A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Amor de sujar as mãos | Do Amor #59

Uma vontade safada de sujar as mãos e terminar satisfeitos e cansados

O ímpeto é logo o de segurar de vez com as duas mãos. Não é caso para modos ou composturas, mas da satisfação safada em matar a urgência desse desejo. 

Com o hambúrguer na mão, nada mais importa. 

Como no primeiro sexo. Foda-se se alguém pode estar olhando ou ouvindo, danem-se os que prezam pela decência, os cheios de pudores. A brincadeira aqui tem hora para começar e se inicia lambuzando dedos logo de cara, entregando ao tato o deleite dos caldos e molhos, o prazer pelo sujo e pelo pecaminoso, o ultraje de se abandonar qualquer sã virtude pelo entusiasmo do profano.

Morde, mastiga, engole, roça a língua contra o céu da boca, o paraíso entre os dentes, a urgência da fome e do tesão.

Deve tá na Bíblia que comer sanduíches aos regozijos é passagem mais que garantida para o inferno. 

Engole-se a culpa e qualquer das vergonhas e parte-se de corpo e alma para o folguedo, a festa, a bagunça. O transe avassalador de ter o gosto na boca, espalhar os sabores fortes ao se esfregar na entrega, no "toma aqui que é tudo seu". 

E é um chupar de dedos e um melecar de mãos, os cantos da boca suja pela carne e querendo mais dela, as pernas tremelicando, a garantia - na cabeça - que dessa vez vai se segurar ao máximo pra que aquele momento dure muito, mas muito mais. Não pode acabar uma delícia dessas, não é verdade? Limpa os lábios e o peito com papelzinho e parte pra mais uma, assim mesmo, impregnado com o cheiro da lambança, denunciado de longe "olha lá! É ele! Olha só a cara do pervertido", os outros dizem, aqueles que não compreendem a intensidade do gozo e do desfrute que o antecede, o vício que é matar a vontade que de pouco em pouco mata a gente durante o dia.

A fome.

O tesão.

Deu água na boca aqui. Deve ser amor.

O livro Do Amor está à venda!

Gente, finalmente o livro Do Amor está pronto e no jeitinho pra ser vendido! Quer um? É só entrar na minha página do PagSeguro e fazer a compra! O livro está com o preço de R$39,90, mais nove reais para o custo de frete por item!

Qualquer coisa, me chama no Instagram (@jaderpires) ou manda e-mail pra jader@jaderpires.com.br pra eu te enviar um exemplar com dedicatória bem bonita e tudo.

Beijo!

Assine a Meio-Fio, a newsletter do Jader Pires

Pessoal, saiu hoje mais uma Meio-Fio, minha newsletter semanal com contos e crônicas, mais um monte de coisa boa, recomendações e links que vou pegar por aí. 

Sempre às sextas, vai chegar quentinho no seu e-mail. Basta se cadastrar com nome e e-mail aqui.


publicado em 23 de Junho de 2017, 00:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura