A conversa sobre paternidade é uma das mais importantes do nosso tempo. Venha para o PAI: Os desafios da paternidade atual, discutir e colocar em prática o tema.
Compre já o seu ingresso!

Como ser um autor PdH

Na maioria das revistas e sites, os leitores podem sugerir temas e eventualmente publicar algo, sempre com o aviso de que aquilo é uma participação pontual, diferente dos demais textos. No PapodeHomem, invertemos a porra toda. Muitos leitores ganham a possibilidade de abrir novas mesas no bar, não contentes em participar dos papos existentes. Eles se tornam autores PdH, em pé de igualdade com os colaboradores antigos e com os editores (que às vezes são seus servos).

É por isso que Alex Castro e Rodolfo Viana trabalharam para reunir toda a nossa experiência em recomendações para qualquer um enviar um texto matador e se juntar ao time. Por muito tempo, Guilherme Valadares e eu trabalhamos como anfitriões, conversando com os novos autores para refinar o texto e oferecer belas entradas por aqui. Muitos foram até mal tratados e esquecidos por falta de tempo – algo contrário à nossa política, vacilo que nos planejamos para superar completamente.

Se quiser publicar um shot ou um texto de capa no PapodeHomem, eis nosso guia mais completo até agora. É longo, mas sem nada descartável ou firulento.

Leia com atenção: "Orientações para novos autores PdH".

Quando for escrever, esqueça as orientações: apenas aponte a arma

Esse documento é parte de nosso movimento para empoderar as pessoas, amplificar suas vozes, refinar suas ideias, mostrar suas ações, ajudar para que qualquer pessoa possa escrever melhor, pensar melhor, conversar melhor e ter espaço para compartilhar suas experiências de modo mais profundo, mesmo à distância. Em tempos de entretenimento bobo e passivo, seria excelente se cada vez mais gente conseguisse produzir conteúdo do caralho. Estamos desenvolvendo mais coisas nesse sentido. Aguardem.

Como não sou escritor e meu lance não é exatamente conteúdo, também sempre busco meios de abrir conversas de modo mais claro e me comunicar mais diretamente, sem joguinhos, sem mediações, com as pessoas, presencialmente ou pela Internet. Segue a minha lista resumida de antídotos para os erros mais comuns que encontramos em quase cinco anos de PapodeHomem:

1. Trate o leitor como tão ou mais inteligente que você.

2. Não escreva em "academês".

3. Foque no percurso, na condução da outra mente, na experiência de leitura.

4. Seja um colecionador de clichês e visões estreitas (e guarde tudo longe de seus textos).

O que mais vocês adicionariam a essa lista? E o que deixamos passar na página de novos autores?

Aproveito também para perguntar aos autores mais recentes do PapodeHomem: está sendo uma boa experiência?


publicado em 26 de Agosto de 2011, 14:13
Gustavo gitti julho 2015 200

Gustavo Gitti

Professor de TaKeTiNa, colunista da revista Vida Simples, autor do antigo Não2Não1 e coordenador do lugar. Interessado na transformação pelo ritmo e pelo silêncio. No Twitter, no Instagram e no Facebook. Seu site: www.gustavogitti.com


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura