A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Afinal, o que é um casamento tradicional?

Newt Gingrich, pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, propôs um casamento aberto à sua ex-esposa mas se diz defensor dos valores tradicionais.

Ora, e é mesmo. Vocês é que não entenderam quais são os valores tradicionais.

"Newt subindo nas pesquisas: 41% de suas ex-esposas votariam nele!"
"Newt subindo nas pesquisas: 41% de suas ex-esposas votariam nele!"'

Gingrich está em seu terceiro casamento. Separou-se da primeira esposa enquanto ela se tratava de câncer. Propôs à segunda esposa que aceitasse seu affair com uma amante fixa. Quando ela recusou, eles se separaram, e a amante se tornou a terceira e atual senhora Gingrich.

Na década de noventa, enquanto era Presidente da Câmara de Deputados, fez de tudo para conseguir o impeachment do então presidente Clinton. Afinal, a América não podia tolerar um presidente mentiroso, hipócrita e adúltero.

Ele acabou de vencer as primárias da Carolina do Sul e está bombando.

Dois dias antes, entretanto, em entrevista aos jornais, sua segunda esposa disse que, pouco antes da separação, ele tentara convencê-la a aceitar um "casamento aberto". Na verdade, a expressão quem usou foi ela.

Gingrich, com certeza, acha que "casamento aberto" é coisa de hippie comunista. O que ele tentou fazer foi convencê-la a tolerar seu affair com a amante, para o bem do casal, da família, e da vida política.

E, agora, suprema das injustiças, estão chamando o pobre homem de hipócrita. Que ele não tem nada de defensor dos valores tradicionais da família norte-americana.

Link YouTube | A segunda esposa dá com a língua nos dentes em cadeia nacional: "e tem mais: secretamente, ele até tolera homossexuais!".

Um casamento tradicional, com valores à moda antiga

Mas o que pode ser mais tradicional do que um homem branco e poderoso tentar convencer sua esposa, que não trabalha e depende dele pra tudo, a aceitar sua amante fixa, pelo bem das aparências e da carreira dele?

Na Grã-Bretanha do século XIX, maridos podiam se divorciar das esposas alegando adultério (pois isso colocaria em questão a paternidade dos filhos) mas, para a esposa, adultério não era motivo válido para requerer o divórcio.

No Brasil de até pouquíssimo tempo atrás, o marido que matasse a esposa podia alegar "legítima defesa da honra" e seria provavelmente absolvido -- como Doca Street, em 1979. A lógica é a seguinte: a honra do marido reside na boceta da esposa; as coisas que a esposa faz com essa boceta tem impacto direto sobre a honra do marido, podendo até mesmo eliminá-la totalmente; portanto, caso a esposa esteja atentando contra a honra do marido com sua boceta, o homem teria o direito de até mesmo matá-la.... em "legítima defesa da honra". Não é lindo? Até hoje, não faltam casos semelhantes, onde homens matam suas mulheres e ainda são absolvidos pelo júri.

Link YouTube | Gingrich demonstra suas habilidades de debatedor: em resposta a uma pergunta que destruiria qualquer um, ele parte direto pro ataque, dá a volta por cima e ainda ganha a plateia. O fato da plateia ser composta de republicanos alucinados ajuda um pouco.

Casamentos não-tradicionais

O próprio termo usado pela segunda esposa de Gingrich, "casamento aberto", é bastante recente e uma conquista feminista. Na verdade, parcialmente abertos todos os casamentos tradicionais sempre foram. Nossa sociedade sempre tolerou com uma piscadela as infidelidades masculinas, enquanto punia as femininas com a morte.

Então, quando defendemos "casamento aberto", o que a gente quer é que a liberdade e tolerância que os homens sempre desfrutaram passe a valer para as mulheres também.

Isso sim seria um casamento não-tradicional. Isso sim iria de encontro aos valores das nossas avós.

E, com certeza, não é isso, jamais, que Newt Gingrich estava propondo a sua então esposa.

Clipe humorístico do site Funny or Die, onde Callista, atual esposa de Gingrich, esclarece os boatos sobre a abertura ou não de seu casamento.

Entre no debate

Pelo menos valeu para levantar essa discussão interessantíssima nas páginas do New York Times.

Ou então leia alguns textos que já escrevi sobre o assunto:

Quantas pessoas você ama?

A hora certa de revelar seu relacionamento aberto

Cada um a sua maneira, cada um do seu lado do espectro político, Newt Gingrich e Bill Clinton simbolizam tudo o que existe de mais falido, hipócrita e inviável nesses nossos "relacionamentos tradicionais com valores à moda antiga".

Em se tratando de relacionamentos, eu gostaria que existissem mais opções para se escolher e mais liberdade para escolhê-las.

(O texto acima foi inspirado por, e parafraseia alguns trechos de, Newt Gingrich's Behavior Is Actually Quite Traditional, de Amanda Marcotte.)


publicado em 25 de Janeiro de 2012, 12:14
File

Alex Castro

alex castro é. por enquanto. em breve, nem isso. // esse é um texto de ficção. // veja minha vídeo-biografia, me siga no facebook, assine minha newsletter.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura