Bear Story é o melhor curta de animação do ano

O filme levou o Oscar 2016 e não foi à toa: sensibilidade e história se cruzam numa produção de qualidade

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

É incrível o nosso poder de narrativa. Ao menos aqui do lado ocidental, todo o nosso conhecimento, cultura e história parecem construir um grande fio pelo qual compreendemos as coisas de forma bastante linear. E seja lá quais forem as implicações em que isso incorre, é certo que uma delas nos faz grandes contadores de histórias.

O carinho da mãe sentada à cabeceira da cama, contando causos que não estão escritos; o primeiro livro, cheio de imagens que falam; o modo como narramos nossa vida num primeiro encontro; as idas ao cinema, com pipoca amanteigada; o romance mais marcante de uma vida.

Penso que são especiais aquelas que nos tomam só cinco, dez, quinze minutos. Os curtas são um trabalho primoroso, e quando unidos ao poder simbólico que as animações têm de representar emoções tão humanas e criaturas das mais diversas, conquistam o público.

História de um urso é uma dessas produções. O filme chileno levou o Oscar de melhor curta de animação e não foi à toa. Qualidade técnica, edição, uma trilha sonora que acompanha os passos dos personagens e timing perfeitos enriquecem a narrativa.

Aqui, a história da ditadura chilena é contada pela metonímia da vida de um urso que, quando pequeno, vê sua família ser tirada de casa, presa e violentada. Foi um dos regimes militares mais duros da América Latina, perdurou entre 1973 e surpreendentemente recentes 1990 nas mãos de Pinochet.

O filme é do diretor Gabriel Osorio, dono do estúdio de animação Punkrobot, que tirou a inspiração da história de seu próprio avô, Leopoldo Osorio, que foi um dos exilados durante o regime. A produção é de Pato Escala, e o curta já ganhou, além da estatueta, mais de 50 prêmios internacionais.

Personagens de lata e a rigidez angular do cenário dão o contexto pesado da história do país, mas em nenhum momento comprometem a sensibilidade de seus personagens, que mesmo sem falas não hesitam em expressar o que sentem, ainda que sintam medo e solidão, o que empresta ao filme uma capacidade empática incrível. É assim também com suas entregas – ao amor e conforto da família ou até mesmo ao choro desenfreado.

A falta de mais informações sobre a vida desse urso hoje tem também um significado, segundo o Gabriel: “História de um urso deixa algumas perguntas sem resposta. O que aconteceu com a família? Onde estão? Essas são as mesmas perguntas que milhares de famílias fazem a si mesmos, essas que até hoje não sabe onde foram parar os suas pessoas amadas. Eu espero que essas perguntas nunca tenham de ser feitas novamente.”


publicado em 04 de Março de 2016, 13:04
10710799 10152759290008996 1807417555040828999 n

Marcela Campos

Tão encantada com as possibilidades da vida que tem um pézinho aqui e outro acolá – estuda Jornalismo na Universidade de São Paulo, mas também cursa Saúde Reprodutiva Holística no Justisse College. Compõe a equipe de conteúdo do PapodeHomem, modera uma comunidade de quase dez mil mulheres e não tem preguiça de bater um papo bom.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: