Você é pai recente ou está prestes a se tornar um, lidando com todos os desafios dessa fase? Então corre pra se inscrever no curso online de nosso querido amigo Homem Paterno — hoje é o último dia de inscrições. ;-)

Como transmitir credibilidade nas reuniões online a partir da sua imagem

Um pequeno guia para você passar seriedade e confiança durante as videochamadas e não passar vergonha.

Alguns dias atrás recebi um desabafo de um advogado, dizendo que entrou em uma reunião por videoconferência e uns dos participantes encontrava-se com trajes inadequados. Na real, ele conta que a pessoa se apresentou de pijamas, com o cabelo desarrumado, barba por fazer e rosto amassado.

Me fez pensar que, por conta do isolamento social, muita gente teve um baque ao ter de trabalhar de casa — tanto os gestores quanto os funcionários.

O mundo do home office instaurado assim, de uma hora para outra, é novo para muitos e a pergunta que fica é: Como se apresentar numa vídeo-chamada? Deveríamos seguir o vestuário a risca, como se estivéssemos no escritório? 

Foto por Valery Khan

Quem já trabalhava de casa alguns dias por semana não deve ter grandes dificuldades, mas para muitos que tiveram de virar a chave da noite para o dia, o desafio pode ser grande. O homeoffice é uma tendência que vem se espalhando e, por isso, esse guia vale não só para esse período de quarentena, mas também para o futuro próximo.

(Neste texto o Luciano Andolini fala sobre como trabalhar a distância em situações de emergência)

Vamos agora às questões de como se apresentar diante da reunião online. Sua imagem comunica algo sobre você e a intenção é te ajudar a manter o equilíbrio entre estar bem vestido, passando uma imagem com credibilidade, sem abrir mão do conforto e bem estar. Assim, se o seu chefe te pedir para entrar numa reunião às pressas, você não vai passar a vergonha de não ter trocado o pijama ainda.

Vai fazer reuniões?

Para aqueles que precisam manter reuniões com gestores, clientes e colegas de trabalho, vale a pena prestar atenção na imagem que você passa pela videochamada, como se fosse em uma reunião normal, ao vivo.

Estabeleça seu horário de trabalho e se programe para estar vestido e asseado a partir deste momento. A regra com menor erro possível seria respeitar a vestimenta do trabalho, mesmo em casa. Acontece que, principalmente para quem trabalha em ambientes muito formais, de terno e gravata, seguir o costume pode ser desconfortável. 

Já trabalhava vestido casualmente?

Foto por Wes Hicks

Se você trabalha casualmente na sua empresa, estando em casa garanta alguns cuidados: tome um banho, coloque pelo menos uma camisa casual ou camiseta que iria trabalhar, e na parte de baixo, uma calça ou até um moletom bacana, já que você vai aparecer somente com a parte de cima no vídeo. 

Vale também perguntar para seu gestor, que tipo de roupa você poderia continuar vestindo trabalhando de casa. Se é uma reunião com um cliente, por exemplo, acredito que uma roupa básica, passada e limpa, e uma cara de quem não acabou de acordar, resolvam com louvor.

Trabalha em um ambiente formal?

Foto por Bruce Mars

Se o dresscode da sua empresa for algo mais formal —como por exemplo no segmento de advocacia, no qual muitos escritórios ainda exigem o uso do social completo e também gravata — perguntar ao gestor é muito importante para saber se durante reuniões por videoconferência, também é necessário usar gravata, por exemplo.

Em muitos casos, acredito que uma combinação igual, mas tirando a gravata faz com que você ainda continue transmitindo seriedade e credibilidade para tais obrigações. 

Seu "cenário" faz parte da imagem:

Essa dica não é relacionada a vestimenta, mas sim a imagem que estará sendo exibida para as pessoas da sua reunião.

Foto por Pedro Enrique Santos

Tenha um ambiente organizado e limpo

Estar em uma mesa de trabalho bacana, organizada e limpa, não só te ajuda a passar uma boa imagem, como também favorece sua organização e sensação de bem-estar.

Estar bem asseado e fazendo vídeo chamada em um lugar desorganizado, faz com que os pontos se contradigam e não criam uma imagem positiva. Para a grande maioria, quem não tem um escritório ou biblioteca decorada, cuide para que a imagem ao fundo seja ao menos neutra e limpa.

Preste atenção aos ruídos:

Cuide para que a reunião possa fluir sem interrupções, ative o modo silencioso do celular, feche a porta e, se for o caso, às janelas. É muito compreensível que haja barulhos incontroláveis, no entanto, assim como é importante que o profissional mostre domínio sobre o tema com o qual trabalha, esse tipo de cuidado é uma demonstração de preparo e atenção aos detalhes mesmo em situações adversas. 

Mantenha uma postura atenta

Assim como numa reunião presencial, tenha atenção à sua linguagem corporal.

  • Sente-se corretamente na cadeira: Não é preciso estar tenso, mas mostre disposição para a chamada. Evite recostar-se demais ou deixa-se cair. 
  • Mantenha a atenção e o olhar voltado para a chamada. Evite olhar e-mails ou fazer coisas que tirem seu foco da chamada.

Estar dentro de casa pode fazer com que a gente se distraia mais facilmente. O foco sempre é saber separar a hora de descanso, da hora do trabalho.  Vestir-se e organizar um ambiente próprio para o trabalho é uma forma, não só de passar credibilidade e seriedade, mas algo que te ajude a entrar no clima da labuta e focar nas suas prioridades do dia-a-dia. 

No final das contas, o home office veio em uma época que foi obrigatório para muita gente, mas provavelmente ele continuará sendo, ao menos parcialmente, uma realidade para várias empresas após a quarentena.

Vamos aprender juntos a como lidar com esta situação? Qual sua dica para manter a imagem profissional com conforto durante o isolamento social?


publicado em 17 de Abril de 2020, 09:50
Guru 1 jpg

Rodolfo Kanematsu

Publicitário de formação e apaixonado pelo mundo da moda, dá informações sobre estilo, dicas de combinações e tendências pelo Instagram e acumula experiência como consultor de imagem pessoal. É apresentador das videoaulas do "Mas você vai de chinelo?", o curso de estilo gratuito do PapodeHomem.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Sugestões de leitura