Como fazer nó de gravata Windsor

Um daqueles conhecimentos que você nunca tem mas que vai precisar quando menos esperar

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Geladeiras, cafeteiras, aspirador de pó, televisão, smartphones, comida. Processadores, liquidificadores, máquinas lava-louça, microondas. Ar-condicionados para esfriar o ambiente no calor. Aquecedores para esquentar, durante o frio. Você não precisa mais nem sair de casa se quiser alguma dessas coisas. Use seu computador ou celular e compre seja lá o que quiser agora.

Se é entretenimento que você procura, dá pra ter acesso a uma biblioteca praticamente infinita de filmes, músicas, livros ou jogos de praticamente todos os tempos. Se em algum momento a informação foi gerada, ela está lá, ao seu alcance, basta digitar a palavra chave.

É, o mundo moderno está repleto de facilidades.

Porém, o suprassumo da praticidade está na gravata que já vem com o nó. 

Você não precisa nem mesmo se preocupar com a minúcia que é o nó nesse adereço estético tão importante nas festas engomadas para as quais a sua família te convida. 

No entanto, como não importa a quantidade de esforço que coloquemos nisso, é impossível cobrir o mundo com tapetes. Em algum momento você se depara com ela: a gravata sem nó. E faltam 5 minutos para sair de casa.

Aqui embaixo temos um vídeo bem claro sobre essa tarefa emergencial que, provavelmente mais tarde do que cedo, vai acabar surgindo na sua frente.

Agradeça a mais uma dessas inovações tecnológicas que tanto facilitam nossa vida, o Youtube, e às pessoas que dedicam seu tempo a fazer vídeos assim para os desprevenidos que são pegos pelas necessidades urgentes da vida.

Não fosse por eles, a gente ia continuar sem saber como fazer nó de gravata.

Link Youtube


publicado em 12 de Fevereiro de 2016, 16:00
Avatar01

Luciano Ribeiro

Cantor, guitarrista, compositor e editor do PapodeHomem nas horas vagas. Você pode ouvir no Spotify. Também escreve no Medium e em seu blog pessoal. Quer ser seu amigo no Instagram.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: