Bom dia, Chi

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Como videomaker, até na hora de procurar meninas delicinhas pra agradar os olhos, busco cenários bem feitos, fotografias lindas e, sempre, uma menina gostosa e de atitude pra dar tempero pro vídeo. Tentando ajudar o Jader Pires, foi assim que encontrei o Cafe Fantasy, um canal do Vimeo com muito para nos oferecer.

Além de já reunir umas outras lindinhas como a Leanna Becker, a proposta do Cafe Fantasy é juntar vídeos bem feitos e gostosas de te deixar doido.

Pra esse bom dia, escolhi a Chi.

Link YouTube

Só o nome já nos denuncia como a pequena Chi é exótica. Com uma tatuagem de dragão distribuída pelas coxas e pela bundinha, ela já aparece no primeiro plano com uma reboladinha e um andar que só as danadinhas tem.

Alguma coisa boa está pra acontecer.

Os colares e correntes roçando pelos peitos deliciosos, as mãos descendo pela barriguinha até embaixo são de deixar qualquer ser na terra excitado. Chi está se aproveitando, enquando a gente aproveita também. É a natural vontade de ser invisível, só um pouco, só enquanto uma delícia dessa se toca, se devora, e aproveita a sua privacidade imaginária pra ser louca, sem freios, sem regras, sem boas maneiras.

Bebe vinho, se suja de tinta enquanto pinta, se veste como quer, se toca como quer pensando no que quiser. Puxando o próprio cabelo, apertando o próprio peitinho, amando esse corpo gostoso, imaginando as coisas mais loucas que poderia fazer com ele e se deixando levar pelo puro desejo, aquela vontade latente de se saciar o que é insaciável.

Obrigado pequena Chi, obrigado por essa inspiração.

Meninos, por favor, aproveitem essa pequena.

Boa semana a todos.


publicado em 01 de Abril de 2013, 06:00
File

Luiza de Castro

Amante de cor, cinema, fotografia, design, coletivos urbanos, muitas nerdices e fofurices. Adora aprender coisas novas, valoriza os amigos e pessoas queridas e sempre topa uma boa cerveja. É a videomaker e fotógrafa do PapodeHomem. Em breve, mais informações.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: