Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Caindo de pé

Cheguei em casa 1am nessa Sexta, com a votação do BestBlogsBrasil já encerrada. Como criador do PapodeHomem e a pessoa que mais acreditou nisso como algo muito maior do que um "blog", me sinto no dever de deixar claros certos pontos.

Conversei com três pessoas pelo telefone entre 1am e 2am. Incomodei em plena madrugada o Caio, do Brogui, para pegar o telefone do Gustavo, o dono do Manual do Cafajeste. Liguei pra porra do cara 1:30am e conversei com ele por mais de meia hora. Não iria dormir sem passar a limpo o que aconteceu. E na sequência falei com o Marcelo, do Pergunte ao Urso.

Primeiro, agradeço a quem postou em nosso favor, grandes parceiros:

Verdade Absoluta
Não2Não1
Enloucrescendo
PapodeBêbado
Perca Tempo Agora
Eu e Meu Ego Grande

Assim como todos os outros leitores/colaboradores/fãs que se desdobraram nessa campanha.

Não vamos reclamar agora de uma premiação da qual participamos até o último minuto. Abaixo, esclareço o motivo específico desse artigo. A frase abaixo:

"A votação para o melhor blog masculino está acabando e parece que o concorrente tem feito spam para conseguir ganhar o prêmio. Não vou usar desse recurso desleal."
image

Não, Gustavo, não fizemos spam.

Suas leitoras, diante da irrefutável deslealdade do concorrente, fizeram por você:

image

Para mim poucas coisas são mais graves do que se chamar um homem de desonesto, ladrão ou mentiroso. Sem minha palavra, não sou absolutamente nada.

Quando outra pessoa questiona isso, está batendo na minha cara.

Isso vai muito além de blogs. O PapodeHomem não foi criado para ser o maior blog de todos os tempos. Foi criado como parte de um ideal compartilhado por um grupo de amigos. Queríamos ver conteúdo que não estava sendo publicado em lugar algum, fazer algo novo. E trabalhamos pra fazer acontecer.

Perder nessa categoria é um grande alerta. Alerta de que, como dito em post recente, nos perdemos ao longo da estrada. Se temos 10.000 leitores do RSS e ainda assim fomos derrotados por 1216 votos, o buraco é mais embaixo. E a reforma na casa deve ser grande.

O nosso post feito de última hora, ainda que no espírito de vencer, não reflete a postura do PapodeHomem. Apenas intensificou uma disputa ridícula, de HOMENS x MULHERES, na corrida pelo melhor blog do *Universo Masculino*. Sendo que aqui no PdH temos o Ladies Room, a Dra. Fashion, inúmeras leitoras que se divertem e acompanham nossos textos. Mais nonsense impossível.

Nós somos - eu sou - apaixonados pelas mulheres! E não um bando de peludos enfurnados numa sauna tomando cerveja e arrotando torresmo. Sinceramente, não sei o que estava passando pela cabeça do pessoal. Ficou feio de se ver.

Gustavo, você tem a porra de um dos melhores blogs na web hoje. Você sabe, as suas leitoras sabem.

Não se faz uma acusação pública sem ter provas. Nunca.

Caso você acerte, bingo. Terá um séquito de leitores fiéis ainda mais fiéis.

Mas nesse caso o tiro passou longe. E desnecessário.

Enquanto as últimas horas do Best Blogs Brasil se desenrolavam, eu estava na rua, relaxando em um happy hour após trabalhar 12 horas ininterruptas pela quinta vez na semana.

A revista online que vocês estão lendo agora se chama "Lifestyle Magazine" e não "Bitolados Magazine". Que continue como nosso leitor quem se identifica com a primeira parte e não com a segunda.

Fiz a campanha que pude fazer, chamei meus amigos, quem gostava do PapodeHomem. Fui até onde considerei possível e legítimo. Não trapaceamos nem fomos coniventes com spam ou qualquer outro método ilegal de votação em nenhum momento. Quem quis nos apoiar, nos apoiou. Quem quis nos indicar, nos indicou. Era uma briga limpa. Ontem, cada um dos goles de cerveja descia redondo, suave, absolutamente sem peso na consciência.

Hoje estou decepcionado.


publicado em 17 de Janeiro de 2009, 08:18
File

Guilherme Nascimento Valadares

Editor-chefe do PapodeHomem, co-fundador d'o lugar. Membro do Comitê #ElesporElas, da ONU Mulheres. Professor do programa CEB (Cultivating Emotional Balance). Oferece cursos de equilíbrio emocional e escreve pequenas ficções no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura