[18+] Bom dia, Vica Kerekes

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Em conversa recente no "Você é aquilo que diz não ser", a presença da série Bom dia foi questionada – legitimamente, como qualquer crítica que recebemos – em meio a textos sobre bissexualidade. Transcorreu assim:

Pois bem, o bom dia de hoje é dedicado a todos que o apreciem, seja qual for seu sexo ou orientação. Heteros, bi, homo – homens e mulheres.

* * *

Sardas são ponto fraco de alguns tantos e tantas por aí.

Vica Kerekes é uma pequena húngara, atriz, cidadã eslovaca e nascida em 81. Apresentada por nós pela Luiza, em ocasião digna de nota, na qual os mancebos do QG cessaram suas atividades costumeiras para se banquetearem em cenas do filme checo "Muži v naději"(Men in hope).

Na trama, Vica tira o rebolado dos marmanjos em uma mesa de sinuca, tal qual Anna Karina em antigooo bom dia:

 

Musa de Jean-Luc Goddard, em cena memorável do delicioso filme Vivre Sa Vie, de 1962
Musa de Jean-Luc Goddard, em cena memorável do delicioso filme Vivre Sa Vie, de 1962

Mas "Muži v naději" não é pornochanchadesco, como se poderia pensar. É uma comédia romântica um tanto mais apimentada e bastante simpática, a ponto de valer apresentarmos o divertido preâmbulo, antes do deleite em si.

Link YouTube

 

A cena

Link YouTube | Vale babar em 720p

Mais da dama:

Vica KerekesVica KerekesVica Kerekes

O filme completo e legendado em inglês segue abaixo. Pelos comentários no YouTube e IMDB, adoradores de onã que foram até o link em busca de apenas mais Vica ficaram por toda a película – cuja história gira em torno de amor, fidelidade e percalços usuais dos casamentos:

 

Clique na imagem para assistir
Clique na imagem para assistir

Boa semana a todos!


publicado em 15 de Julho de 2013, 09:08
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: