[18+] Bom dia, Callmevicks

Conheci a Vick por amigos em comum e ela me confessou o quanto gostaria de fazer um desses ensaios intimistas que faço, que é como chamo meus ensaios; prefiro isso que "ensaios sensuais" ou "ensaios de nu artístico".

Na primeira oportunidade da agenda, nos encontramos e deu muito certo. A ideia era ser tudo o mais natural e espontâneo possível. Para quem, como eu, gosta de capturar momentos cotidianos em foto, fazer um ensaio com a Vick é um presente de D'us.

Como havia dito antes, não me acostumo com os termos "sensual" ou "nu artistico", ou pelo menos não os acho adequados ao que faço, apesar de entender que se encaixam. Certamente, prefiro o mínimo de roupa possível em um ensaio, não pela nudez em si, mas porque não tenho a atenção desviada do meu assunto principal que é a mulher que esta ali pra ser retratada no que eu pretendo que seja um momento muito íntimo, de silêncio, dela.

CALLMEVICKS_WEB_01
CALLMEVICKS_WEB_02
CALLMEVICKS_WEB_03
CALLMEVICKS_WEB_04
CALLMEVICKS_WEB_05
CALLMEVICKS_WEB_06
CALLMEVICKS_WEB_07
CALLMEVICKS_WEB_08
CALLMEVICKS_WEB_09
CALLMEVICKS_WEB_10
CALLMEVICKS_WEB_11
CALLMEVICKS_WEB_12
CALLMEVICKS_WEB_13
CALLMEVICKS_WEB_14
CALLMEVICKS_WEB_15
CALLMEVICKS_WEB_16

Boa semana a todos.


publicado em 08 de Dezembro de 2014, 07:00
File

Fabs Grassi

Fotógrafo paulistano interessado na condição humana, tanto em retratos/ensaios quanto nas ruas. Entusiasta da fotografia móvel/mobgrafia, acredita totalmente na fala de Ansel Adams sobre o ato de fotografar : "você não tira uma foto apenas com a câmera. Você traz para fotografia, todas imagens que viu, todos livros que leu, as músicas que ouviu, as pessoas que amou".


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura