Bate-volta: um final de semana de bike em São Paulo

Mobilidade urbana sustentável, economia colaborativa e hortas urbanas – conheça espaços e iniciativas que humanizam a cidade

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Olá, pessoal.

Tudo bem?

Aqui é a Lygia, editora-chefe do Blog Sony Xperia, um dos projetos do Escribas – braço de custom publishing do PdH que produz conteúdos estratégicos para marcas.

Passo por aqui para compartilhar com vocês um vídeo que fizemos para mostrar uma São Paulo mais humana, que passei a explorar quando comecei a usar a bicicleta como meio de transporte.

Se quiserem conhecer mais sobre esse projeto de conteúdo especial, é só seguir para o Blog Sony Xperia. E caso queira saber mais sobre outros projetos do Escribas, vem .

* * *

Conhecer uma cidade tão diversa quanto São Paulo pode levar uma vida inteira. Mas, pensando que muitas pessoas tem só um final de semana para descobrir ao menos um aspecto interessante dela, criamos um roteiro "para pessoas".

Explico: é que a maior metrópole do Brasil está mudando. Recentemente, a terra da garoa ganhou quilômetros e mais quilômetros de ciclovias, espaços que atendem ao ciclista, hortas urbanas, a possibilidade de tomar um café pagando o quanto quiser e a transformação de um local abandonado em centro cultural. Sim, existe tudo isso em SP.

Aproveitei que o meu Xperia Z3+ pode ficar até 02 dias longe da tomada e mostro algumas descobertas que podem ser feitas em um final de semana.

Os locais que visito fazem parte de uma nova cidade que tenho explorado desde que comecei a usar a bicicleta como meio de transporte. Passei a frequentar lugares que estimulam a repensar nossa relação com a cidade, enxerguei melhor os espaços públicos e, por consequência, descobri que a cidade está mais humana. Por isso, convido todos a experimentarem um pouco dessa São Paulo comigo:

Abaixo está uma galeria com algumas das fotos registradas durante o passeio. Logo em seguida, reuni informações sobre o roteiro e incluí dicas adicionais para vocês se aventurarem em SP. ;-)

"Essa Lygia aqui é bem ruim de selfie, mesmo com espaço de sobra pra todos os amigos na foto"
"O Preto Café é lindo!"
"Vivendo e aprendendo em SP"
"Plantar uma árvore? Check!"
"Eva, a gatinha linda que fica no Preto Café / oGangorra"
"Selfie com a dona Teresinha, que conheci na ciclovia. Ela buscava um pessoal que estava distribuindo mais mudas <3"
"Detalhe do Mirante 9 de Julho"
"Retocando a maquiagem com a Vanessa, da Beauty Bike Br, no Aro27 Bike Café"

Mobilidade urbana: lugares para visitar em SP


Preto Café e oGangorra - Um cardápio sem preços e o movimento "pague quanto quiser" são o fio condutor do Preto Café. O conceito, focado na economia colaborativa e compartilhada, está sendo colocado em prática em cafés e restaurantes do mundo todo. Na mesma casa, oGangorra, um trabalho de espaço compartilhado por pessoas que desejam mudar a cidade.

Aro 27 Bike Café - Café, restaurante, loja, oficina de bicicleta, vestiário e chuveiros. Esse é provavelmente o espaço mais completo para o ciclista paulistano.

Mirante 9 de Julho - O espaço foi revitalizado e aberto no mesmo dia da inauguração do segundo trecho da ciclovia da Av. Paulista. O que era antes abandonado se transformou em centro cultural com direito a bicicletário, restaurante e até cinema ao ar livre.

Praça Velorama - Bar, delícias de diversos food trucks e loja - tudo isso em um único espaço. O diferencial desse lugar é que, ali, você pode alugar bikes elétricas para andar pela cidade.

Centro Cultural São Paulo - Além de dança, música, teatro, gibiteca e um tanto mais de atividades culturais, o espaço é sede da  oficina colaborativa "Mão na Roda", que ajuda ciclistas a fazerem a manutenção de suas bikes.

Las Magrelas - Loja, oficina mecânica e bar. A energia do espaço é única - vá para conhecer pessoas ou curtir com os seus amigos.

King of the fork - Vizinho do "Las Magrelas", é ideal para famílias e amigos que curtem se reunir para um caprichado brunch. Dica amiga: em tempos de campeonatos de ciclismo, como o Tour de France, turmas inteiras lotam o lugar para torcer - espie a programação antes de ir.

Espaços públicos para as pessoas

Parklets - Os parklets, ou "vagas vivas", trazem vida à cidade com estruturas simples: bancos, sombra, algum verde e paraciclo. Já tem mais de 42 parklets em SP e, para estimular a reavaliação do uso de espaços, um coletivo já organizou uma festa animada com apenas "duas vagas".

Largo da Batata - Antes, um local de passagem. Hoje, um espaço de convivência. Graças à iniciativa de moradores do bairro de Pinheiros, o lugar ganhou árvores, bancos e eventos que dão vida ao que antes era apenas uma área de concreto. O coletivo "A batata precisa de você", responsável pela ocupação constante do largo, inclusive criou um manual que explica como exercer o direito à cidade - e fala ainda sobre urbanismo tático e open design. Por lá, já teve até casamento, acredita? A festa foi aberta para quem quisesse chegar - e linda demais. Já passou, mas dá para curtir um pouco em vídeo.

Minhocão - Desde o mês de Julho, o Elevado Costa e Silva abre mais cedo para os pedestres e ciclistas: às 15h de sábado os paulistanos começam a ocupar o local. E tem de tudo: aniversários ao ar livre, picnics, mercado das pulgas, Festa Junina e qualquer outra coisa que a criatividade permita acontecer. Aliás, quando for se divertir nesse espaço, observe os jardins verticais que começam a nascer nos prédios vizinhos ao elevado.

Ocupa Food Park - O que era apenas um antigo estacionamento foi transformado em um maravilhoso espaço com árvores, food bikes, food trucks e eventos culturais. Dá até pra fazer um picnic, logo ali ao lado do metrô Ana Rosa. Quem diria?

Hortas Urbanas - Plantar uma árvore na ciclovia da Av. Eliseu de Almeida é apenas uma das coisas possíveis de se fazer para deixar São Paulo mais verde. Por toda a cidade, voluntários ocupam espaços públicos para plantar suas próprias hortas. Aqui você encontra um mapa que reúne a maioria delas - procure a mais próxima ao seu bairro e colabore!

Apps e portais para os ciclistas de São Paulo

Bicidade - Esse app recomenda as melhores rotas para os ciclistas transitarem com segurança pela cidade, combinando distância, risco e esforço físico. Esse último item significa que você receberá trajetos com o mínimo de subidas - legal, né?

Spotify - Ouvir música enquanto pedala em segurança, na ciclovia, é uma das coisas mais gostosas de se deslocar usando a bicicleta. O Spotify já tem pré-instalado em todos os modelos Xperia a partir do Z3+ e oferece 02 meses grátis de Spotify Premium em todos os aparelhos Xperia com o sistema operacional Android 4.0.2 e superior. Aliás, criei uma playlist especial para o "Bate-volta em SP" - ouve lá ;-).

Bike Ajuda - Plataforma colaborativa que reúne ciclistas dispostos a se ajudar se precisarem de uma força com mecânica - afinal, com as ruas esburacadas, não é raro furar uma câmara ou pneu. O lançamento está previsto para o mês de outubro de 2015.

Bike Anjo - Aprender a pedalar na cidade pode ser muito mais desafiador do que parece. Mas, quando você tem uma pessoa experiente ao seu lado, tudo fica mais simples. Os ciclistas “anjos” te dão dicas para ocupar as vias com segurança e se divertir no trajeto. A plataforma permite o cadastro para pedir ajuda ou ser voluntário.

Ciclomídia - Esse portal é indispensável para quem gosta de estacionar a bike com conforto, pois reúne, em um mapa, os estabelecimentos paulistanos que têm paraciclos.

Movimento Conviva - Convivência pacífica entre motoristas, ciclistas e pedestres: é isso que essa campanha incentiva. O blog do portal reúne notícias e dicas sobre mobilidade urbana.

Página da Rachel - Espaço em que a jornalista Rachel Schein mostra a cidade de bicicleta por meio de fotografias, vídeos e percepções únicas. Parece que ela está em todos os lugares, o tempo todo, enquanto estamos aqui, quietinhos, na frente do computador. Vale acompanhar.

Cidades para Pessoas - Esse projeto investiga a vida urbana e tenta responder a eterna questão: "o que são e como se constroem cidades para pessoas?". Há cinco anos, uma dupla formada pela jornalista Natália Garcia e a ilustradora Juliana Russo busca os caminhos possíveis para humanizar uma cidade. Elas já percorreram mais de 100 lugares no Brasil, América do Sul e Europa - e o material resultante de tanta pesquisa é riquíssimo.

Bike Tour SP - Conhecer São Paulo de bicicleta com uma pessoa te guiando e equipamento de áudio com informações sobre os lugares visitados? É isso que o Bike Tour faz por você, gratuitamente. Há roteiros em várias regiões da cidade e eles até te emprestam a bike - basta se cadastrar no site.


E então, que tal sair para ver a cidade sob um novo ponto de vista? Conte pra gente sobre as suas aventuras e compartilhe nos comentários as suas sugestões de roteiros, lugares e iniciativas para conhecer - afinal, todo dia é dia de descobrir essa São Paulo que está mudando. ;-)

 


publicado em 13 de Outubro de 2015, 15:03
Carteirada

Lygia de Luca

É jornalista, fotógrafa e sincera. Gosta de correr em montanhas e pedalar na cidade. Toma vinho e café em todo lugar. No Instagram, é a @lygiadeluca_


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: