Do eletrônico ao indie rock nacional | O que diabos estou ouvindo #1

  • Nossos atuais Mecenas:
  • Vivara130x50 jpg
  • Selo dorel jpg

Ouvir música só não é mais legal do que conversar sobre música. E, apesar da maioria citar religião, futebol ou política como os assuntos mais inflamáveis, ao menos no meu círculo de amizades a música está acima desses três – você tinha que ter visto o dia em que eu levei uma menina para conhecer uns amigos, e, na mesa de um boteco, ela declarou, para surpresa de todos nós, que não gostava de Foo Fighters.

Foi mais ou menos assim. Você TINHA que ter visto.

No recente texto do "Eu gosto e foda-se", por exemplo, repare que um número bem desproporcional dos comentários fala sobre guilty pleasures musicais. Não há nada no texto ou no vídeo que puxe a discussão especialmente para esse lado em detrimento de literatura, cinema ou qualquer outro tipo de manifestação cultural popular. É espontâneo. As pessoas gostam de deixar bem claros os seus gostos (e desgostos) musicais.

Por isso estamos iniciando esta nova série aqui no Papo de Homem, a "O que diabos estou ouvindo", onde falaremos, um editor por vez, sobre as nossas últimas obsessões sonoras. Spoiler: elas são bem diferentes umas das outras.

Eis o que diabos eu, Fabio Bracht (aliás, prazer. Entrei há pouco tempo), estou ouvindo ultimamente:

Ratatat

Faz muito pouco tempo que quebrei a barreira do preconceito contra música eletrônica, e foi em grande parte graças a esse duo americano. Cair direto em um deadmau5 ou Justice não rolou, mas o som quase-rock das guitarras sobre a base eletrônica do Ratatat me fez admitir que existe um universo possivelmente bem interessante além do guitarra+baixo+bateria. Depois disso, até deadmau5 e Justice passaram a cair bem melhor nos ouvidos.

Link YouTube | Outras boas: "El Pico", "Drugs", "Loud Pipes" e "Wildcat"

I Fight Dragons

Pop rock de qualidade, grudento como chiclete de beira de estrada, com tempero geek na forma de sonzinhos vindos diretos das antigas placas de som de Game Boys e Nintendinhos – que eles inclusive usam ao vivo em seus shows. Esta é a I Fight Dragons, uma das minhas bandas mais favoritas entre as favoritas recentes.

Link YouTube | Não é a melhor música deles, mas é a única com um vídeo em boa qualidade. Difícil ser hipster.

Dinosaur Pile-Up

Rock reto, direto, gritado e sentido, a Dinosaur Pile-Up chegou aí uns bons 20 anos atrasada para o movimento grunge, fazendo um som que o Foo Fighters já fez nos seus dois primeiros álbuns, mas com uma energia que dificilmente viu-se depois que... o Foo Fighters gravou os seus dois primeiros álbuns. Você aí que está viciado no Wasting Light, tome nota.

Link YouTube | Até o clipe lembra a turma do Dave Grohl, no bom sentido

Jonathan Coulton

Currículo do bardo nerd Jonathan Coulton: 1. Estourou com uma versão "fofa" do famoso rap "Baby Got Back", que consiste unicamente em dizer que o compositor gosta mesmo é de mulher com bunda grande; 2. Fez um podcast onde compôs, gravou e lançou uma música nova por semana durante um ano inteiro; 3. Compôs as músicas dos créditos de dois dos melhores games da última década, Portal e Portal 2; 4. Depois de tudo isso, lançou finalmente o seu primeiro álbum propriamente dito.

Link YouTube | JoCo lança suas músicas sob licença Creative Commons, o que possibilita que os próprios fãs façam vídeos fodas como este sem problemas

Jake Shimabukuro

Esse havaiano de olhos puxados se puxa mesmo é no Ukulele. Com apenas as quatro cordas do peculiar instrumento, ele fez talvez a "palestra" mais aplaudida do TED 2010, ao mesmo tempo reduzindo e expandindo a clássica Bohemian Rhapsody.

Link YouTube | E você achando que sabe tocar algum instrumento de cordas

Bidê ou Balde

A independente banda gaúcha liberou agora em novembro a sua discografia inteira, em qualidade alta, para download gratuito via Facebook. Bastou para eu relembrar os sucessos novos e antigos. Conclusão: "Mesmo Que Mude" segue sendo a música definitiva de quem terminou namoro mas ainda pensa com carinho em um flashback.

Link YouTube | E este, um dos clipes mais "afudê" já feitos no Brasil

Violins

Nunca visitei Goiânia, mas já amo a cidade. Em grande parte pelo simples fato dela ter parido esta que é, até onde me consta, a melhor banda nacional em atividade (até quando não sei, já que eles já terminaram e voltaram umas trinta e quatro vezes). A Violins tem quase tudo que precisa: músicos extremamente competentes e criativos, um vocal que vai do poderoso ao suave de acordo com a necessidade, letras que passam longe do vazio e põem o dedo na ferida... Só lhe faltam mesmo fãs. O disco novo, Direito de Ser Nada, de sonoridade mais acessível e não menos genial, está começando a mudar isso.

Melhor música brasileira de 2007, segundo o Scream & Yell, e um verdadeiro soco na cara

Red Fang

Ok, eu não gosto de verdade de Red Fang. Ouvi umas 10 ou 15 músicas e de modo geral achei meio chatinho. Mas Prehistoric Dog é sensacional, e quem falar que não é a música (e o clipe) mais saco roxo dessa listagem toda não merece a cerveja que bebe.

Link YouTube | Uma sexta feira comum no QG

E você, o que diabos está ouvindo?


publicado em 21 de Novembro de 2011, 07:11
File

Fabio Bracht

Toca guitarra e bateria, respira música, já mochilou pela Europa, conhece todos os memes, idolatra Jack White. Segue sendo um aprendiz de cara legal.\r\n\r\n[Facebook | Twitter]


Puxe uma cadeira e comente, a casa é sua. Cultivamos diálogos não-violentos, significativos e bem humorados há mais de dez anos. Para saber como fazemos, leianossa política de comentários.

Nossos atuais Mecenas: