Dinheiro sem medo! Do básico ao complexo, como organizar as finanças

Os melhores textos sobre finanças de Eduardo Amuri para você parar de ignorar ou temer sua relação com o dinheiro

  • Nossos atuais Mecenas:
  • 130x50 jpg
  • Asm selo png

Você já sabe, nesse final de ano, estamos lançando um percurso novo por dia para ajudar você a entrar em 2018 com a vida mais organizada ou pelo menos mais bem planejada. Mas hoje, especialmente hoje, nós vamos aproveitar para atualizar (e ampliar!) um percurso já existente.

E o tema escolhido é justamente um dos mais sensíveis para todos nós: dinheiro. Se antes respondemos as dúvidas mais comuns sobre finanças, agora chegou a vez de planejar um pouquinho mais a nossa relação com dinheiro e tentar antever os problemas adotando práticas que ajudam a manter nossa vida financeira em ordem.

Se você é ganhador da Mega da Virada, aproveita e me ajuda um pouco. Mas se você não é: esse percurso é pra você:

1. Pare de se enganar: você precisa lidar com dinheiro

Em primeiro lugar, não dava pra ser mais direto: pare de se enganar, tenha você o status financeiro que você tiver, você precisa lidar com dinheiro e, portanto, esse percurso é pra você.

2. Planejamento financeiro: um começo para quem não sabe por onde começar

Agora que você supostamente já se convenceu de que vale a pena olhar com um pouco mais de carinho pro seu dinheiro, vamos aos primeiro passo: por onde começar? Amuri te explica.

3. Planejamento Financeiro: Quatro atitudes para serem tomadas hoje

Agora que o barco já está navegando, vamos partir direto para as ações imediatas. Assim você já sente o gostinho de quem está se movimentando para um status melhor do que antes e se mantém motivado.

4. Finanças pessoais para quem não quer economizar no cafezinho

Antes de continuarmos, vamos derrubar o mito: você não precisa se tornar o pão duro da turma para conseguir equilibrar as contas. Não é cortando o cafézinho que você vai enriquecer. O segredo é disciplina.

5. 2 ações matadoras para melhorar sua vida financeira

Se é mais motivação, dicas práticas, direto ao ponto, que te falta, então toma. Adote mais essas duas práticas e comece a colher o resultado. Já tá sentindo como sua relação com dinheiro está mudando?

6. 3 conceitos básicos para começar a investir em algum lugar melhor que a poupança

Agora que você já está totalmente ambientado ao assunto, hora de dar mais um passo adiante. Se antes a recomendação era não esperar conhecer bem os tipos de investimento para começar a poupar e se organizar financeiramente, agora já podemos subir de patamar e sair da habitual caderneta de poupança, fazendo nosso dinheirinho começar a render mais.

7. Planejamento financeiro para quem está com pressa

Mais foi só subir um pouco o nível de dificuldade que você começou a arranjar desculpas, né? Tá sem tempo? Não consegue pensar nisso agora? Então dá uma olhada nesse texto.

8. Como organizar suas finanças, passo a passo

Antes de finalizar, hora de revisar o plano e finalmente ter uma visão geral da sua vida financeira, vamos juntos conferir o gabarito?

9. Seu planejamento vai falhar e não é o fim do mundo

Agora que as coisas estão funcionando, isso é o que te falta para seguir em frente: não importa quão detalhado seja o seu planejamento, ele vai falhar. É normal. O importante, como diz o poeta, é desesperar jamais. Você já tem todas as informações que precisa para seguir em frente depois de qualquer tropeção então, levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima, amigo.

***

Dinheiro é um assunto delicado, mas fundamental. É o próprio Amuri que diz que para resolver os problemas é preciso falar sobre eles. Por isso, você sabe, sinta-se à vontade para comentar e vamos debater esse assunto, ajudando uns aos outros. A casa é sempre sua.


publicado em 31 de Dezembro de 2017, 00:05
Breno franca jpg

Breno França

Editor do PapodeHomem, é formado em jornalismo pela ECA-USP onde administrou a Jornalismo Júnior, organizou campeonatos da ECAtlética e presidiu o JUCA. Siga ele no Facebook e comente Brenão.


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: