A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Bom dia, Valentina Piras #2

Nota do editor: A Valentina já esteve aqui em um de nossos Bom Dia. Agora, ela está de volta, tão ou mais linda do que antes. Abaixo segue um relato sobre a execução desse projeto, mas primeiro, gostaria de deixar o vídeo para que vocês apreciem a beleza da moça e o ótimo trabalho dos parceiros da Monstro Filmes.

Link Vimeo

Muitas vezes nos vemos reclamando de projetos não realizados, sonhos adiados e uma certa sensação de inércia na vida. Comigo também é assim, sou reconhecidamente um procrastinador. Ao longo dos meus 26 anos de vida são muitos contos inacabados, roteiros pela metade ou não filmados, quadrinhos não ilustrados, entre muitos outros planos infrutíferos.

Naquela quinta-feira, porém, nem eu, nem ninguém da Monstro Filmes poderia imaginar como terminaríamos o dia satisfeitos e com aquele sentimento de realização. O dia tinha começado preguiçoso, mais um na rotina da produtora e no fim da tarde já começava a bater a vontade de ir pra casa e descansar um pouco. Já tinha até combinado de comer num restaurante com a namorada quando o celular toca. No trabalho, temos o costume de dizer que se o telefone toca depois das 18h é porque é pica. Fábio, um amigo de faculdade, companheiro de projetos e trabalhos parece ansioso no telefone.

"Cara, tô com um equipamento aqui que só preciso devolver amanhã. Estava pensando que ainda tem umas 12h antes de terminar a diária de locação. Pode ser um pouco de loucura, mas você tem algum projeto ou ideia que dê pra gente fazer nesse meio tempo? É um equipamento muito foda, acho um desperdício..."

Em uma fração de segundo me passam pela cabeça um desfile de projetos não concluídos, ideias em maturação, mas nenhuma que pudesse ser executada em menos de 12 horas. O procrastinador dentro de mim já começava a arrumar desculpas e eu me visualizo deitado no sofá jogando videogame. No entanto, a ansiedade do Fábio, a possibilidade de realizar algo bacana em tão pouco tempo e um pouco de impulsividade me fazem dizer "deixa eu pensar um pouquinho e já te ligo".

VALENTINA 3
Foto: Luiza de Castro

Temos experiência com ensaios sensuais na Monstro. Fizemos alguns pro PapodeHomem e neles tivemos oportunidades de brincar com a linguagem e a possibilidade de experimentar diferentes tipos de narrativa. É um projeto prazeroso, principalmente pela liberdade criativa que o PdH nos dá e por ser um projeto que conseguimos fazer muito em apenas uma diária de gravação.

Logo, a ideia de fazer um ensaio me pareceu perfeita. Era algo cuja linguagem podia ser mais livre e intuitiva, que tinha um componente visual forte, o que nos permitiria explorar a qualidade fotográfica do equipamento e poderia ter uma produção simples dependendo do caminho que resolvêssemos seguir. Contei minha ideia pro pessoal, chamamos alguns amigos talentosos e logo partimos para a produção.

Antes de qualquer coisa, claro, precisávamos de alguém que topasse fazer o ensaio.

VALENTINA 8
Foto: Luiza de Castro

Sempre mantivemos contato com as meninas que participaram dos ensaios anteriores. Algumas viraram amigas bem próximas. Por isso, não tivemos a menor dúvida que a Valentina Piras e a Mari Graciolli topariam a brincadeira. Tivemos uma ótima experiência com as duas e achamos que elas seriam perfeitas pra embarcar nessa com a gente.

Infelizmente, a Mari não pôde participar mas, pra nossa sorte, a Valentina estava livre e conseguimos seguir.

Eu, meu irmão Ian e o Fábio sentamos. Em uma hora discutimos o que seria possível produzir e qual seria a linguagem que abordaríamos. Reunimos referências e sugestões de várias pessoas (em especial da Sophie, namorada do Fábio e da Cecilia, minha namorada). Assim, chegamos a um conceito simples, mas possível.

VALENTINA 9 Foto: Luiza de Castro

Improvisamos um estúdio no porão da produtora e começamos a produzir o cenário com o que tínhamos disponível. Graças ao mestre da fotografia Júlio Brunet e o mestre da gambiarra Raphael Bejar, montamos um esquema de luzes e começamos a gravar.

Da ligação do Fábio, que foi por volta das 18h até o fim da gravação às 4h, foram 10 horas para conceber, produzir e gravar o vídeo. No processo, descobrimos que podemos realizar muito em pouco tempo e que, com a ajuda de amigos, conseguimos criar e executar bastante coisa com pouquíssimos recursos.

No fim da diária, todos ficamos com um gostinho de quero mais, com a sensação de que todos os inúmeros projetos e sonhos inacabados poderiam ser concluídos, basta aproveitar as oportunidades e calar o procrastinador interno.

VALENTINA 7
Foto: Luiza de Castro

VALENTINA 6
Foto: Luiza de Castro

Foto: Tiago Hernandes Jardim
Foto: Tiago Hernandes Jardim

Foto: Tiago Hernandes Jardim
Foto: Tiago Hernandes Jardim

Foto: Tiago Hernandes Jardim
Foto: Tiago Hernandes Jardim

Foto: Tiago Hernandes Jardim
Foto: Tiago Hernandes Jardim

Foto: Tiago Hernandes Jardim
Foto: Tiago Hernandes Jardim

publicado em 26 de Maio de 2014, 07:00
A465d2749a77c1ccf9b8fb09e9815093?s=130

Kaluã Leite

Kaluã é formado em Audiovisual e um interessado em filosofia, teologia e nerdices em geral. Aspirante a cineasta, é diretor na Monstro Filmes, e é o responsável por dirigir alguns dos "Bom Dia" do PdH.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura