Bom dia, Ira Chernova

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Selo dorel jpg
  • Vivara130x50 jpg

Russa. Fotógrafa nascida e criada em Moscou, mas agora reside em Nova Iorque. Essa é a Ira Chernova, a pequena que está no Bom Dia de hoje.

O que eu tenho de mais importante pra dizer sobre ela é a dicotomia da beleza que se apresenta diante dos nossos olhos. A boca grande que se impõe, conjuntando com os olhinhos singelos que denotam certa meninice. O corpo delicado, lânguido que contrasta com a potência visual das tatuagens. O pescoço alongado e gracioso que se depara com o maxilar quadrado, reto.

O Bruno Passos já falou aqui no PapodeHomem sobre a qualidade significativa ao se vestir, sobre os signos que o vestuário aponta quando a gente usa uma determinada roupe de um determinado jeito e como o contraste gera um interesse forte nas pessoas, como, por exemplo, quando vemos um cara andando de camisa (peça de roupa formal) com os braços tatuados (qualidade significativa -- ainda -- de rebeldia, de "descaso" com o que alguém vai pensar). Essa mistura fica bem interessante aos olhos, pois quebramos os preceitos que temos -- tanto da camisa quanto das tatuagens). Isso gera interesse.

Link Vimeo

O mesmo acontece com a nossa russa da vez. Ela possui traços físicos muito delicados que se contrastam com detalhes fortes, quase agressivos. O mesmo com os detalhes do que ela veste. Brincos delicados, colarzinho pequenino, tudo bem menina contrastando com as camisetas e blusinhas mais fortes de se olhar, menos menina, menos feminino do que estamos (infelizmente) acostumados.

Isso gera um baita interesse. Isso faz com que dê uma baita vontade de olhar por um longo período de tempo.

Percebam os contrastes harmônicos e toda a formosura dela. Linda.

Ira-Chernova
Ira-Chernova
Ira-Chernova
Ira-Chernova
Ira-Chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova
ira-chernova

Boa semana a todos.


publicado em 22 de Julho de 2013, 07:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: