[18+] Boilermaker: Dr. Drinks ensina a usar o corpo como coqueteleira

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Depois de ter aprendido a dar aquela turbinada na breja e ainda fazer uma firula com os copos, hoje vou dar um toque de mais um truque para ser feito na hora de beber que pode chapar com muita facilidade, além de proporcionar uma sensação de contraste de temperatura no seu corpo: o Boilermaker.

Um boilermaker é um “drink” que se mistura em seu organismo depois de bebido separadamente. Tradicionalmente é feito com whisky e cerveja: tome um “one shot” do destilado e em seguida empine um caneco ou um pint da breja. Se ligou por que o nome do drink faz alusão a uma caldeira? É exatamente o mesmo princípio: produzir muito calor em seu esôfago com whisky e apagá-lo com cerveja. A diferença é que não sai vapor pela sua boca.

Já encontrei algumas referências que citavam esse como um dos modos que se bebia nos saloons do velho oeste americano, mas nada comprovado. Em se tratando de drinks, como sempre prefiro a lenda pra  deixar a história mais interessante.

Um grande fã dessa forma de beber foi o escritor germano-americano Charles Bukowski, conhecido por ser o típico bêbado mala: quando alto de trago queria briga, falava alta normalmente mijava nas calças antes de acabar a noite, de tão louco que ficava com o combo.

"Uma hora de entrevista?!" | Crédito da foto: Sorrisos Crônicos

Existem duas variantes bem famosas e igualmente poderosas: uma mexicana e uma irlandesa. O Boilermaker mexicano é feito com tequila e cerveja Corona e o irlandês, conhecido como Irish Car Bomb, com um shot meio a meio de whisky Jameson e Bailey's acompanhado de um pint de Guinness.

Por ser uma forma de consumir bebidas, o Boilermaker permite todas as variações que seu paladar puder aguentar. Justamente por ser uma forma de beber sem mistério algum, optamos por não ter vídeo essa semana, afinal quem quer ver um vídeo comigo virando um shot e um caneco de cerveja?

Um barman sério nunca terá intenção de embebedar ninguém. Ele é o responsável por conduzir uma experiência divertida de todos no bar. Se um cidadão pede o combo, nosso amigo não tem muito o que fazer além de servi-lo eximindo-se da culpa. Portanto beba com prudência. Não beba como se não houvesse amanhã, mas sim para poder acordar amanhã.

E vocês? Fazem seus boilermakers como? Se não fazem, o que acham que poderia ficar legal? Mandem suas dicas, pois quero selecionar as dez melhores para testar e depois fazer um post só com receitas dos leitores. Quem sabe aí não bebo as dez no vídeo e temos uma cena cômica no final?

Se quiserem falar comigo, meu email é drdrinks@papodehomem.com.br. Ou, se preferirem acompanhar as novidades, receitas e opiniões que posto no Twitter, sigam meu perfil @juniorwm.

Um beijo e até semana que vem.


publicado em 06 de Novembro de 2010, 04:30
63c64bb52a2d6969065166dcd39cd9b8?s=130

Junior WM

Um grande apreciador de história e histórias. Vive a vida de forma que seja lembrada como honrada e humana. Ama os prazeres da vida e sua família. Escreve sobre passar pelo mundo com dignidade e alegria. Contribui com a revolução digital por acreditar em seu caráter humanitário e num mundo melhor.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: