Bom dia, Olivia Munn

A gente sempre tenta não fazer um bom dia com mulheres conhecidas, peças fáceis de se encontrar, nomes de peso -- seja esse fardo qual for -- e aí que hoje será diferente. Todo mundo conhece a Olivia Munn, pequena que já fez filmes e séries de televisão e comédia e programas de entrevistas e tudo que pode ser revista de ensaios e coisas do gênero.

Mas, tirando toda a fama e luzes de cima dela, ela obviamente ainda é linda de morrer. Dona de um sorriso gigantesco que faz os olhinhos se fecharem junto, grandes maçãs no rosto, um conjunto perfeito para ter, no riso, a satisfação plena de qualquer um que esteja em volta.

A menina Munn possui um grande trunfo, bem evidenciado nesse vídeo:

Link YouTube | Pode ver em tela cheia que não dá galho no trabalho não. Pelo menos não por nudez

A Olivia Munn é aquela que poderia ser muito bem sua amiga, aquela da época de colégio que entrava na brincadeira com os meninos e usava uniforme mais largo de propósito e ia para as festinhas encher a cara e contar besteiras e fazer a galera rir.

Ela é uma mulher de Hollywood -- ou pelo menos do show business da costa oeste --  e a maioria das fotos e vídeos jogam ela lá no alto, mas esse ensaio aqui de cima me evidenciou bastante essa verdadeira cara da moça, aquele jeito de colega de faculdade que você sempre será levemente apaixonado, não pela impossibilidade de tê-la (ela te dará chances, claro), mas porque é delicioso estar perto dela e se deixar afetar por ela.

Enfim. É óbvio e notável que ela é gata. Pra cacete. Mas o que bate mesmo, o que dá aquele remelexo por dentro ao ficar olhando pra ela é o jeito. A acessibilidade. A camaradagem inerente. Se ela tem tudo pra ser bróder demais, o resto (que não é pouco, nem um pouco) é um baita lucro.

Basta fuçar aí na sua memória e vai encontrar alguma amiga do passado que vai te lembrar muito a Olivia Munn. O jeito de olhar e de sorrir, o controle que ela acaba adquirindo sobre tudo que está por perto, a maneira desencanada com que ela lida com esse magnetismo, a beleza exacerbada que é natural e não medida e controlada dia a dia -- metodologia que faz muita mulher bonita entrar em um vórtex de insegurança e carência --, mas só uma beleza solta mesmo.

olivia-munn
olivia-munn
olivia-munn
olivia-munn
olivia-munn

Boa semana a todos.


publicado em 08 de Julho de 2013, 07:00
13350456 1045223532179521 7682935491994185264 o

Jader Pires

É escritor e colunista do Papo de Homem. Escreve, a cada quinze dias, a coluna Do Amor. Tem dois livros publicados, o livro Do Amor e o Ela Prefere as Uvas Verdes, além de escrever histórias de verdade no Cartas de Amor, em que ele escreve um conto exclusivo pra você.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura