é verdade, com valor positivo. Ao contrário, o número de pessoas que eventualmente preferem não lidar com parceiros ou parceiras virgens parece ser alto.

Com base nisso, há alguns anos uma prática vem ganhando mais e mais adeptas (no feminino porque na busca que fiz só encontrei resultados envolvendo mulheres): o leilão da virgindade. Assunto que até já foi citado por aqui.

Pois então, a leiloeira da vez atende pelo nome Noëlle, provavelmente fictício.

Altíssimo potencial.
Leilão de virgindade

Segundo o site holandês de acompanhantes responsável pelo anúncio, Noëlle, 21 anos, procurou voluntariamente a agência. Além disso, pelas declarações dadas pela dona da agência, a questão é, aparentemente, muito simples e não envolve nenhuma causa nobre ou social, como costuma ocorrer (as justificativas vão desde pagar os estudos a ajudar os pais): a moça quer dinheiro.

Os lances começam em 5.000 euros. O vencedor terá direito a passar 24 horas com ela. Sexo, só com camisinha – inclusive o oral. Garantias? Um laudo médico atestando que o hímen está intacto. Não acredita? Simples, não participe.

Então, amigos e amigas, minha intenção inicial não é discutir o assunto sob o ponto de vista religioso ou moral, até porque quem me lê, seja nos textos ou nos comentários, sabe ou mais ou menos intui que eu, além de agnóstico, tenho francas e fortes tendências ético-libertarianas, o que significa dizer que whatever. O corpo é dela, ela é adulta e, o mais importante, não está lesando terceiros. Fim.

O que me intriga é algo mais pragmático. Eu não faço a menor ideia de quanto vale uma transa, o que eu sei mais ou menos são os valores praticados, mas isso é outra coisa. O que quero dizer é que se uma pessoa quiser se prostituir por 1 real ou por 1 trilhão, ambos os valores são aceitáveis, embora o segundo não seja praticável, capisci?

Diante dessa minha ignorância – e que eu acredito sinceramente ser irrespondível –, parto para o outro lado do "balcão", quer dizer, eu não sei quanta vale uma transa, principalmente a primeira de uma pessoa, mas sei que 3,8 milhões de dólares é dinheiro pra caralho!

Eis aí meu embasbacamento: o que tem a virgindade assim de tão fascinante que levanta tanta controvérsia no senso comum e leva pessoas a gastar valores astronômicos como se vê nesses leilões?


publicado em 27 de Março de 2011, 05:01
7bad5b31f4d700d0a7b1550a64b104e4?s=130

Danilo Freire

Advogado que não lida bem com prazos. Estudante de Filosofia que tem déficit de atenção. Cadeirante, era ruim em matemática, calculou mal um mergulho e desde então é tetraplégico. No Twitter, responde por @danilotetra.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: