Como escrever com autoridade na Web

Em oito passos.

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Esse post é parte do Movimento Blog Voluntário, puxado pelo Rafael Ziggy, do Sim Viral. O editor-in-chief do PdH me passou a missão de educar os iliteratos digitais, sob qualquer ótica, explorando os temas web, tecnologia e seus possíveis usos.

Ótimo, gostei. Vou começar ensinando o exército de Roque Júniors do teclado a produzir conteúdo digerível. A seguir, oito dicas para escrever melhor e envolver seu leitor.

1. Feche todos seus programas

As 25 abas do Firefox, o Msn, o Gtalk, e qualquer outra merda que coloque você à disposição dos outros. O máximo que deve permanecer aberto é seu audio player, com alguma trilha sonora que o inspire.

Deixar distrações abertas torna seu raciocínio errático e limitado, fazendo com que tenda a buscar pelas soluções mais fáceis e escreva posts factuais, sem gosto, limitados.

2. Pesquise

A leitura na tela de um computador é 25% mais lenta do que em uma folha de papel, sabiam?

Quando cita alguma informação nova, que atinja o interesse de seu leitor, ele automaticamente vai avaliar todo o resto de seu texto com mais atenção. Leitores fiéis surgem como retorno de um trabalho bem feito. Não espere ganhar os 5 minutos do tempo de alguém caso não esteja disposto a oferecer o seu.

3. Compre um dicionário de sinônimos e antônimos

Faça uso dele, vai expandir seu conhecimento, enriquecer seus textos e elevar o nível cultural de seus leitores.

4. Não use exclamações em excesso!!!

Elas são recursos literários que devem ser usados com moderação, para transmitir sua personalidade e enfatizar os pontos chave de seus textos. O uso desmedido dá a entender que você se empolga com absolutamente qualquer coisa, não tem auto-controle, bom senso e, logo, não é alguém confiável, em posição para discorrer sobre o assunto. A não ser que seu assunto seja a estupidez.

5. Idem acima. Para pontos de interrogação.

Entendeu, pequeno asno???

6. Parênteses costumam ser desnecessários

Assim como ! e ?, vale a prudência. Raramente os parênteses fazem algo que períodos simples não dariam conta de resolver. (o excesso deles transmite um pensamento confuso e hesitante, não aconselhável para quem trabalha com textos envolvendo uma posição de autoridade)

7. Conte histórias, Forrest

Quando comecei a escrever essa coluna, buscava as respostas para as perguntas em experiências próprias, na de amigos, conhecidos, vizinhos, desconhecidos, tudo misturado em uma grande costura. Ao colocar seus posts dentro de um contexto que o leitor possa enxergar, ele será transportado para dentro do tema, vai sentir, ativar as sinapses correspondentes e compreender suas intenções com muito mais facilidade. Fim.

8. Coloque-se no lugar do leitor

Escreva. Releia. Avalie.

Faça isso com todos os seus posts, invertendo seu ponto de vista. Aprenda a sentir as emoções transmitidas pelo texto. O processo chega a ser culinário, cada palavra removida/incluída é um novo tempero.

angry-chick
Não preciso nem comentar o erro mais nojento de todos, que é escrever palavras com a grafia errada. Usem a porra do Aúrélio quando estiverem em dúvida.

Basta, essas 8 já são mais do que a curta capacidade de reter conteúdo recente da maioria das pessoas dá conta de acumular ou sequer colocar em prática. Aproveitem.

Dr. Love, voluntário da web


publicado em 27 de Abril de 2008, 11:13
92e8d9697a8dd2faf3d0bc4f9d3a08fc?s=130

Dr. Love

Consultor amoroso e cachorrão nas horas vagas.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: