Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Chega de achar que cerveja é coisa de homem: a trajetória da sommelier Carolina Oda

Gastronomia, cerveja e machismo no primeiro vídeo da nova edição d'O Papo com a Carolina Oda

Carolina Oda, mestre-cervejeira e sommelière de cervejas, nunca foi daquelas fãs de carteirinha da bebida. Com uma trajetória diferente de muitos de seus colegas, a primeira paixão de Carol começou foi mesmo entre doces, confeitos e as delicadezas da patissèrie. Talvez por isso tenha um diferencial tão grande dentro da sua profissão. Para ela, a bebida alcoólica que é preferência nacional vai além do próprio universo cervejeiro: a birra tem um relacionamento sério com a culinária — e é preciso respeitar (e entender!) esse vínculo.

Já formada em Gastronomia, a curiosidade não a deixou em paz. Saiu logo das cozinhas para ganhar o salão dos restaurantes e bares: "Tem um casal brigando, um bebê chorando, um bêbado. Por que ficar fechada na cozinha sem esse monte de gente legal para interagir?". Foi no salão que aprendeu a respeitar o trabalho de todas as pontas da cadeia. E, verdade seja dita, isso não vale só para mesas de bar. É um conselho aplicável em qualquer profissão: quando se entende as dificuldades do trabalho alheio, conseguimos compreender a importância de cada pessoa no todo. É aquele olhar empático que nos falta em tantas situações cotidianas, sabe?

E quando o assunto é machismo, Carol diz que, entre brejas, não é muito diferente do resto do mundo: mulher tem de trabalhar em dobro pra mostrar competência. “Trabalhamos pela gente e pelos comentários, pra não deixar dúvida que tudo que você conquistou é só porque você trabalha bem.”

Link no Youtube

Nós, mulheres que gostamos de cerveja, já passamos por poucas e boas: do garçom que serve a bebida ao homem à mesa ao comentário machista que duvida da nossa capacidade de apreciar um bom rótulo. É a velha lógica do "drink de menina" e "drink de menino". Tentam nos deixar, muitas vezes, à deriva no universo cervejeiro.

Mas Carol está aí para mostrar que se engana quem acha que mesa de bar ou qualquer lugar em que haja birra — seja por apreciação ou por trampo — não é espaço pra mulher. Formada sommelière pela Dormens Academy, professora e colunista do É de birra, mas não só ela prova que lugar de mulher é onde a gente quiser.

O segundo episódio será só sobre breja e eu te espero aqui na próxima terça-feira. Enquanto isso, queria propor uma discussão para a caixa de comentários: você percebe o machismo que ronda o mundo da cerveja? Como se policia e age para combatê-lo?

Mecenas: Consul Cervejeira

Conversas bem pensadas pedem uma cerveja no ponto.

A Cervejeira Consul tem controle eletrônico de temperatura para deixar sua cerveja perfeitamente gelada e sem complicação.

Consul será o Mecenas da segunda temporada d'O Papo.  Vamos trazer convidados que têm ideias bem pensadas para dividirem suas visões, provocar, questionar e, por que não?, brindar conosco.

Toda semana uma entrevista diferente aqui no canal do Papo.

 


publicado em 06 de Dezembro de 2016, 18:11
15156818 1157572800997192 7054685597498848471 o jpg

Gabrielle Estevans

Gabrielle Estevans é jornalista, editora de conteúdo e coordenadora de projetos com propósito. Certa feita, enamorou-se pela palavra inefável. Desde então, também mantém uma lista de pequenas coisinhas indizíveis.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura