A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Bloqueio Não da Oi chegou em NY

A equipe de publicidade da Oi está de parabéns.

Aproveitando a onda do movimento Bloqueio Não, eles enviaram dois manifestantes no início desse mês para apoiar o movimento "Free iPhone", na porta da sede da Apple, em Nova Iorque.

O resultado foi um belo buzz e também ênfase dada ao fato de que a Oi lançou sua ação *antes* dos Yankees. Ou seja, nós fomos os originais. Apoio e alfinetada ao mesmo tempo.

A operadora tinha o intuito de pressionar suas concorrentes a seguir o seu exemplo e começarem a vender aparelhos desbloqueados. Lançado pouco antes do meio desse ano, o movimento Bloqueio Não tem nesse momento 1.117.250 assinaturas. Com isso, ganhou força e já tramita como proposta de lei no Congresso.

A parte interessante é observar a dinâmica em jogo. Alguns apontaram o dedo para Oi, acusando-a de lançar uma ação incongruente com seu passado, já que ela mesma vendia seus aparelhos bloqueados e a atual ação só se estende às pessoas físicas.

Iphone 07 003

O que a maioria das pessoas ignora é o ponto de vista do marketing nessa situação.

O marketing competente tem como função o seguinte:

1. Encontrar as perguntas certas
2. Responder a essas perguntas

A venda de aparelhos desbloqueados era uma questão de tempo. Cada vez mais as operadoras caminham para a venda única e exclusiva de serviços.

Sendo assim, a pergunta era: qual o melhor posicionamento possível diante dessa situação?

Se você vende um serviço, quer que a maior quantidade possível de pessoas tenha acesso a ele. Dedução lógica, vamos desbloquear essa bagaça. Está aí a resposta: vamos ser pioneiros.

Quando se é pioneiro, você está na linha de frente. Resta aos outros assumirem a posição de seguidores. A desvantagem é que caso o caminho escolhido se mostre errado, você vai ser o primeiro a tomar bolada na cara. E quem está atrás de você também vai aproveitar a deixa e meter a faca.

A Oi é uma empresa privada, com objetivos de lucro. Ela é comandada por executivos e não pelos ursinhos carinhosos.

O mérito dela foi ter pulado à frente e assumida a posição de Paladina das Telecomunicações. Hipocrisia? Nem de longe. Devem ter contratado um novo - e mais esperto - diretor de marketing, isso sim.

Quem ama Bloqueia

Manifestante do Free iPhone em NY

Nesse aqui só faltou falar "não estou aqui para roubar, o caramelo é cinquenta centavos"

Esse foi um artigo patrocinado, mas com emissão de opiniões e críticas independentes.


publicado em 30 de Outubro de 2007, 07:44
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura