Como fazer uma horta

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Digamos que, finalmente, você conseguiu levar aquela sua amiga pra casa para um jantar romântico. Você decide que vai preparar um Salmão ao creme de hortelã com vinho branco, só pra impressionar. Isso, por si só, já seria uma grande coisa. Agora imagine dizer, enquanto faz o preparo, que é você próprio quem faz o cultivo dos temperos?

Não vou dar um passo-a-passo com dicas de melhores solos, de sementes, de como conversar com sua planta, de como ser mais ecológico etc. Aqui é rápido, rasteiro e eficaz.

Obtendo o material

Primeiro, você tem que definir um lugar pra sua horta. Se você morar em apartamento, pode pensar em uma janela, floreira, um canto na área de serviço, a cabeceira da sua cama, tanto faz, desde que seja um local que tenha sol por pelo menos algumas horas. Se você morar numa casa, pode usar o quintal ou o jardim, bem ao lado do canteiro de rosas da sua avó.

Ter uma horta em casa é um enfeite muito maneiro, então nem pense em coloca-la no armário.

Olha onde coloquei a minha

Feito isso, você vai precisar de:


  • Um vaso grande ou um espaço no seu jardim

  • Um pouco de brita ou pedras

  • Terra Vegetal

  • Sementes

Aproveite que você está indo no supermercado comprar cerveja e passe pelo setor de jardinagem. Lá, você vai encontrar vasos de todos os tamanhos, tipos, modelos e preços. Escolha um que caiba no lugar que você definiu e que seja um pouco grande pra ter mais de uma planta (senão não vai ser uma horta). Dá pra usar garrafas PET, mas você precisa lembrar-se de fazer uns furos pra água sair. Compre também o pratinho que vem embaixo do vaso, caso contrário, quando você for regar, a água vai escorrer e sujar todo seu tapete persa.

Compre um pacote de terra ou substrato vegetal e algumas sementes que você escolher.

Material reunido. Fica bonito, não?

Na volta pra casa, passe por um canteiro de obras e pegue “emprestado” um pouco de brita. Você vai usar essas pedras para criar uma camada de drenagem no seu vaso, mas se não achar um canteiro de obras é só não regar demais. Para quem mora em casa e vai plantar no jardim, esta etapa não é necessária.

Modo de preparo

Chegando em casa, é hora de montar sua horta. Passo preliminar: abra uma cerveja gelada.

Eis o passo-a-passo para os guris de apartamento:


  • Arranje um lugar – que possa sujar – para montar o seu vaso. Se o seu apartamento só tiver carpetes, forre com jornal antes.

  • Coloque uma camada rasa da brita (ou pedras) no seu vaso – essa é a camada de drenagem que não deixará acumular água demais no seu vaso. Depois, despeje a terra vegetal até quase encher. Deixe mais ou menos 1cm de borda, para não transbordar quando for regar.

  • “Amasse” um pouco a terra pra tirar o ar e passe o dedo ou o cabo de uma colher, fazendo uns dois riscos de 1 cm de profundidade.

  • Escolha onde vai plantar cada coisa. Minha sugestão é: cebolinha na esquerda, tomilho na direita e manjericão no centro. Isso ajuda na hora de cuidar e colher. Coloque as sementes e cubra com terra, “amassando” um pouco de novo. Regue bem e espere crescer.

Se você morar numa casa e tiver espaço no jardim:


  • Arranque todo o mato ou grama que estiver no espaço reservado pra horta

  • Afofe a terra com uma enxada ou uma pá de jardim ate +/- 15 cm de profundidade

  • Tire todas as pedras que forem surgindo na etapa acima

  • Depois de deixar a terra bem fofa, misture com um pouco de terra vegetal

  • Faça covas com +/- 1cm de profundidade, deixando +/- 5cm entre cada cova

  • Espalhe as sementes nas covas, cubra com terra e dê uma “amassadinha” na terra pra tirar o ar.

  • Regue bem sem muita pressão na água pra não desenterrar as sementes.

Nos dois casos, se a sua cidade for muito quente ou seca, é importante regar todos os dias.

Ok, mas o que eu vou plantar?

Os temperos são uma ótima opção para plantar em casa porque são plantas rústicas e não demandam muito trabalho. Outras opções incluem tomates cereja, pepinos, chuchus, maracujás (se você tiver bastante espaço) e pimentas, que também crescem muito facilmente. Abaixo estão algumas sugestões de integrantes para sua horta:

Cebolinha: vai em quase todas as receitas brazucas. Facil de cultivar, não gosta de muito sol e se você colher as folhas sem arrancar as raízes vai rebrotar sempre;

Salsinha: Tempero que vai bem com tudo e da pra fazer sucos também. Cresce muito bem em apartamentos e vai rebrotar se você colher sem arrancar as raízes;

Manjericão e coentro vindo ao mundo

Tomilho: excelente substituto para o orégano e é ótimo para temperar uma pizza, um peixe ou ate mesmo um arroz. Recomendo, também, colocar algumas folhas bem frescas (sem macerar) em queijos e frios regados com azeite. Cresce muito bem em hortas interna e não requer muito cuidado;

Coentro: tempero controverso porque tem um gosto muito forte e certas regiões do Brasil adoram abusar dele. Se usado com bom senso, serve muito bem para realçar sabores. É muito usado na cozinha indiana também. Gosta de bastante sol mas lembre de regar sempre;

Manjericão: internacionalmente conhecido pela Pizza Marguerita. Serve também para temperar carnes e peixes. Outra dica é o suco de maracujá (ou qualquer outra fruta acida) com manjericão. Ingrediente mais do que especial de qualquer Mojito. Cresce sob o sol escaldante e nem sente. Pode ser plantado na sombra desde que receba sol por algumas horas;

Menta e hortelã: ótimo pra fazer um chá, suco ou mesmo temperar carnes. Gosta de sombra e terra sempre úmida (não encharcada);

Gengibre: serve pra fazer uma excelente caipirinha ou pra fazer um chá anti gripe. Perfeito pra fazer um peixe ao forno ou um frango

xadrez. O que comemos do gengibre é a raiz, portanto, compre um vaso grande onde dê pra crescer bem. Gosta de sol e muita água;

Capim santo: Também conhecido como Erva Cidreira Falsa, é ótimo pra fazer suco ou chás. Por ser parente da grama, não precisa de muitos cuidados e pode ficar exposto no sol;

Tomates: nem preciso dizer pra que servem, mas se você for cria-los vai ter que ser num lugar grande e que dê pra segurá-lo porque ele ocupa bastante espaço.

As plantas sempre fizeram parte da minha vida. Aqui em casa transformei o quintal num latifúndio produtivo e lógico que uma horta não poderia faltar. Espero que, com o tempo e prática, vocês também passem a compartilhar dessa minha paixão.


publicado em 25 de Agosto de 2012, 07:00
Fd1af135a54533dd4c276d7f8f35b1d6?s=130

Marcos Bauch

Nascido na Bahia, criado pelo mundo e, atualmente, candango. Burocrata ambiental além de protótipo de atleta. Tem como meta conhecer o mundo inteiro e escreve de vez em quando no seu blog, o De muletas pelo mundo.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: