Estamos procurando um autor para escrever sobre saúde do homem no PdH! Topa? Mais informações aqui.

Chronicle: o melhor filme de super-herói que eu ainda não vi

Há poucos dias saiu um vídeo sobre “pessoas voando em Nova York”. Eram pessoas de mentira, claro, mas, como apontou o Alexandre Matias lá no Trabalho Sujo: “como isso mexe com a cabeça da gente...”

No fim das contas, o vídeo era um viral para o filme Chronicle – que chega ao Brasil no segundo fim de semana de março, com o horrível nome Poder Sem Limites. Acabei encontrando o trailer, indo atrás de algumas críticas gringas e... caralho, me empolguei.

Link YouTube | Andrew, stop that!

Quando eu digo que eu não tenho o menor interesse por super-heróis, geralmente sou atacado. Nunca vi graça em Batman, Homem-Aranha, Homem de Ferro e Superman (credo, principalmente no Superman). Há pouco tempo saiu o filme do Capitão América. Não assisti. Porra, o cara é um super soldado americano e precisa se vestir daquele jeito? Qual a lógica?

Enfim, não gosto de filmes com super-heróis. Gosto de filmes com humanos. Se eles tiverem super-poderes, estou OK com isso. E Chronicle parece ser um filme sobre humanos, adolescentes, babaquinhas como todos nós já fomos (ainda somos?), que por acaso ganham super-poderes e acabam descobrindo seus piores lados por causa disso.

A premissa é batida, claro – eu mesmo sou um dos muitos feridos por aquela bomba que foi Heroes –, mas algo nesse trailer me diz que Chronicle fará pelos filmes de heróis o que Cloverfield fez pelos filmes de monstro. Desculpa, eu achei Cloverfield muito foda.

Assistiu ao trailer? O que achou?


publicado em 14 de Fevereiro de 2012, 11:30
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura