Bom dia, Carol

A Carol foi fotografada pela Maria Carolina Pace e recebeu a visita da Thays Vita, que já apareceu aqui no Bom Dia

Nota editorial: estamos em busca de Bom dias com homens e com mais diversidade de corpos e peles — aqui explicamos em mais detalhes o contexto atual da série, suas origens, obstáculos e nossa visão de futuro para ela. Se você é fotógrafo(a) ou tem um ensaio que deseja publicar, fale conosco pelo jader@papodehomem.com.br .

* * *

Gosto quando a fotografia sensual não é planejada. Existe um chame quando acontece naturalmente, assim como me encanta a vida de quem foge da rotina. A mulher ganha vida própria no resultado do meu trabalho, e isso cada vez mais tem relação com a definição de feminino na atualidade e o impacto que isso gera no mundo contemporâneo. 

Tudo isso é diretamente relacionado com a personalidade e relação entre modelo e fotógrafo, todo baseado na confiança e respeito.

Procuro meninas na Internet, quase como um passa tempo viciante, e ai sempre rola uma boa conversa para marcar e pedir para posarem pra mim. É bem legal quando entro em contato com quem nunca foi fotografada. Quase sempre a pessoa não se permite ser bonita ou sensual a sua própria maneira e, ao verem o resultado, se identificam como aquilo que elas realmente são: belas!

Nesse momento que entra o fato de tirar ou não a roupa, sempre deixo tudo muito livre, tanto que, quando convidei a Carol para as fotos, não especifiquei o estilo nem necessidade de disposição pra sessão.

 

 

 

 

 

 

 

 

A locação foi cedida pelo Rick Cuckierman, que possui uma das casas mais lindas que eu já vi, e poder utilizá-la foi maravilhoso. Ele é bem receptivo e costuma ceder a casa dele para trabalhos artísticos infinitos.

Sinto que a cada clique adentrei um pouco mais no mundo da Carol, e me apaixonei!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Boa semana a todos.


publicado em 02 de Fevereiro de 2015, 09:00
File

Maria Pace

20 anos. Artista e pesquisadora visual, mora atualmente na grande São Paulo. Tem Instagram e Facebook.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura